Os filhos são o reflexo dos pais

Laércio Oliveira
Foto: Wesley Almeida/ Fotos CN
Estamos na Semana da Família, é um tempo muito importante para a Igreja. Tudo se encerra e começa nela! Temos visto os problemas de pais, filhos, avós e, quando olhamos a história e a formação deles, percebemos que o verdadeiro impasse está lá. A situação que você viveu no passado o marcou e, por causa dessas marcas, pode sofrer no futuro. Tudo começa no seio familiar.

Tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus. A família que busca o Senhor permanece unida e será feliz, mesmo com as tribulações que sempre vão existir. Existem pessoas que acham que se seguirem o Evangelho vão viver uma vida "quadrada," sem graça e repetitiva. Muito pelo contrário, vida entediada é para quem não segue ao Senhor.

O que falta para a nossa vida ser melhor? O que falta para a nossa família ser melhor daqui para a frente? Todos somos chamados a ser luz para este mundo. Deus vai nos tirando do nosso comodismo para que sejamos felizes e levemos a felicidade também ao outro.

Se tudo fosse por nossa conta, nunca nos esforçaríamos para nada: é cômodo ficar em casa sem fazer nenhum esforço. É fácil seguir a Palavra de Deus? É simples ficar diante de milhares de pessoas, pegar a Bíblia para pregar ou o microfone para cantar o anúncio da Boa Nova?

Aquilo que o Senhor realiza em mim, acaba realizando nos meus. Os filhos absorvem muito mais aquilo que a gente faz do que aquilo que a gente diz. Se o pai vive, os filhos também viverão. Se a mãe vai à Missa, os pequenos também vão. Se o filho é “descabeçado”, há algum problema na casa dele.

O casal precisa se deixar trabalhar por Deus. Nos momentos difíceis, na saúde, nas situações financeiras, na alegria, na dor… enfim, em tudo precisamos colocar o joelho no chão e pedir a intercessão do céu.  Reflitamos: Será que eu, como pai e mãe, estou me submetendo ao Senhor? Estou O deixando tomar conta da minha vida?

Abra a sua Bíblia em Lucas 1, 26-28:

“E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres”.

"Os filhos absorvem muito mais aquilo que a gente faz, do que aquilo que a gente diz"
Foto: Wesley Almeida/ Fotos CN

Nós precisamos ser de Deus antes do casamento, antes de sermos pais, antes de sermos esposos e esposas… Maria era uma mulher do Senhor antes de ser chamada. Agora veja Mateus 1, 18-21:

“Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo. Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente. E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; e dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”.

José também era de Deus antes de ser chamado para ser o pai adotivo do Senhor. Existe muita família perdendo o foco, se esquecendo de onde veio; logo, não sabendo também para onde está indo. Se o seu esposo não está na caminhada cristã, caminhe você. Vai chegar a hora dele e alguém na família precisa estar firme em Deus para que a casa fique em pé.

A intercessão é muito poderosa, meus irmãos. Mãe que reza pelos filhos, esposo que pede pela esposa.. Não importa o tamanho do abismo que está a situação na sua casa, não existe buraco profundo para Deus. Ele é a resposta, mesmo que demore. Não podemos perder a direção nunca!

Agora veja Lucas 10, 38:

“E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; e tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. Marta, porém andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada”.

"Não importa o tamanho do abismo que está a situação na sua casa, não existe buraco profundo para Deus"
Foto: Wesley Almeida/ Fotos CN

É a hora de pararmos e vermos Deus! Marta perdeu o foco, se atrapalhou com tanta coisa e se esqueceu do essencial. Maria não, ela tinha um coração voltado para o Senhor! Marido, esposa, filho e filha que vivem agitados com este mundo de hoje perdem o foco! Pouca coisa é necessária, o realmente essencial é o Pai. Nunca se esqueçam: “Buscai primeiro o Reino de Deus e tudo vos será dado por acréscimo” (Mt 6,33).

Transcrição e adaptação:Ariane Fonseca


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186 2600

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo