Odres novos no encontro com Cristo

Padre Roger Luis
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Durante todo o dia de hoje, fomos convidados pelo Espírito a fazermos a experiência de encontrarmos o Cristo. O povo de Israel relatado na primeira leitura estava sem esperança, pois não obedeceram à Palavra e sofreram as consequências disso.

Colocando-nos no lugar deste povo que não tinha lugar para adorar ao Senhor, vemos que apresentavam dificuldades de recuperar a esperança diante da ruína da Casa de Davi. No coração deste povo existia a lembrança da promessa de Deus, mesmo estando longe da prática da fé e humilhados, diante disso precisavam ter esperança. Somos tentados a viver sem esperança como este povo. Muitas vezes, não acreditamos que na dor que vivemos, podemos encontrá-la, durante a provação ficamos desesperados e não encontramos a Deus. Onde está Deus diante dos meus sofrimentos?

Sabemos que “A esperança não decepciona” Rm 5,5 e o desejo de Deus é que sua promessa seja cumprida por meu de seu Filho Jesus, pois as promessas de Deus são bem maiores do que nossas expectativas. Se acreditarmos nisto, por que ainda nos desesperamos? Precisamos dar um passo concreto em nossa vida e não podemos desistir. A maior tentação que o inimigo nos faz é acreditar que nada tem mais jeito, mas em Cristo precisamos que Ele realiza os impossíveis. Deus cumpre a profecia de Amós em Lc 1, 36 “Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.”

“A esperança não decepciona” Rm 5,5
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Precisamos colocar em Deus a nossa esperança, o encontro com o Cristo nos leva a fazer parte deste povo que não perde a esperança. Aquele que se encontra com o Cristo não nunca desiste! Mesmo diante dos sofrimentos e nas decepções que vivemos, quer em nossa comunidade, quer em nossa casa, não podemos desistir, somos predestinados ao Céu. “Nele, Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor. Conforme o desígnio benevolente de sua vontade, ele nos predestinou à adoção como filhos, por obra de Jesus Cristo, para o louvor de sua graça gloriosa, com que nos agraciou no seu bem-amado.” Ef 1, 4-6

Muitas vezes, o vinho da alegria é perdido pela falta de fé. Não podemos permitir que o vinho da alegria que é pertencermos ao Corpo de Cristo, seja transformado em vinagre. Se nós permitirmos que a tentação nos leve a enxergar somente o lado negativo, perdemos a esperança. A sua esperança é o Senhor, você precisa confiar e colocar a sua fé nesse Deus que é fiel para cumprir suas promessas, tenha a coragem de colocar sua confiança em Deus. Nós somos os escolhidos para sermos os primeiros a colocar a esperança em Cristo. Os discípulos de Jesus tinham a promessa encarnada em suas vidas. Já, os discípulos de João não entendiam isso, pois não haviam feito a experiência com o Cristo.

"Só teremos uma vida nova, se nós formos amigos do Senhor," afirma o padre
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Jesus veio trazer a nova mensagem que não cabe na antiga. Mas, Ele não aboliu o que era antigo. Na nova mensagem, Jesus trouxe a misericórdia, e é por isso que o nosso coração deve sempre estar aberto à novidade do Espírito e isso precisa acontecer diariamente, não parou no nosso encontro pessoal com Jesus, mas deve ser encarnado em nossas vidas todos os dias. “Portanto, se alguém está em Cristo, é criatura nova. O que era antigo passou, agora tudo é novo.” II Cor 5,17

No Cristianismo a mensagem é sempre nova. Quem nos capacita a sermos odres novos é o Espírito Santo. Precisamos ser amigos de Jesus. O encontro com o Cristo deve nos levar a amizade com Ele. Só teremos uma vida nova, se nós formos amigos do Senhor. O Papa Bento XVI, em uma de suas catequeses disse, o encontro cotidiano com o Senhor permite-nos abrir o nosso coração para vivermos e fazer a experiência com o Oásis da paz.

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo