O mandamento do amor

Padre Bruno
Foto: Fotos CN / Wesley Almeida
: Leia a liturgia de hoje

A maior revolução é viver o amor, o verdadeiro amor que vem do Senhor. A felicidade não é a ausência de sofrimentos, mas sim, a superação deles. Como está o seu coração? Está intacto ou em pedaços? Precisamos nos doar aos outros e isso fere o nosso coração, por isso, prefira o coração em pedaços.

A liturgia de hoje precisa ser vivida diariamente em nossas vidas. Aquele que ama a Deus, ama também o seu irmão. Como dizemos que amamos a Deus, que não vemos, e não amamos aos irmãos? A maior prova de amor a Deus é amar o irmão que está do seu lado.

Onde há amor, não há ódio. Precisamos começar, na nossa família, amando nossos pais e irmãos de sangue. O amor precisa ser bem compreendido. Amar não significa um mundo de paz. Haverá incompreensões, brigas, lutas. Aquele que ama a Deus, ama também o seu irmão.

Hoje somos convidados a amar. Não podemos guardar os mandamentos no bolso, mas sim, no coração e fazê-los vivos. 'Quem ama conhece a Deus', diz a música. Essa verdade precisa ser levada para a sua casa.

O primeiro mandamento é “Amar a Deus sobre todas as coisas”. Será que, verdadeiramente, nós estamos amando a Deus sobre todas as coisas? Precisamos parar e pensar. Será que não colocamos outras prioridades na frente? Todas as coisas são todas as coisas, como diria o nosso pai fundador, monsenhor Jonas Abib.

Precisamos aprender a viver o verdadeiro amor. Amar é dar sem querer nada em troca. Hoje, estamos em um ano novo, quantas coisas precisamos colocar como meta para 2009? Vai ser fácil cumpri-las? Não, mas temos fé. A felicidade não é a ausência de problemas e dificuldades.

'Você quer ser feliz? Ame a Deus sobre todas as coisas'
Foto: Fotos CN / Wesley Almeida

A revolução Jesus, que tanto precisa ser vivida no mundo, começa na busca do amor. Mas é o amor que não é sexo, que não está nas coisas, mas sim o que se doa e se entrega. Eis a maior prova de amor!

Meu amigo e minha irmã, não é fácil amar, mas com Jesus você consegue. O amor cristão tem sua origem em Deus, Aquele que nos amou em primeiro lugar. Qual é a resposta que eu estou dando a esse verdadeiro amor?

Amar a Deus é observar e cumprir os mandamentos d'Ele. Precisamos ter fé, acreditar mesmo sem ver. A promessa de Deus se cumpre em quem escuta e acolhe a Palavra d'Ele. Este ano precisa ser o ano da Palavra de Deus, de rezar em família e com os amigos. Isso é ser um revolucionário do Senhor!

Vitória é o que vem depois da cruz. O "jovem revolução Jesus" precisa viver a Palavra em meio às tribulações, onde tudo é o contrário. Precisamos da Sagrada Escritura em nossas vidas, pois só assim viveremos o verdadeiro amor.

Você quer ser feliz? Só basta uma coisa: ame a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a você mesmo. Se vivermos esses dois mandamentos neste ano eu tenho certeza de que seremos grandes revolucionários. Em um mundo de tanto consumismo, guerra e egoísmo, o que mais precisamos é viver o amor.

Transcrição e adaptação: Ariane Fonseca


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE
(12) 3186 2600



Padre Bruno Costa


Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo