Nascemos para abençoar

Padre Vagner Baia
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com
Quando saímos de casa temos de nos revestir do amor de Deus, por isso é importante a bênção dos pais para os filhos. Nossa boca é para abençoarmos, não para amaldiçoarmos, mas, muitas vezes, fazemos isso quando xingamos, quando brigamos.

O pai e a mãe tem um poder maravilhosos diante de Deus, por isso quando abrem a boca deve ser para abençoar a família. Nossa boca não nasceu para a maldição. Mesmo que a situação em que você viva seja de perseguição, você não pode amaldiçoá-la. Abençoe as pessoas que o perseguem, que querem lhe fazer mal.

Quantas pessoas falam mal de salário que recebem, de dinheiro que você trabalhou o mês inteiro para receber. Mas se você o abençoa, Deus vai recompensá-lo e fazer sua renda se multiplicar.

Às vezes, não compreendemos as bênçãos de Deus e reclamamos de tudo. Peça a bênção da sua casa, da sua esposa; pense nas palavras que você profere. Mulher, peça ao Senhor que Ele abençoe seu marido, estenda sua mão sobre ele e peça a Deus que derrame o Espírito Santo. Faça o mesmo com seus filhos, com sua família. Quando fazemos da nossa casa a casa de Deus, vamos transformando as situações.

“Se obedeceres fielmente à voz do Senhor teu Deus, observando e praticando todos os mandamentos que hoje te prescrevo, o Senhor teu Deus te elevará acima de todos os povos da terra. Se obedeceres à voz do Senhor teu Deus, virão sobre ti e te seguirão todas estas bênçãos. Bendito serás na cidade e bendito no campo. Bendito será o fruto do teu ventre, o fruto da terra, a cria dos animais, do gado e das ovelhas. Bendita será tua cesta e tua amassadeira. Bendito serás ao entrar e bendito ao sair” (Deuteronômio 28,1-6). Deus vai elevar você acima de todas as nações da terra, Ele vai abençoar você.

Temos de aprender este exercício quaresmal: guardar nossa boca das maldições. Precisamos aprender que tudo o que falamos precisa ser dirigido. Mesmo que seja preciso educar, temos de fazê-lo em Deus.

Não é difícil para nós, quando estamos em Deus, transformar as maldições em bênçãos.

"Temos de aprender este exercício quaresmal: guardar nossa boca das maldições."
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com

Há pessoas que vivem de ressentimentos, e ressentir-se é sentir de novo. Você já carregou uma mala de tijolos? Ressentimento é isso, porque você não faz nada com eles, só carrega o peso. Há aqueles que contam a mesma história várias vezes, diz que perdoou, mas não se esqueceram, por isso sempre se lembram e começam a amaldiçoar as pessoas.

É feliz quem a Deus se confia. Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos, que não entra no caminho dos malvados nem se junta aos zombadores; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.

Há muitos filhos maravilhosos que ouvem os conselhos do pai, mas há outros que preferem escutar o conselho dos perversos, dos ingratos e brigões. Talvez demore um pouco, mas somos capazes de perdoar, porque Deus pode nos capacitar. Hoje, Ele nos diz que pode abençoar a nossa casa.

“Senhor Jesus, eu lhe peço a graça de que o Espírito Santo me santifique, lave todos os meus pensamentos de raiva e ódio. Lava-me, Senhor, de todo espírito de maldição. Não estou aqui para amaldiçoar, mas que minha boca seja de santificação, de perdão. Que meus ouvidos sejam para ouvir Sua bênçãos, meu Deus; que meus olhos não vejam mais as trevas ou ressentimentos. Não alimente meus olhos do passado, mas que ele veja, com os os olhos de Jesus, as maravilhas de Deus.

Santifique minha boca para que as palavras que saiam dela sejam de bênçãos. Renuncio toda e qualquer maldição que lancei contra minha família, meus colgas de trabalho, meus irmãos. Se falei mal de mim mesmo, renuncio.

Se falei mal da minha família, dos meus bens, da minha vida financeira, eu renuncio”.

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso


Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600



Veja mais:


:: "No labirinto, jovens refletem sobre as escolhas feitas na vida'
:: "Sempre tive vontade de ter uma foto de família"
:: Trilha no Acampamento Revolução Jesus

:: Meu pai não é quadrado – pregação da Magda
:: Quero um amor maior- pregação padre Paulo Ricardo

:: Quero pegar, mas Cristo me pegou- pregação Emanuel
:: Modulo "Anazopiren"

 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Padre Vagner Baia


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo