Olhai como Jesus olhou

Lúcio Domício
Foto: Wesley Almeida/ Cancaonova.com

Pela vinda de Nosso Senhor, pela Sua Ressurreição, nós queremos que a nossa fé seja viva. É justamente por isso que devemos ter a esperança de que Jesus Ressuscitado irá fazer uma mudança em nossa vida. Ele é a nossa fé viva!

Jesus pode realizar o que queremos para nós, e não importa se é algo material ou uma necessidade física, pois o Senhor está vivo e pode realizar milagres! Nosso Senhor sabe de tudo o que precisamos, mesmo quando não Lhe falamos. Ele vê tudo e pode fazer tudo por nós! Jesus nos escolheu para uma missão: sermos testemunhas da Sua Ressurreição, anunciar que Ele voltou.

''Pedro e João iam subindo ao templo para rezar à hora nona. Nisto levavam um homem que era coxo de nascença e que punham todos os dias à porta do templo, chamada Formosa, para que pedisse esmolas aos que entravam no templo. Quando ele viu que Pedro e João iam entrando no templo, implorou a eles uma esmola. Pedro fitou nele os olhos, como também João, e disse: Olha para nós. Ele os olhou com atenção esperando receber deles alguma coisa. Pedro, porém, disse: Não tenho nem ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo Nazareno, levanta-te e anda! E tomando-o pela mão direita, levantou-o. Imediatamente os pés e os tornozelos se lhe firmaram. De um salto pôs-se de pé e andava. Entrou com eles no templo, caminhando, saltando e louvando a Deus. Todo o povo o viu andar e louvar a Deus. Reconheceram ser o mesmo coxo que se sentava para mendigar à porta Formosa do templo, e encheram-se de espanto e pasmo pelo que lhe tinha acontecido'' (Atos 3, 1-10).

A Liturgia nos apresenta essa leitura e causa um impacto muito grande em nós, nos chama a sermos apóstolos. É verdade que, nos dias de hoje, muitas pessoas ficam do lado de fora do Templo, apenas contemplando e pedindo. Muitas vezes, nós estamos na mesma situação, pois ficamos do lado de fora do Templo, e as pessoas nos indicam o caminho das esmolas. Todos os dias, encontramos com pessoas que nos levam ao Templo, mas é uma caridade parcial, pois nós podemos ir além, como fez Pedro e João.

Nós comunicamos, falamos da alegria do Evangelho, mas se Jesus está vivo dentro de nós, precisamos levá-Lo às pessoas, e não apenas dar as esmolas! Você nunca será abandonado por Deus!

 Pedro olha para o paralítico e diz: ''Não tenho nem ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo Nazareno, levanta-te e anda! (Atos 3,6).

A dor maior desse paralítico era saber que muitas pessoas passavam por ele, mas não o percebiam. No entanto, Pedro e João o perceberam. Infelizmente, nós, não enxergamos mais uns aos outros, nós nos perdemos com tantas coisas para fazer, levamos a preocupação do trabalho para dentro da nossa família. Então, nós precisamos dar uma parada e olhar para aqueles que estão ao nosso redor.

O mais importante, o fundamental, é darmos tudo o que temos: Jesus!, diz Lúcio.
Foto: Wesley Almeida/ Cancaonova.com

Há três pontos para sermos como Pedro e João: olhar, tocar e dar o que temos no coração!

Quando olhamos para as pessoas, o que vemos? Nós precisamos ver Jesus, precisamos olhar para elas como Ele olha para as nossas necessidades. O Senhor nos vê como filhos amados de Deus, como alguém que necessita da salvação. Ele nunca olha para ninguém como se pudesse ficar para depois, não olha com olhar de aprovação.

Que o Senhor abra os nossos olhos, a fim de que possamos nos enxergar como Ele, com os olhos d'Ele. Precisamos nos purificar! Pedro olhou com amor; nós precisamos fazer como ele! O olhar de Jesus pede que olhemos para as pessoas de forma diferente.

Jesus está fazendo um convite para cada um de nós: ''Olhe para as pessoas com os meus olhos!''. Nós precisamos ir ao encontro das pessoas que estão longe da Eucaristia, que estão longe de Cristo. Precisamos ser a mão d'Ele e ter a coragem de ir às periferias da vida, às periferias da alma. Precisamos ir ao encontro daqueles que estão vivendo a vida sem a presença de Deus!

O nosso toque precisa ser o mesmo de Jesus. Então, precisamos nos desfazer do que é nosso. Não podemos ter malícia em nossos toques. É preciso uma conversão de mente, uma purificação interior. Quantas pessoas são curadas do desamor com um abraço, com um aberto de mão! Elas precisam apenas de acolhimento.

Quando for tocar em alguém, não vá pensando em saciar os seus interesses pessoais. Converta-se, pois você estará fazendo isso por Jesus! Vá, mas seja como Ele! O mais importante, o fundamental, é darmos tudo o que temos: Jesus! A única pessoa que deve tomar conta do nosso coração é Ele. Nós precisamos configurar a nossa vida ao Senhor!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida


Lúcio Domício


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo