O justo vive da fé

Rezamos agora de manhã com a música da Salette "Deus cuida de mim, mesmo que eu não sinta, mesmo que eu não perceba". Nós estamos neste Acampamento de cura e libertação, e uma coisa que o tentador muito faz conosco é nos levar a um sentimento de que Deus não cuida de nós, de que Deus está longe, que se afastou completamente. E a tendência, quando nós nos sentimos desta forma, é de abandonarmos a Deus.

OUÇA esta pregação na íntegra

Mas, hoje, nós precisamos sair daqui com a nossa fé aprimorada. Eu preciso aprimorar a minha fé e tomar posse daquilo que Deus faz na minha vida. Mesmo que eu não sinta, mesmo que eu não veja, eu não posso abandonar o meu Senhor.

Este livro da Bíblia, Habacuc, é um pouco desconhecido, mas eu quero neste momento meditá-lo junto com você para que você não abandone a Deus nos momentos difíceis da vida. Porque por situações difíceis nós vamos passar. Não é porque eu aceitei a Deus que eu não vou mais passar por situações difíceis.

(Habacuc 1,2) Este profeta passou pela mesma situação que você deve estar passando. O povo de Israel sempre passou por grandes dificuldades, e o profeta Habacuc começa assim: "Até quando, Senhor, implorarei sem que escuteis?" Aqui se chama o silêncio de Deus. E quando alguém está passando por situações de morte, de perda, de calúnia, onde está Deus?

Se hoje Deus está fazendo silêncio na tua vida, saiba que o Pai também silenciou com Jesus quando Ele estava na cruz e dizia "Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?".

Mas veja o que responde o profeta Habacuc: "Vou ficar de sentinela, e postar-me sobre a trincheira; vou espreitar o que vai me dizer o Senhor, e o que ele vai responder ao meu pedido" (Habacuc 2,1).
Nós ficamos ansiosos e não conseguimos ouvir a voz de Deus. Mas nós temos que fazer como o profeta Habacuc.

Não quer dizer que Deus atendeu rapidamente ao profeta. Eu preciso me colocar na atitude de sentinela. Eu vou rezar e dizer para a minha alma: "Acalma-te, alma minha, espera que o Senhor vai falar".

Na hora em que você estiver passando por tribulação, vá lá ao livro do profeta Habacuc.

Ele está dizendo assim: "Acalma-te, Habacuc. Eu estou vendo o que está acontecendo, fique calmo!" Pois o nosso Deus não é o Deus do sofrimento. O nosso Deus é bom, este mundo é que é só maldade, e muitas vezes nós acabamos nos revoltando contra Deus e não contra o causador de todo o mal.

"Mas, se tardar, espera-a, porque ela se realizará com toda a certeza e não falhará" (capítulo 2,3)

Se você diz para Deus: "Meu Senhor, até quando eu vou viver isso?" Isto não é murmuração, isto é oração de quem está sofrendo. E o Senhor responde: "Espera-a, porque ela se realizará". "Eis que sucumbe o que não tem a alma íntegra, mas o justo vive por sua fidelidade". (capítulo 2,4)

Saiba que a tua confiança está em Deus que não vai falhar, porque o justo vive pela fé. Viver da fé não é dizer "Senhor eu quero um copo d'água", e a água cair na sua boca. Isso não é ter fé. Ter fé é esperar na tribulação e não desistir, pois o justo acredita. O mundo precisa de testemunhos assim.

Versículo 20: "Mas o Senhor reside em sua santa morada; silêncio diante dele, ó terra inteira!"

Nós, diante da tribulação dizemos: "Ele está vivo. Ele é o Rei dos reis". A tentação vem, mas você diz: "Deus não vai me deixar nesta situação, porque Ele é o Rei dos reis, Ele é o Senhor de tudo".

(Capitulo 3,3) Diante da tribulação, olhe para o céu, para o ar, para as árvores, porque enquanto os bem-te-vis estiverem cantando, significa que Deus está reinando. O salmo 33 diz que os olhos de Deus estão sempre voltados para mim, para você. A glória de Deus se enche por toda a terra! Não podemos nos deixar influenciar pelo inimigo.

Deus veio habitar no meio de nós, há 2007 anos. Aconteceu "noite feliz".

Você está entendo que nós não estamos sozinhos, que Ele nasceu em Belém, e Ele nunca vai nos abandonar. Ali quem está naquela manjedoura é uma criancinha sim, mas é um Rei revestido de uma criança.

Se o justo vive pela fé, mesmo que falte comida na minha casa, mesmo que a enfermidade me atingir, mesmo que tudo isso acontecer em minha vida, eu não abandonarei o Senhor.

Assim como Paulo: "Quem me separará do amor de Cristo?" Nada, nada me separará, eu serei de Deus até o fim.

Eu mesmo ficarei firme no Senhor, não O abandonarei, até a morte eu serei fiel, pois sei em quem eu pus a minha confiança. A minha confiança está no meu Senhor. E mesmo se tardar, eu esperarei, porque aquele que é justo vive pela fé.

E quando alguém vier jogar na sua cara, que sua vida esta um inferno, diga a ela: "O justo vive pela fé, porque o meu socorro virá do Senhor, que fez o céu e a terra. Ele derruba as montanhas que estão a minha frente".

Transcrição: Célia Grego
Fotos: Natalino Ueda


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo