Nós temos uma marca em nós: a Cruz

Luiz Carvalho
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Este acampamento é a oportunidade que Deus nos dá de sermos renovados. Na palestra do Ricardo Sá, hoje pela manhã, ele nos falou sobre a cruz “Músico toma a sua cruz e Siga-me”, o Eugênio Jorge em seguida falou sobre a história da música, apontando a cruz de Cristo como referencial para nós “Músico: Vai escrever a sua história”. A nossa marca de cristão e católico é a cruz.

Na Carta do Papa João Paulo II, diz que cada um de nós, somos artistas, mesmo aqueles que não cantam, não dançam e não tocam, pois somos chamados a fazer da sua vida uma obra de arte. A diferença entre Deus e nós artistas, é que Deus cria a parte do nada e nós, só fazemos isso, a partir de uma matéria prima já criada. Deus, o Grande Artista, nos dá de presente uma centelha do teu Dom de criação, é por isso, músico que você tem a capacidade de enxergar tudo o que acontece ao seu redor de maneira diferente. Então saiba que no meio de um povo, Deus te chamou para dar uma pequena centelha, pode ser pequena, mas é Dom, presente.
Não podemos andar cabisbaixos, não podemos parar no meio do caminho, não faça isso! Ouvimos muitos de nós que querem desistir do seu ministério: não coloque peso onde Deus não quis colocar.
Você artista, tem a capacidade de apontar para os outros um caminho melhor!

.: Conheça o Canal da Música

O nosso ministério existe para a glória de Deus, fomos criados para que o glorifiquemos como Deus, pois precisamos exaltar aquele que é o Belo.
Muitas vezes colocamos o nosso olhar nas pessoas e não em Deus, na Comunidade Recado todos os membros fazem a cada semana, por um turno, seja manhã, tarde ou noite de adoração, para que nossos olhos estejam fitos no Senhor e não nas pessoas.
Músico, o seu ministério é sublime. Busque estar aos pés de Cristo, isto é fundamental. Jesus sofreu por amor a você e a mim e para levar às pessoas essa experiência, precisamos por primeiro fazê-la.

“Para transmitir a mensagem que Cristo lhe confiou, a Igreja tem necessidade da arte. De fato, deve tornar perceptível e até o mais fascinante possível o mundo do espírito, do invisível, de Deus. Por isso, tem de transpor para fórmulas significativas aquilo que, em si mesmo, é inefável. Ora, a arte possui uma capacidade muito própria de captar os diversos aspectos da mensagem, traduzindo-os em cores, formas, sons que estimulam a intuição de quem os vê e ouve. E isto, sem privar a própria mensagem do seu valor transcendente e do seu halo de mistério.” [Trecho da carta do Papa aos Artistas]
A Igreja tem diversos ministérios, mas cada uma com sua identidade, você faz parte desta Igreja, sua identidade é essa, músico!
Seu ministério não é de entretimento, é para evangelização, para salvar e levar as pessoas ao encontro pessoal com o Cristo. Você não está além nem abaixo do outro.

"Seja fiel àquilo que Deus quer de você!" Afirma Luiz Carvalho
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Você músico tem responsabilidade e deve se comprometer com isso, não dá mais para ficar escondido. Voltemos aos momentos que tínhamos, onde antes de tocar em qualquer lugar, você se preparava. Onde está sua experiencia com Deus?
É preciso que nos convoquemos novamente para essa Igreja que confia em nós. Mesmo na simplicidade você pode fazer, não se contente com o que você já fez. É preciso que assumamos o que Deus nos deu como Dom. É uma centelha, mas é dom. Coloquemos isso a serviço da Igreja e da Humanidade.

O nosso ministério não pode ser medido pela vendagem de CDs, isto não existe.
Não faça músicas para agradar as pessoas, mas faça musicas inspiradas pelo Espírito Santo.
Anuncie as verdade da fé em suas canções, não tenha medo. Fale do que você acredita, não naquilo que os outros acreditam. Não fique com a fatia da sua fé, mas com a doutrina inteira, temos a riqueza do ministério da Igreja, se alimente com as documentos que o Papa nos escreve.
Não guarde para vocês os dons e os talentos que Deus lhe deu. Se você fizer isto, você se tonará uma pessoa frustrada. É natural do músico se expor. Vá ao encontro das pessoas!
Se você canta uma canção, acreditando naquilo que você está cantado, a eficácia dela será maravilhosa. Não espere estar perfeito para servir, saiba que durante o seu percurso o próprio Deus vai lhe curar.

“Tocamos aqui um ponto essencial. Quem tiver notado em si mesmo esta espécie de centelha divina que é a vocação artística — de poeta, escritor, pintor, escultor, arquitecto, músico, ator… —, adverte ao mesmo tempo a obrigação de não desperdiçar este talento, mas de o desenvolver para colocá-lo ao serviço do próximo e de toda a humanidade. […]
A vocação diferente de cada artista, ao mesmo tempo que determina o âmbito do seu serviço, indica também as tarefas que deve assumir, o trabalho duro a que tem de sujeitar-se, a responsabilidade que deve enfrentar. Um artista, consciente de tudo isto, sabe também que deve atuar sem deixar-se dominar pela busca duma glória efémera ou pela ânsia de uma popularidade fácil, e menos ainda pelo cálculo do possível ganho pessoal.”
[Trecho da carta do Papa aos Artistas]

Seja fiel àquilo que Deus quer de você!
Lembre-se o belo salvará o mundo! “que a vossa arte contribua para a consolidação duma beleza autêntica que, como revérbero do Espírito de Deus, transfigure a matéria, abrindo os ânimos ao sentido do eterno!” [Trecho da carta do Papa aos Artistas]

 
Transcrição e Adaptação: Luana Oliveira

.:Ouça a música que o Luiz Carvalho cantou durante a pregação

 



Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600

 


Assista:

<

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo