Obedecer à autoridade da voz de comando do Senhor

Padre Edimilson
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
O Evangelho de hoje é cheio de pequenos detalhes importantes para o tempo que vivemos. Podemos ver que a forma com que Jesus fala com Seus discípulos é atraente, capaz de tocar os corações mais duros.

Milhares de pessoas se aglomeravam a ponto de Jesus precisar ir até uma barca e, de lá, falar com eles, pois só assim conseguiria alcançar todos os presentes.

Na passagem de hoje, vemos Pedro, João e Tiago, os quais poderiam ser considerados, hoje, três pescadores profissionais, acostumados a trabalhar naquele mar. Mas, naquela noite, jogaram as redes de todas as formas e não conseguiram pescar nada.

De repente, aproxima-se deles Jesus, que era Filho de carpinteiro, e pede que Pedro, um experiente pescador, jogue as redes do lado direito, logo depois de uma noite de fracasso.

A primeira reação, em sua situação dessa, pelo menos a nossa reação, seria dizer que não se metesse, pois Ele não sabia nada de pescaria e já haviam tentando a noite toda, que é a melhor hora para a pesca.

Porém, Pedro é dócil ao pedido de Jesus e, mesmo cansado e frustrado, joga as redes. A surpresa de Pedro é que o resultado da sua obediência é a pesca mais produtiva da sua vida, a qual foi repartida até com outros pescadores, pois não era capaz de recolher todos os peixes sozinho.

Sabe qual foi o diferencial das duas pescas? Primeiro, a presença de Deus no barco; segundo, a obediência de Pedro. Será que, hoje, você tem colocado Deus em todas as coisas que faz e, principalmente, tem sido dócil ao que Ele lhe pede?

Em que direção você precisa lançar as suas redes? Não importa se é o seu casamento, o seu emprego, a sua faculdade ou as suas amizades que você precisa pescar, pois quem está à frente deste barco é o próprio Jesus Cristo.

Se Pedro tivesse se apoiado apenas naquilo que já conhecia, ele não teria feito a experiência da pesca milagrosa. Este é o preço que paga alguém que prefere a soberba à obediência.

"A obediência e a confiança em Deus geram muitos frutos", ensina padre Edimilson.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Tudo na Canção Nova é fruto da confiança e da obediência do monsenhor Jonas Abib em Deus, pois para que isso fosse possível, ele precisou se abandonar em Deus, deixando uma congregação, irmãos e qualquer tipo de conforto que ele tinha.

Jesus, quando pede para Pedro tirar o barco da superfície e ir para águas mais profundas, pede para que o apóstolo deixe a superficialidade da sua vida e vá além, pois era preciso pescar as almas que estavam distantes.

Não importa qual o seu conhecimento sobre pesca, seja pescando com vara ou com rede, você só precisa acreditar e submeter-se à Palavra do Senhor. Do seu 'sim' o Senhor é capaz de fazer muitas maravilhas.

Se você deseja ir para águas mais profundas, também precisa aceitar desafios, como dobrar os joelhos em adoração ao Santíssimo Sacramento, fazer a oração do Santo Terço e, principalmente, o jejum. Se soubéssemos o poder que isso tem, seríamos uma Igreja que jejuaria sempre.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Padre Edimilson Lopes


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo