Na fraqueza Deus revela a sua força

Padre Roger Luís
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com
O Senhor nos fala através da sua Palavra e ao buscarmos compreendê-la, encontramos o Cristo. Na cidade de Nazaré, aqueles homens e mulheres também fizeram a experiência de encontrá-lo e como diz o evangelho, ficavam admirados ao vivência isso. O evangelho de hoje nos dá a identidade do Jesus histórico.

O povo começou a questionar sobre a pessoa de Jesus, pois eles o conhecia como o carpinteiro e se indagação como aquele homem poderia se apresentar como Filho de Deus, eles não tinham fé em acreditar que Ele era o Salvador. O invisível se enxerga pela fé, e por isso não acreditavam que Ele era o Messias que seria enviado.

Deus se manifesta em coisas simples e muitas vezes a nossa razão nos atrapalha a encontrar a Deus. Torna-se até impossível ouvir Deus falar através da simplicidade. Jesus é aquele que salva. Até mesmo o nome Jesus era comum entre eles e ainda Nazaré era uma cidade insignificante. Ou seja, para o povo o fato de conhecer Jesus e de saber de onde Ele vinha, atrapalhava-os de crer que era Filho de Deus.

Para o povo Jesus era parente das pessoas simples e quantas vezes nós ficamos mobilizados pelas coisas simples. Jesus é o Deus todo poderoso que se manifesta na fraqueza e na mobilidade do homem. Assim como Paulo que é narrado nos Atos dos Apóstolos teve seu encontro pessoal com Jesus, talvez você esteja como ele tendo agora o seu primeiro encontro com Jesus. Já em II Coríntios 12, 7-10 ele relata a experiência de Céu que viveu: “E para que a grandeza das revelações não me enchesse de orgulho, foi-me dado um espinho na carne, um anjo de Satanás, para me esbofetear, a fim de que eu não me torne orgulhoso. A esse respeito, roguei três vezes ao Senhor que ficasse longe de mim. Mas o Senhor disse-me: “Basta-te a minha graça; pois é na fraqueza que a força se realiza plenamente”. Por isso, de bom grado, me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim; e me comprazo nas fraquezas, nos insultos, nas dificuldades, nas perseguições e nas angústias por causa de Cristo. Pois, quando estou fraco, então é que sou forte.”

"Precisamos olhar com os olhos da fé." Afirma o padre
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

  : Veja + fotos no Flickr
:: Comente as fotos no Facebook

Basta a graça de Deus diante das suas dificuldades. Você irá encontrar as mesmas dificuldades quando chegar em casa, mas quem está diferente é você e por isso é chamado a fazer a diferença. Mesmo que hoje não perceba, mas a graça de Deus está sobre ti.

Os homens do evangelho se perderam na aparência, não sejamos incrédulos, pois é foi na aparência fraqueza de Jesus que a graça se manifestou. Se eles se escandalizaram com o carpinteiro que se dizia Deus, imagina quando este morreu na Cruz. Mas, foi pela humilhação que Deus redimiu nossos pecados.

Não tenhamos os nossos olhos da carne. Precisamos olhar com os olhos da fé. Acreditemos no poder da Palavra que transforma. Mesmo que não te escutem, testemunhe Jesus Cristo.

Jesus se manifestou no meio de nós da mesma forma que manifestou-se em Nazaré. É na fraqueza que Deus se manifesta, principalmente naquilo que aparentemente é fraco. Saiba que o profeta não é bem acolhido em sua pátria. É na sua fraqueza que Deus vai agir.

Coloquemos a nossa confiança em Deus. Ele faz através de nós, fracos que somos.

“Pois tanto os judeus pedem sinais, como os gregos buscam sabedoria. Nós, porém, proclamamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, Cristo é poder de Deus e sabedoria de Deus.” I Cor 1, 22

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo