Ninguém pode servir a dois senhores

Gostaria de começar refletindo sobre o discípulo Marcos. Ele, de uma forma muito tranquila e simples, escreveu sobre Jesus Cristo. Lembrando que setembro é o mês da Bíblia, todas as vezes que formos lê-la devemos começar pelo Novo Testamento, porque somos missionários por meio da Palavra e precisamos conhecer Jesus Cristo. A quem devemos servir? A Deus!

Padre Reginaldo Manzotti
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Entregue sua vida nas mãos do Senhor. Precisamos fazer uma entrega, pois coração dividido não dá certo, por isso, nas coisas de Deus, não podemos servir a dois senhores. Não podemos servir a Deus e ao dinheiro.

Nós temos fé, esse é um dom que nos foi dado, por isso devemos refletir sobre ele. Em que ou em quem depositamos nossa fé? Somos convidado a depositá-la na pessoa de Jesus; não na filosofia. Muitas vezes, seu filho, seu neto não estão depositando a confiança deles em Deus, porque não lhes foi dito sobre Jesus. Como cristãos, devemos levar as pessoas a depositar e confiar em Jesus Cristo.

Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” (Matheus 6,25-35).

"Precisamos caminhar com a Igreja."
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Somos chamado a servir Jesus Cristo. Ele nos fala para não nos preocuparmos com a vida, com o que vestir e comer, mas olharmos para o ontem e agradecer pelas graças, pedir perdão pelas misérias e aprender com os erros, pois o amanhã pertence a Ele. "Que hoje, Senhor, possamos viver na Sua misericórdia, pois essa disposição faz toda diferença".

Nós vivemos em uma sociedade ansiosa e, com essa ansiedade vem a depressão, a qual gera o medo e o desespero. Vivemos numa sociedade medrosa, que em tudo nos causa medo. “Não vos preocupeis” não quer dizer que não precisamos ser prudentes; confiar na providência não significa preguiça para trabalhar. Já parou para pensar no que lhe causa ansiedade e preocupação? De nada vale ter ansiedade, desespero e preocupação, porque não vai mudar a situação pela qual teremos de passar. Precisamos ficar calmos, confiar em Deus e rezar para não perder a paz interior.

Nós ficamos muito exigentes e mundanos, por isso precisamos, sempre, de alguém para nos lembrar que vivemos neste mundo, mas não pertencemos a ele. É necessário ter cuidado com esse mundo, porque, muitas vezes, nós só reclamamos da vida, quando, na verdade, deveríamos sempre louvar pelo trabalho e pela providência.

As preocupações fazem parte da vida; porém, precisamos ter consciência de que nós não iremos resolver tudo. As tribulações que passamos na vida, se enfrentadas com o auxílio do Espírito Santo, não serão problemas, porque aprendemos a confiar.

Jesus nos chama. Podemos ser católicos medíocres, mas, hoje, Deus nos chama para sair desse desespero, da depressão, levantarmo-nos e viver com coragem. Mesmo estando doente, Deus não nos quer entregues ao sofrimento.

Nós fantasiamos muito nosso futuro, temos medo dos nossos pais falecerem; falta-nos dinheiro, nós sofremos com isso. Temos de ter a consciência de que tudo pertence a Deus e, hoje, dependemos d'Ele. A ansiedade e a preocupação nos levam ao medo.

Levante-se e tenha coragem, pois Deus o chama!

Transcrição e adaptação: Thais Rufino de Azevedo


Padre Reginaldo Manzotti


Reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe – Curitiba (PR)

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo