O Pai quer te curar

“Portanto, ninguém ponha sua glória nos homens. Tudo é vosso: Paulo, Apolo, Cefas, o mundo, a vida, a morte, o presente e o futuro. Tudo é vosso! Mas vós sois de Cristo, e Cristo é de Deus.” 1 Coríntios 3,21-23

Precisamos entender que tudo neste mundo pertence a Deus. Pertencemos a Deus, mas em nós existem muitas coisas que ainda não estão sob o senhorio dEle.

Vemos tantos países em guerra e o mundo nunca esteve tão rico em tecnologia como hoje.
Quando eu era seminarista, mandava uma carta para minha família e esta levava 21 dias para chegar à casa dos meus pais. Hoje, com um clique do mouse você pode se comunicar com pessoas em qualquer lugar no mundo.
A modernidade aproxima as pessoas, mas também nunca foi tão fácil destruir pessoas simplesmente apertando alguns botões.

Nem tudo está sob o senhorio de Deus. Muitos me perguntam “Padre, porque as coisas não dão certo para mim?”

Eu estava celebrando em certa cidade e logo depois da missa, uma criança de cinco anos de idade procurou-me e perguntou “O senhor falou que Deus é amor, que Deus é pai e cuida da gente. Então, porque o meu pai largou a minha mãe e eu?”

Hoje mais do que nunca o mundo tem saudades de Deus. Pertencemos a Ele, mas temos saudades dele.

Deus não é mau e não se esqueceu de você. Ele se preocupa com a sua situação, com o seu sofrimento. Se algo não está dando certo, a culpa não é dele.

Quando Deus criou Adão e Eva, os pensou para viver sem doença, sem luto ou lágrimas. Mas aconteceu que Eva se encontrou com a serpente. Toda grande desgraça começa quando ouvimos o mal. Quando ela começou a conversar com a serpente a maldade entrou no seu coração. (confira Gênesis, capítulo 3)

Não podemos nos esquecer de que existe alguém que quer atrapalhar, que se infiltra nas famílias, nas grandes decisões do mundo. Este é o inimigo de Deus, não se esqueça que ele existe. A última frase da oração “Pai nosso”, diz “livrai-nos do mal” porque é real a presença do mal no mundo.

Mas Deus não deixa de te amar por causa do seu pecado ou do mal.
No Antigo Testamento, percebemos que sempre deram a Deus títulos supremos como “Leão da Tribo de Judá”.
No momento em que Jesus ensinou aos discípulos a orar, ele chamou a Deus de Pai. Jesus nos mostrou Deus com um título de Pai.
Muitos de vocês não tiveram um bom relacionamento com seu pai, mas Jesus quis lhe mostrar um Pai que se preocupa com você.

Todo pai sonha coisas maravilhosas para seus filhos.
No coração dele tem um plano de amor para você. Deus não o criou para sofrer, mas para ser feliz, porque ele é seu pai. Porém, preste bem atenção: a felicidade não cai do céu, depende de uma decisão nossa.

Deus é poderoso para transformar as situações da sua vida que não deram certo, em ocasiões para alcançar frutos e bênçãos na sua vida.

Jesus nos ensinou a chamar a Deus de paizinho.Quero convidar você a fazer as pazes com Deus, talvez você está hoje buscando uma última resposta. Converse com o Pai, mesmo que você esteja acostumado a se dirigir apenas a Jesus na oração. Peça ao pai do céu para sondar as suas feridas.

Só Deus é capaz de lhe fazer sorrir, mesmo na dor. Só Ele é capaz de te fazer louvar mesmo na dor.

Transcrição: Tatiana Gomes
Fotos: Paulo Sérgio


Padre Delton Filho


Sacerdote da Comunidade Coração Fiel

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo