O martírio da verdade

Queremos ser testemunhas da verdade, mas, para sermos testemunhas dela, devemos ser transparentes. A voz que anuncia a Palavra de Deus deve ser pura e limpa, porque senão esta não pode ser transmitida. Se queremos ser testemunhas da verdade, devemos ser um com ela; sobretudo, devemos ser santos. A santidade é uma exigência de quem quer ser um martírio da verdade, de quem quer anunciá-la ao mundo. Não podemos anunciá-la se não estamos unidos a Deus, porque, desse modo, nosso falar [de Deus] seria pura ideologia.

O Cristianismo não é a defesa de uma ideia, tampouco um conjunto de normas morais. O Cristianismo é o encontro com uma Pessoa: com Nosso Senhor Jesus Cristo. E só poderemos nos encontrar com Ele se tivermos um encontro pessoal com Ele. É necessária uma grande “cruzada” no mundo pela santidade, porque, muitas pessoas querem anunciar a Deus sem estarem unidas a Ele.

Deus está em nossos sacrários e em nossos altares, porque Ele deseja habitar em nossos corações. Por isso precisamos buscar oração contínua e deixar transbordar na nossa alma o amor pela oração e pelo estudo, porque só fala da verdade quem está cheio dela.

:: Ouça a homilia na íntegra

Assista trecho da homilia:

 


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600



Padre Demétrio Gomes da Silva


Sacerdote da Arquidiocese de Niterói – RJ

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo