Nada sinto, apenas Deus me ama

Ricardo Sá
Foto: Wesley Almeida/ Fotos CN
Muitas vezes, nós não compreendemos os desígnios de Deus para nossas vidas. Esses dias, ouvi uma história que me deixou muito triste. Adão e Ana Paula perderam o seu filho num acidente doméstico. O pai foi sair de casa com o carro, não viu que o filho estava atrás do automóvel pelo lado de fora, e o matou.

Imagine a dor deste homem, o que ele está sentindo. Esta família ligou aqui na Canção Nova para contar a sua história e pedir oração. Apesar da dor, eles não culparam Deus pelo acontecido; muito pelo contrário, refugiaram-se n'Ele para superar esta grande perda.

Tem sido fácil sua caminhada? Acredito que não, porque a de ninguém é. Ana Paula e Adão tinham certeza de que Deus jamais os abandonaria, mesmo com esta dor imensa. O Senhor ama você e, no Seu infinito amor, o envolve nesta experiência incrível. Mas agora você pode se perguntar: se o Pai me ama tanto, por que essa dor?

Nosso Senhor deseja que vivamos uma fé conduzida por uma decisão árdua, guerreira. Abra a sua Bíblia em Salmos 9-22: "Senhor, por que ficais tão longe? Por que vos ocultais nas horas de angústia?”

"Nosso Senhor deseja que vivamos uma fé conduzida por uma decisão árdua"
Foto: Wesley Almeida/ Fotos CN

A Palavra de Deus nos encoraja a acreditar na misericórdia divina. Há dias em que nós não sentimos a presença do Senhor, parece que Ele está muito distante de nós. Mas é nesta hora que precisamos nos agarrar na fé e acreditar que o Pai sabe o que faz.

A oração mais linda é aquela que sai do nosso coração. Fale com Deus, converse com Ele sobre suas dores, pergunte por que isso aconteceu com você. Jesus já questionou o seu Pai na cruz: “Meu Deus, meu Deus, porque me abandonastes?”. Nós não entendemos as decisões do Senhor nem precisamos entendê-las, mas é fundamental que confiemos n'Ele!

Veja agora o Evangelho de São Mateus 7, 13-14:

"Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduzem à perdição e numerosos são os que por aí entram. Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho da vida e raros são os que o encontram."

"Nós não entendemos as decisões do Senhor nem precisamos entendê-las, mas é fundamental que confiemos n'Ele!"
Foto: Wesley Almeida/ Fotos CN

Deus quer transformar o seu modo de pensar, de agir, de decidir a vida… Seguir os passos de Jesus não é um convite para o prazer, para a felicidade eterna; mas, um convite para entrar num caminho estreito e difícil.

Ser cristão é duro, mas é muito compensador, pois experimentamos uma alegria inexplicável. Jesus já dizia: “Quem quiser me seguir, renuncia a si mesmo, pegue sua cruz e me siga!”

Transcrição e adaptação: Ariane Fonseca

Veja também:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo