O Espírito Santo é o beijo de Deus

Quando estamos cheios do Espírito Santo estamos, na realidade, recebendo o abraço de Deus. Quando temos uma experiência com este Senhor tudo em nossa vida muda. É impossível receber o Espírito do Senhor sem que aconteça uma mudança radical dentro de você.

As duas coisas que ficaram para trás em minha vida foram o medo e a solidão. A primeira libertação, que recebi de Deus, foi a libertação de meus medos. Percebi que eu tinha medo do Único de quem eu não deveria ter: o Senhor. Ele sempre me amou. Não era a Deus a quem eu precisava temer.

Ouça: \”O Espírito Santo nos defende de nós mesmos…\”

Este é Deus: Alguém que tomou posse de meu coração, Alguém que foi capaz de me defender até de mim mesmo. Às vezes, a nossa própria consciência nos tortura por causa de nossos erros. Ter consciência deles, muitas vezes, chega a nos travar, mas quanto a essa situação a Palavra de Deus nos ensina que contra toda acusação Ele está conosco.

Quando reconhecemos nossas fraquezas, Deus vem nos defender. Não tenhamos medo! O que você fez de errado importa? Sim, importa, mas não é o suficiente para afastá-lo do Senhor.

Quando Davi compôs o Salmo 31, que é uma oração belíssima, ele tinha experimentado isso, pois ela nasceu de uma vivência.

Veja bem uma coisa, Deus não só perdoou o pecado, mas perdoou também a pena deste pecado. Pena é a conseqüência, fruto do mal que fizemos e que se levanta contra nós. Mas o Senhor nos tirou até mesmo esta pena, esta conseqüência.

É aos necessitados que Deus atende e acolhe. Ele está envolvendo-nos, hoje, na alegria de Sua salvação. Ponha para fora de sua vida toda tristeza! Que ela vá aos pés da cruz, pois o Deus que o ama também o chama a se envolver na alegria de Sua salvação.


Devemos invocar o Espírito Santo até que Ele venha e quando Ele vier precisamos parar de invocá-Lo. Quando O acolhemos, começamos a nos entusiasmar com Sua presença.

Quando falamos de contemplar, falamos de ser como uma criança que pára, olha e observa, e que por isso consegue ver as maravilhas das coisas que deixamos passar despercebidas em nossas vidas. Precisamos nos admirar da presença do Senhor, que está no meio de nós e dizer: \”Nós Te admiramos, Senhor, pois Tu és o nosso Amigo!\”

Bendito seja Deus por sua amizade com o Espírito Santo! Ele é este grande Amigo que sempre o acompanha. Ele é o Paráclito, palavra grega que para ser entendida em nosso idioma, o Português, é preciso que seja traduzida em três palavras: intercessor, defensor e consolador.

O Espírito Santo se compromete conosco e nos consola. Ele é muito mais que um Advogado.

\”Dá-te bem com muitos, mas escolhe para conselheiro um entre mil\”. (Eclo 6, 6)
Ouça: \”Não existe felicidade sem santidade…\”

Qualquer amigo, que você encontre neste mundo, um dia, irá decepcioná-lo. Talvez ele o engane, o traia, lhe negue socorro, mas o Espírito Santo nunca vai decepcioná-lo!. Aliás, toda amizade é fruto do Espírito Santo, é Ele quem a dá.

Aqueles que são cheios do Espírito Santo de Deus possuem dons de cura, têm a coragem de dar a vida por Jesus e de morrer por Seu Evangelho. É a força d\’Ele que dá ao homem a capacidade ver além de suas dificuldades.

Homens e mulheres de Deus não são comuns, pois são cheios deste Espírito. Ele é seu Amigo antes mesmo de você existir. Antes mesmo que sua mãe o conhecesse, Ele já o conhecia. O Espírito de Deus o ama, hoje, o ama agora, e mais: o amará mesmo se você for para o inferno.

A consolação d\’Ele é verdadeira, é perfeita e é proporcional. Verdadeira porque Ele consola onde realmente precisamos: a nossa alma.

\”Recomeçamos a fazer o nosso próprio elogio? Temos, acaso, como alguns, necessidade de vos apresentar ou receber de vós carta de recomendação? Vós mesmos sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens. Não há dúvida de que vós sois uma carta de Cristo, redigida por nosso ministério e escrita, não com tinta, mas com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, em vossos corações. Tal é a convicção que temos em Deus por Cristo\”. (2 Cor 3, 1-4)

Este consolo se escreveu em nós para que aqueles que estão à nossa volta pudessem vê-Lo em nós.

Transcrição e áudios: Claudenilson José
Fotos: Paulo Sérgio


Adquira esta pregação em CD ou VHS
Ligue: (12) 3186-2600



Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo