O encontro pessoal com Jesus

Padre João Marcos
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Eu quero fazer a você um questionamento: "Por que você participa da Santa Missa?". Será que é por ser um preceito da Igreja, porque os pais obrigam ou simplesmente por ser uma tradição de família?

Infelizmente, muitos não têm a real consciência da graça que é participar do Banquete Eucarístico. Um solo infértil não dá frutos, um coração fechado e duro não gera conversão; por isso não permita que a indiferença tome conta da sua vida.

Se soubéssemos a importância que o sacramento do batismo tem em nossas vidas, nós viveríamos de forma diferente. Um cristão que acolheu o chamado de Cristo para sua vida precisa corresponder com fidelidade.

Você, por acaso, já parou para refletir que, a cada Eucaristia recebida, é o próprio Cristo que permanece com você? Neste momento, você se torna sacrário vivo; por isso o local onde o próprio Cristo habita não pode ser tratado de qualquer forma.

Eu falo para você que é pai e mãe: não adianta querer obrigar seu filho a fazer catequese, ir à Santa Missa e receber o sacramento do crisma se você não é exemplo dentro do seu lar.

Os filhos seguem o exemplo daqueles que são referência para eles. Por isso, você não pode cobrar aquilo que não lhes dá.

Somente o encontro com Deus muda a trajetória da nossa vida. Se a sua vida continua sem sentido, é porque você ainda não colocou Deus nela.

A partir dessa amizade com Deus, somos capazes de acordar querendo ser melhores do que fomos no dia anterior.

O Senhor continua nos chamando, mas, talvez, as preocupações com as coisas desse mundo, o apego com os bens materiais nos impeçam de responder ao chamado.

"Não tenha medo de responder ao chamado de Deus", diz padre João Marcos.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Vimos, na leitura de hoje, que os convidados são chamados, mas não dão a menor atenção, pois acreditavam que era apenas mais um casamento.

Esse é justamente o risco que corremos, de tratar a Santa Missa apenas como mais uma, de olhar para a Eucaristia como apenas mais uma ou viver a experiência de encontro apenas como mais uma.

Precisamos desejar viver cada momento junto de Deus como se fosse o nosso último. Aqui começa uma preparação para o encontro definitivo com o Senhor e você não pode perder mais tempo.

Como está a nossa pregação e a nossa confiança na misericórdia do Senhor? Não existe pecado capaz de nos separar do amor de Deus, por isso queira ser d'Ele hoje.

Muitos são chamados por Deus, porém, poucos se deixam escolher por Ele. Coloque-se à disposição de Cristo, pronto para responder Seu chamado, porque aquele que tem um coração dócil ao Espírito Santo jamais ficará sem a Sua recompensa.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Padre João Marcos Polak


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo