Ouvir a Palavra de Deus e colocá-la em prática

Padre Anderson
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com
Podemos dizer que o tempo do Advento é de subida, no qual caminhamos em direção ao Reino de Deus. Apesar de usarmos as mesmas cores da Quaresma, existem algumas diferenças, pois não olhamos para nós mesmos, como forma de fazer um exame de consciência em toda nossa vida, mas é um momento de expectativa.

Nós cremos que o Senhor virá, mesmo sem saber qual é o dia. O período em que vivemos, hoje, nos convida, justamente, a intensificar a ansiedade pela vinda gloriosa de Jesus.

O Evangelho também nos atenta para isso, pois nos diz que muitos daqueles que gritarão “Senhor, Senhor”, não entrarão no Reino dos Céus. A Palavra nos diz que nem todo mundo que vive, do jeito que pensa ser o certo, entrará na eternidade.

A Passagem de hoje nos mostra o prudente e o imprudente, em que ambos fazem a casa em dois terremos completamente diferentes. Eles sabiam que era necessário uma boa fundação, porém, por querer fazer as coisas da sua forma, um deles optou pelo que, em um primeiro momento, parecia ser o mais fácil.

Jesus nos diz que não basta conhecer a Palavra, é preciso colocá-la em prática; caso contrário, não adiantará nada. Podemos ver que existem duas ações aqui: a primeira é ouvir; a segunda é praticar. Só o verdadeiro discípulo é capaz de ouvir com o coração aberto e praticar o aprendizado.

"Render-se é começar a colocar a Palavra de Deus em prática", diz padre Anderson.
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Será que, hoje, estamos prontos para nos encontrar com Deus? O Advento prepara-nos para um encontro, porém, por razões que fogem ao nosso controle, isso pode ser antecipado, ou seja, nós podemos ir ao encontro d'Ele em vez de esperarmos por Sua segunda vinda.

Quando temos a humildade de ouvir o Senhor, que é um esforço de sair de nós mesmos e das nossas vontades, fazemos um movimento, ou seja, temos a iniciativa, pois o Senhor sempre está caminhando ao nosso encontro.

Se eu não ouvirmos o que Deus tem nos pedido, provavelmente não conseguiremos obedecer-Lhe. Infelizmente, muitas pessoas que rejeitaram a salvação, optaram por não ouvir aquilo que Jesus tinha pala lhes dizer.

Um bom exemplo disso é imaginarmos os mergulhadores. Eles utilizam roupas impermeáveis para não ter contato com a água gelada. Um coração fechado para os ensinamentos de Deus é como aquela roupa; por mais que estejamos envoltos da graça de Deus, ela não é capaz de penetrar em nós, porque não permitimos.

Precisamos aprender a nos render diante d'Aquele que é o Senhor de nossas vidas. É por isso que, dentro da Santa Missa, levantamos as mãos em sinal de rendição, colocando tudo nas mãos de Deus.

Render-se é começar a colocar a Palavra de Deus em prática, assim como São Paulo assumiu para sua vida: “Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim”. Deixe que Cristo seja o Senhor na sua vida, pois tudo será mais fácil quando começar a ouvir Seus ensinamentos com docilidade e confiança.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo