O amor é exigente

Laércio Oliveira
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN
Hoje eu estou muito gripado, graças a Deus! Minha vontade era ficar em casa dormindo, mas Deus me chamou para vir aqui pregar. Essa situação me fez refletir sobre quando a gente tem que enfrentar a situação, mas não tem condições para isso. O amor tem várias linguagens, várias maneiras de se manifestar em nós. E uma delas é a “ralação”. Muitas vezes temos que aprender uma coisa sofrendo com ela. Quem não sai do seu canto, fica acomodado, não vive o amor.

Quem fica no conforto, como diria Jesus, ganha a vida; mas na verdade vai perdê-la. Quem amar vai se expôr, não tem outro jeito! Qualquer relacionamento humano, exigirá que alguém ceda. O amor é assim e precisamos deixar ser trabalhados. Quanto mais eu saio de mim, mas eu vou ser exigido.

Abra a sua Bíblia em Lucas 9, 37-50:

“No dia seguinte, descendo eles do monte, veio ao encontro de Jesus uma grande multidão. Eis que um homem exclamou do meio da multidão: Mestre, rogo-te que olhes para meu filho, pois é o único que tenho. Um espírito se apodera dele e subitamente dá gritos, lança-o por terra, agita-o com violência, fá-lo espumar e só o larga depois de o deixar todo ofegante.

Pedi a teus discípulos que o expelissem, mas não o puderam fazer. Respondeu Jesus: Ó geração incrédula e perversa, até quando estarei convosco e vos aturarei? Traze cá teu filho. E quando ele ia chegando, o demônio lançou-o por terra e agitou-o violentamente. Mas Jesus intimou o espírito imundo, curou o menino e o restituiu a seu pai. Todos ficaram pasmados ante a grandeza de Deus. Como todos se admirassem de tudo o que Jesus fazia, disse ele a seus discípulos: Gravai nos vossos corações estas palavras: O Filho do Homem há de ser entregue às mãos dos homens!

Eles, porém, não entendiam esta palavra e era-lhes obscura, de modo que não alcançaram o seu sentido; e tinham medo de lhe perguntar a este respeito. Veio-lhes então o pensamento de qual deles seria o maior. Penetrando Jesus nos pensamentos de seus corações, tomou um menino, colocou-o junto de si e disse-lhes: Todo o que recebe este menino em meu nome, a mim é que recebe; e quem recebe a mim, recebe aquele que me enviou; pois quem dentre vós for o menor, esse será grande.

João tomou a palavra e disse: Mestre, vimos um homem que expelia demônios em teu nome, e nós lho proibimos, porque não é dos nossos. Mas Jesus lhe disse: Não lho proibais; porque, o que não é contra vós, é a vosso favor”.

"Quem amar vai se expôr, não tem outro jeito!"
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN

Onde está a pedagogia do Senhor? Às vezes para saber quem é o Senhor e quem somos nós precisamos passar por determinadas situações que não entendemos. Os discípulos “pagaram um mico”, como dizem os jovens, nesta passagem. Às vezes Deus dá um “pega” na gente, ficamos com raiva e tudo. Mas o Senhor usa das pessoas para nos fazer aprender.

O amor é exigente, assim como seguir a Deus. Quando acontece uma provação, o Senhor quer que você cresça. Ele permite para você amar mais, o Pai não quer que você sofra; mas supere! A provação é na medida que você consegue superar.

No que é que você está sendo exigido hoje?
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN

Nós precisamos ser exigidos para crescer! No que é que você está sendo exigido hoje? Você está encarando ou reclamando? Nem Jesus fez o que quer, que dirá nós! Tudo é feito segundo a vontade de Deus. Agradeça ao Senhor pelas vezes que foi ou está sendo humilhado, pois é por meio dela que você vai crescer e experimentar o amor do Pai.

Transcrição e adaptação: Ariane Fonseca

Veja também:


Laércio Oliveira


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo