Mostrai-nos a Vossa admirável misericórdia

Padre Antônio Aguiar
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

“Guarda-me, ó Deus, porque em ti confio. A minha alma ao Senhor: Tu és o meu Senhor, a minha bondade não chega à tua presença. Mas aos santos que estão na terra, e aos ilustres em quem está todo o meu prazer. As dores se multiplicarão àqueles que fazem oferendas a outro deus; eu não oferecerei as suas libações de sangue, nem tomarei os seus nos meus lábios. O Senhor é a porção da minha herança e do cálice; tu sustentas a minha sorte. As linhas caem-me em lugares deliciosos: sim, coube-me uma formosa herança. Louvarei ao Senhor que me aconselhou; até os meus rins me ensinam de noite” (Sl 16,1-7).

Refletindo e rezando, neste versículo, vemos que o salmista está clamando a Misericórdia do Senhor. Apesar de tantos milagres e sinais, no Antigo Testamento, o povo ainda queria mais.

Podemos dizer que o salmista, no íntimo do seu coração, quis contemplar a Misericórdia do Pai, a qual é o próprio Jesus. Neste Salmo, vemos que eles têm o desejo de ver o Filho de Deus, pois Ele é o Senhor revelado a nós. Somos felizes, porque podemos contemplá-Lo e tocá-Lo, pois Ele está no meio de nós.

“Ora, havia alguns gregos, entre os que tinham subido a adorar no dia da festa. Estes, pois, dirigiram-se a Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, e rogaram-lhe, dizendo: Senhor, queríamos ver a Jesus” (São João 12,20-21).

O Pai já nos revelou a Misericórdia, que é Jesus, por isso temos de acreditar e parar de pedir para Ele no-la mostar, porque Ele nos pede para que confiemos no Seu Filho Jesus.

O Senhor quer nossa confiança, Ele quer nos ver dando passos na fé.

Uma pessoa que acredita em Deus, mesmo no sofrimento, permanece fiel, mas para isso é preciso confiar que Ele é nossa Misericórdia.

Para que Deus possa agir em nossa alma precisamos acreditar n'Ele. No entanto, não basta apenas dizer, é preciso confiar, com a vida, nos pequenos gestos, pois Ele se revela em tudo.

É urgente que todos proclamemos, a todos os cantos, que Jesus é a Misericórdia de Deus que se revelou a nós.

"É preciso reconhecer Deus na nossa vida!", afirma o padre.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Quando começamos a acreditar e a viver como Jesus deseja, tudo na nossa vida melhora; afinal, não há outra solução a não ser voltar para a misericórdia de Deus, pois, muitas vezes, damos poder a pessoas e outras realidades na nossa vida sem necessidade. Temos de ter consciência e confiar que somente Deus tem o poder de restaurar a nossa vida.

O Senhor também quer que peçamos a Ele a graça de fazermos a experiência da Misericórdia na nossa vida, e para isso precisamos dar passos na fé.

Quem crê verá a glória de Deus; contudo, precisamos saber esperar, pois Ele sabe o que é melhor para cada um de nós. Peçamos ao Senhor a sabedoria de esperar a Sua Misericórdia na nossa vida.

Que Jesus Cristo acalme nosso coração para que tudo possa acontecer no tempo que Ele tem para nós. Aos poucos e com muita paciência, possamos aproveitar a graça e a transformação que Ele tem para a vida de cada um.

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo