O Coração de Jesus é aberto e verdadeiro

Padre Joãozinho
Foto: Clarissa Oliveira / CN

Há mil modos de acolher alguém: um sorriso, braços abertos, ouvidos atentos, um gesto de solidariedade, uma cesta básica para quem está precisando, um copo de água para quem tem sede, dar um pouco de dignidade para aquela prostituta. Lembro-me de quando o saudoso padre Léo levou um travesti para nossa casa e começou a evangelizá-lo; foi um escândalo para a nossa escola, e nisso surgiu a Comunidade Bethânia. Surgiu de um gesto de acolhida. Quando temos coragem de fazer uma ação, o milagre acontece.

Jesus quando viu aquela multidão com fome, perguntou se alguém tinha algo para partilhar, acredito que muitos tinham e não lhe deram, mas aquele menino disse que tinha 5 pães e dois peixinhos, e o milagre aconteceu, milhares de pessoas puderam se alimentar. Hoje no Brasil o milagre pode acontecer por milhares de “meninos” que partilham o pouco que têm.

O Brasil tem por natureza um povo hospitaleiro, temos essa qualidade do Sagrado Coração de Jesus, somos terra de Santa Cruz. O Brasil não é somente um país de beleza natural, mas um país acolhedor, de portas abertas. Um coração manso significa um coração aberto, um coração divino, um coração aberto na cruz, um coração de portas abertas, um coração acolhedor. Quer ter um coração igual ao de Jesus, participe da Pastoral da Acolhida.

A maior urgência da nossa Igreja é acolher aqueles que se afastaram e também aqueles que nunca apareceram. Que bom se nossa Igreja tivesse uma pastoral do coração aberto. Que nossas paróquias sejam espaço de acolhida, que este acampamento do coração aberto nos ensine a formar comunidades misericordiosas, acolhedoras, pessoas que têm espaço interior.

A primeira leitura de hoje é um texto de acolhida, o profeta foi acolhido por aquela mulher, e ele disse que voltaria em um ano e ela estaria grávida. “Fica sempre um pouco de perfume nas mãos que oferecem rosas, nas mãos que sabem ser generosas.” E Jesus fala dessa acolhida no Evangelho: “Quem te acolhe, é a mim que acolhe”, “Quem der um copo de água aos meus discípulos, não ficará sem recompensa”.

Os discípulos de Emaús pediram a Jesus Ressuscitado: “Fica conosco, Senhor”, e no milagre da partilha do pão, enxergaram Jesus. Nós acolhermos a Palavra escutando-a, pois não basta ouvir com o ouvido, é preciso escutar com o coração. A palavra é uma semente, ela nasce, cresce e dá frutos. Você está sendo fecundado pela Palavra de Deus, você é terra.

"Quem está fecundado pela Palavra não precisa de muitas palavras, ele evangeliza pelo seu sorriso, pelos seus gestos"
Foto: Clarissa Oliveira / CN

:: Veja fotos no Flickr

Somos todos discípulos, estudantes do Sagrado Coração de Jesus. Crsito, com sua Palavra de vida e de luz, vai jogando semente em meu coração e daqui a pouco vejo frutos. Saiba aguardar o tempo de frutificação. Os frutos nascem à noite. Cuide para que nenhum passarinho venha comer sua semente, a que está no seu coração. A Palavra não é uma letra morta, é vida e em plenitude. É semente, quando menos se imagina ela nasce, e aparece um broto diferente, mesmo que você tenha uma certa idade. O Espírito Santo de Deus faz novas todas as coisas. Acolha os sacramentos e a Eucaristia. Exercite-se no sacramento da confissão, reze antes de se alimentar, em família. Convide as pessoas a dar as mãos e rezar um Pai-nosso.

Você não precisa amanhã vestir uma camisa com a imagem enorme do Sagrado Coração de Jesus para evangelizar, o maior testemunho que você pode dar no seu trabalho é sua pontualidade, eficiência, a santidade passa pela cordialidade. Você não precisa dizer às pessoas que Jesus as ama, um sorriso seu evangeliza. Dê lugar aos idosos no ônibus.

A promessa de Jesus é: “Estarei convosco até os fins dos tempos”. A primeira dimensão do Coração de Jesus é que Ele é uma porta por onde podemos entrar, e a segunda dimensão é da humildade, da reparação. O Coração de Jesus nos acolhe n'Ele e nos restaura. Ele que consertou cadeiras, quer consertar você. Ele consertou Pedro, João e outros discípulos, só não consertou um porque este lhe deu as costas [Judas]. Não dê as costas a Jesus! Vivemos o mistério da solidariedade espiritual, o mundo seria muito melhor se entendêssemos esse mistério, o da caridade e da verdade. O Coração de Jesus é aberto e verdadeiro, e nós colocamos fé nessa verdade, e queremos mudar o mundo com um civilização da verdade.

Que o Senhor nos ajude a transformar em verdade aquilo que cantamos:
“Conheço um coração tão manso, humilde e sereno.
Que louva ao Pai por revelar Seu Nome aos pequenos. Que tem o Dom de amar, que sabe perdoar,e deu a vida para nos salvar!
Jesus, manda Teu Espírito, para transformar meu coração”
.

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto


Padre Joãozinho


Sacerdote do Sagrado Coração de Jesus

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo