O trabalho que produz salvação

Padre José Augusto
Foto: Flávio

Na primeira leitura o povo se questiona: “- De onde vêm a sabedoria dele e o poder que ele tem para fazer milagres? Por acaso ele não é o filho do carpinteiro?” (Mt 13,55). Até então Jesus não tinha se revelado, então se questionavam: “ele não é filho de José, o carpinteiro?”, o que entendemos é que estavam menosprezando a profissão de José, mas na verdade eles não queriam aceitar Jesus. Eles apontavam a profissão de São José, mas a missão de São José não era ser carpinteiro, era cuidar do filho do criador do Céu e da Terra. o Senhor que criou cada coisa se sujeitou a ser um homem como nós para ser cuidado por homem como nós.

As coisas que fazemos aqui na terra, independente do fazemos, tem que ter como meta os bens prometidos, a vida eterna, a nossa salvação. Precisamos pedir a Maria os prêmios prometidos, a vida eterna, que o Senhor Jesus Cristo teve o trabalho de nos dar.

Os trabalhos no tempo de Jesus eram: “Ele viu dois barcos à beira do lago; os pescadores tinham descido e lavavam as redes.” (Lucas 5, 2). Pescadores, era uma profissão do tempo de Jesus. Jesus disse a Pedro que ele não seria mais pescador de peixes e sim de homens.

Outra era: “Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho, e os pássaros vieram e as comeram.” Mt 13,4. Semeadores, agricultores, tinha os carpinteiros,pedreiros “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática é como um homem sensato, que construiu sua casa sobre a rocha.” Mt7,24. Tinha os pedreiro.

Tinha outras profissões, médicos. “Estava aí uma mulher que havia doze anos sofria de hemorragias e tinha padecido muito nas mãos de muitos médicos; tinha gastado tudo o que possuía e, em vez de melhorar, piorava cada vez mais.” Mc5,26

Tinha também cobrador de impostos, fabricador de tendas, mas tinha uma coisa nos judeus que não podemos perder, eles trabalhavam, mas trabalhavam para Deus, todos os sábados eles estavam na sinagoga, agradecendo a Deus pelo dom que Deus deu para eles. Eles iam para adoração, pois o centro da vida deles era Deus.

Nós vemos muitas pessoas que rezam, fazem novena pra arrumar emprego e depois esquecem Deus, esquecem que o primeiro trabalhador foi o próprio Deus, Ele trabalhou para criar o mundo e mais, Ele criou você. Você é fruto do trabalho de Deus. Deus é o grande trabalhador, o grande patrão te criou, não podemos nos esquecer de Deus. Precisamos agradecer a Deus, por tudo, até pelo desemprego. Os religiosos precisam agradecer a Deus pelo trabalho de levar o evangelho. O maior trabalho é o de levar o evangelho. Tem muita gente que acha que padre não trabalha, padre trabalha. Padre é igual médico, se ele não se vigia, ele trabalha o tempo todo, “nasceu, morreu, vai lá o padre”. Que o seu trabalho seja um trabalho para Deus. O seu patrão tem nome é Jesus cristo. É para Ele que você trabalha, não se esqueça disso!

Precisamos parar diante d'Aquele que deu o trabalho para nós. Tem gente que trabalha de domingo a domingo, não tem tempo nem de ir na missa, precisamos guardar o dia de domingo, o dia do Senhor, talvez você não seja os que esquecem, mas tem muita gente que esquece.

Padre José Augusto
Foto: Flávio

“Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem. Se o Senhor não guardar a cidade, debalde vigiam as sentinelas”. Salmo 126. Quantas famílias foram destruídas porque o pai só pensa em trabalhar? Quantas crianças se tornam rebeldes porque a mãe só pensa em trabalhar? Quantos casais não tiveram filhos, pois pensam eu tenho que trabalhar primeiro, e quando sabem que ficou grávida? É um transtorno da casa e tomam um remédio para expelir, porque o trabalho se tornou o centro. Deus quer que o homem trabalhe, mas quando o trabalho se torna o centro, para somente ficar rico, Jesus faz uma advertência sobre isso.

Aqueles que trabalham, trabalham e acumulam e dizem que não tem para ajudar quem precisa, para aqueles que só querem se enriquecer, que vivem só para isso, Jesus tem uma advertência: Cuidado se você só pensa em trabalhar, pois Deus pode te chamar hoje mesmo. Cuidado para você não entrar na armadilha do inimigo de que o trabalho é tudo e esquecerem do nosso Deus. Deus diz que nós somos pó, que mal, mal nossa vida dura 80 anos. Mas ficamos perdidos e esquecemos que nossa vida tem um Deus, até os padres podem se esquecer de Deus, ficam preocupados em construir capelas e não tem tempo para rezar, para atender, se tornam um pedreiro em vez de um sacerdote. Jesus sempre se retirava para estar com o Pai, o trabalho de Jesus não era fácil, de dia ele atendia o povo e de noite ele subia ao monte para rezar, era trabalho e rezar. Rezem e trabalhe, não só trabalhe, domingo é dia de receber nosso Senhor Jesus Cristo, para adquirirmos forças para as lutas do dia-a-dia.

Quem tem que estar no centro de nossa casa, é Jesus, pois tudo em nós depende d'Ele, não se esqueçam, Ele tem que estar no centro da nossa casa, se não está, Ele precisa estar. Recorram a Virgem Maria para isso, pedindo para ela cuidar do vossos filhos, para não entrarem na onda desse mundo, pois eles precisam entrar na onda de Jesus cristo, o Senhor. Soe para dar o diploma para eles, mas soe também para dar Jesus Cristo.

O trabalho real de Jesus foi levar o Pai para o coração do povo, Jesus só trabalhava para isso, andava de Nazaré a Jerusalém, duas horas e meia de carro, calcule quanto tempo ele gastava a pé. Na cruz Ele diz: “tudo está consumado”,acabei o meu trabalho. Ele deu a salvação a nós, ele gastou todo o seu sangue por nós. Não se esqueçam trabalhadores, todo tipo de trabalhador, não se esqueçam que Jesus trabalhou, veio a terra para dar a salvação a vocês.

Trabalho por trabalho leva a perdição, trabalho com Deus leva a salvação. Trabalhar com Deus é colocar Deus no trabalho. Quantos problemas seriam resolvidos se deixássemos Deus ser Deus.

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo