O sentido para o nosso sofrimento é Jesus

Júlio Cézar
Foto: Wesley Almeida
"Chamou, então, a multidão, juntamente com os discípulos, e disse-lhes: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”! Pois quem quiser salvar sua vida a perderá; mas quem perder sua vida por causa de mim e do Evangelho, a salvará. De fato, que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, se perde a própria vida? E que poderia alguém dar em troca da própria vida? Se alguém se envergonhar de mim e de minhas palavras diante desta geração adúltera e pecadora, também o Filho do Homem se envergonhará dele, quando vier na glória do seu Pai, com seus santos anjos'." (São Marcos 8, 34-38)

Naquele tempo, a multidão esperava pelo messias glorioso que traria a libertação do sofrimento ocasionado pelo governo do Império Romano. Jesus disse: "Continua comigo, mas não trarei a paz."

O Senhor não veio trazer a paz que o povo esperava, nem a libertação política e a salvação do pagamento de impostos, mas a restauração do coração que se concretiza a partir do seu "sim".

Se você está sofrendo, encontre o sentido de Jesus, da renúncia que vem do coração d'Aquele que se encontrou verdadeiramente com Deus. Santo Agostinho questionou Santo Ambrósio: "Como encontrar a verdade em um homem?" A resposta de Santo Ambrósio foi: "Nenhuma pessoa encontra a verdade, mas é a verdade que encontra a pessoa. e a verdade é o encontro com Deus”.

A felicidade não está em você, mas em Cristo que está dentro de você. Para viver com Cristo e em Cristo é necessária a renúncia. Deus não é uma ideia que nos foi imposta, mas uma pessoa que se faz presente no meio de nós. É aquele que se entregou e nos convida a fazer o mesmo.

"O sentido para o nosso sofrimento é Jesus. Ele caminha com você pelas atribulações."
Foto: Wesley Almeida

O sentido para o nosso sofrimento é Jesus. Ele caminha com você pelas atribulações. O Senhor nos fala que a vida de oração é de entrega total. Não devemos amar o sofrimento, mas ele é inevitável. Somos limitados e no dia a dia vamos nos esbarrar em nossos limites, que é o sofrimento.

Jesus passou pela dor, pela humanidade. Você quer ser um cristão? Sofra as demoras de Deus, pois nem sempre escutamos a Sua voz. Enquanto estivermos no mundo, sofreremos; mas é necessário encontrar o sentido da dor, que não está no "eu", mas na doação. Temos a cruz de cada dia, e a sua santificação está em suportar. O Senhor é aquele que nos dá forças para suportar o sofrimento.

Quando o sofrimento chegar, se Cristo não estiver à nossa frente, perderemos o sentido da vida. A felicidade não é uma coisa, é Cristo. Muitas pessoas querem morrer, porque não encontraram a felicidade. Tenha a certeza de que Deus não se cansa de ir ao seu encontro. Em meio às dificuldades, vale a pena se cristão.

"Em nossos limites encontramos o Pai."
Foto: Wesley Almeida

Em nossos limites encontramos o Pai. O sinal da cruz significa "Eu pertenço ao Senhor e vou com Ele até o fim!" Ganhamos a vida quando a entregamos nas mãos de Jesus. Não há renúncia sem um profundo encontro com Cristo.

Onde está o sentido da sua vida? No seu egoísmo? Deus nos chama a sair do nosso egocentrismo. A cruz não é o fim, mas a ressurreição que podemos vivenciar a cada dia. A alegria verdadeira é o sinal de que encontramos com o Senhor. Não estamos sozinhos, pois Deus está conosco e nos sustenta.

Transcrição e adaptação: Thaís Capucho


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Júlio Cézar


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo