Orando pela cura entre gerações - Parte I

Padre Márlon Múcio
Foto: Carlos Eduardo

“Jesus entrou em Jericó e ia atravessando a cidade. Havia aí um homem muito rico chamado Zaqueu, chefe dos recebedores de impostos. Ele procurava ver quem era Jesus, mas não o conseguia por causa da multidão, porque era de baixa estatura. Ele correu adiande, subiu a um sicômoro para o ver, quando ele passasse por ali. Chegando Jesus àquele lugar e levantando os olhos, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque é preciso que eu fique hoje em tua casa. Ele desceu a toda a pressa e recebeu-o alegremente. Vendo isto, todos murmuravam e diziam: Ele vai hospedar-se em casa de um pecador… Zaqueu, entretanto, de pé diante do Senhor, disse-lhe: Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo. Disse-lhe Jesus: Hoje entrou a salvação nesta casa, porquanto também este é filho de Abraão. Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido” (Lucas 19, 1-10).

Amados irmãos, Zaqueu hoje sou eu, Zaqueu hoje é você. Para ver Jesus ele valeu de um artifício, ele não conseguia enxergar Jesus porque era pequeno.

Quando Jesus passou, Ele pediu para Zaqueu descer depressa da árvore e disse que a salvação havia entrado na casa dele.

Jesus contemplou Zaqueu, e nós pedimos: “Jesus, assim como olhastes para Zaqueu na árvore, olhe também para minha família e para a árvore genealógica da minha família”. Peça ao Senhor que transforme essa árvore que está com frutos estragados por causa do pecado. E Deus pode transformar esses frutos em santidade.

Se a sociedade está enferma é porque a família está enferma. Se curarmos as famílias a sociedade também será curada. A família é célula mater da sociedade.

No nosso ministério, nós pedimos ao Senhor que cure as famílias do mal. Quando numa família todos sofrem pela enfermidade do diabetes, quando dois casos ou mais se repetem na família, é indício que devemos rezar pela cura das gerações daquela família. Na cura entre gerações nós pedimos a Jesus que visite aqueles lugares onde começou uma situação má, pedimos a Jesus que vá naquelas raízes onde não podemos ir, e Jesus pode visitar as raízes do mal em nossa história de família.

Fiéis rezam com padre Márlon Múcio na Canção Nova
Foto: Carlos Eduardo

Quando nós rezamos pela cura, começamos pela vida intra-uterina, pedimos que o Senhor cure porque algumas marcas negativas é adquirida ali, e nos dias atuais perturbam a pessoa. Outro passo é rezar pelas etapas da vida, todas as fases da idade.

Começaram a chegar pessoas nos nossos plantões de orações e pedíamos às pessoas que participassem ativamente da igreja e rezassem, mas não achávamos o problema do indivíduo, e Deus começou a nos mostrar que algumas pessoas trazem más costumes que são anteriores a elas, e fizemos um caminho para que a linha de família fosse curada.

O que não é cura entre gerações? Não é regressão, não conversamos com mortos, não tem nada haver com ocultismo. Cura entre as gerações é uma área do ministério de cura, uma oportunidade para sermos saudáveis e trazermos bênçãos para nossas famílias, é uma obra de misericórdia.

Nós herdamos dos nossos antepassados a cor dos olhos, temperamentos, o modo de lhe dar com as coisas do mundo… Nós herdamos coisas boas e ruins de nossas famílias. Pessoas que rezam não dão brecha para as raízes negativas de suas famílias, mas se não rezam ficam fracas, limitadas, vulneráveis as raízes negativas como: doenças mentais, depressão, e outras. Temos que pedir a Jesus que vá ao lugar onde o mal entrou e pedir que feche as brechas.

Nenhum de nós tem que pagar pela transgressão de alguém que veio antes, cada um diante de Deus paga pelo seu pecado, cada um tem que responder pelo seu pecado. Cada um paga por si, mas os meus pecados podem atingir os meus.

A maneira que vivemos pode ser uma herança boa ou negativa para os nossos familiares. Que herança você quer deixar para os seus? Pessoas que amam a Igreja e os sacerdotes deixam uma boa herança para seus familiares.

A cura entre as gerações não é uma solução mágica. Tem gente que diz: “eu sou assim porque na minha família todo mundo é assim”. Cura entre as gerações não é atirar pedras nossos antepassados, mas é trazê-los na oração do terço com joelhos no chão.

Transcrição: Willieny Isaias

Veja também:
:: Divulgue sua paróquia na Canção Nova
:: Conheça o conteúdo Canção Nova disponível no iPhone

:: Faça parte do grupo "Eu acesso o cancaonova.com"
:: Escolha um canal e acompanhe a CN on line


Acompanhe as pregações pelo twitter @cancaonova e
retuite a mensagem que mais falar ao seu coração

ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186 2600


Padre Márlon Múcio


Sacerdote da Comunidade Missão Sede Santos

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo