Para vós, quem dizeis que eu sou?

Padre Fabrício de Andrade
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com
Depois de os discípulos já terem testemunhado a multiplicação dos pães, a cura dos cegos e os milagres realizados por Jesus, o Senhor quer conduzi-los a uma experiência mais profunda com Sua pessoa. Por isso, Ele puxa uma conversa: “Quem dizem os homens que eu sou?”. Os discípulos lhe respondem: “Alguns dizem que tu és João Batista; outros que és Elias; outros, ainda, que és um dos profetas”.

Jesus escuta o que eles dizem, mas dá um passo mais profundo. Olhando para os discípulos, Ele pergunta: “E para vós, quem eu sou?”. Aqueles homens que já estavam ali com Jesus, fazem um silêncio, mas Pedro lhe responde: “Tu és o Messias”.

Deus usa de Pedro para anunciar quem é Jesus. Quando Ele reconhece que Pedro acertou, o elogia, porque quem havia revelado isso ao discípulo era Deus. Depois, Jesus proíbe a todos de contar que ele era o Messias, pois o povo se revoltaria. O referencial de Jesus não estava nos homens, mas no Pai.

Diz o Evangelho que, depois disso, Jesus começou a ensiná-los. Ele era o Mestre e os outros eram Seus discípulos. Ele lhes ensinou quem era esse Messias que vinha do Pai.

“O Filho do Homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei, deve ser morto e ressuscitar depois de três dias”. O Senhor disse isso abertamente a Seus discípulos, Ele não fez propaganda de que seria um Messias forte, valente, militar, mas anunciou que era o Messias.

Pedro, agora, toma a iniciativa de falar movido pelo que pensava. Então, chama Jesus no canto e inverte o relacionamento, dizendo ao Senhor: “Deus não permita tal coisa, Senhor. Que isso nunca lhe aconteça”.

Jesus escuta Pedro, mas, depois disso, Ele olha para os discípulos e vira-se novamente para Pedro e o repreende: Vai para longe de mim, Satanás!” Tu não pensas como Deus, e sim como os homens”.

O mesmo Jesus que exortou Pedro por pensar o que era a vontade de Deus, repreende o discípulo, porque este foi contrário ao mistério da fé. Toda vez que vamos contra o que Deus pensa, nos assemelhamos a satanás e corremos o risco de ouvir do Senhor: “Vai para longe, satanás”.

Precisamos de uma conversão de nossa inteligência, porque quem age por seus próprios pensamentos vive cometendo injustiças.

"Quem não fez a experiência de ser amado por Cristo, não está preparado para amar o próximo."
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com

A primeira leitura nos diz: “não vos tornastes juízes com critérios injustos” (Thiago 2,4). A medida humana sempre é injusta, porque nossa visão é sempre parcial. Por que a justiça de Deus é total? Porque Ele enxerga tudo, Ele vê além das aparências.

Ninguém está capacitado a amar o próximo como a si mesmo se não conhece o amor de Deus. Essa lição só tem validade se for a partir de Deus. Só é válida se você tiver aprendido o que é amor por meio de Cristo.

Da profundidade e do conhecimento que você tem de Jesus Cristo depende a qualidade do amor que dará ao próximo.

Lembra-se de que Pedro acertou quando colocou seu referencial em Deus? Mas quando colocou seu referencial em si mesmo, Jesus pede para que ele se afaste.

Sabe por que muitos casais brigam entre si? Porque lhes falta o referencial de Cristo. Todas as vezes que entramos num relacionamento sem um referencial, cobramos do outro a perfeição que ele não é capaz de nos dar.

Quando um relacionamento é equilibrado, ele passa por Cristo. Por isso, uma amizade quando é criada fora de Cristo tende a ser doentia. A grande doença do mundo não é a falta de amor, mas a falta de referência do verdadeiro amor. Nós desaprendemos de amar. O próprio Deus enviou Seu filho para dar testemunho de sua vida.

Para você, quem é Jesus Cristo? Quem não fez a experiência de ser amado por Cristo, não está preparado para amar o próximo. Por isso, você precisa responder a essa pergunta: “Para vós, quem dizeis que é Jesus Cristo?”.

Todo amor equilibrado, sadio e verdadeiro começa a partir do nosso primeiro encontro pessoal com Jesus. Você já se encontrou com Jesus? Cuidado! Não basta termos ouvido falar de Jesus, temos de nos encontrar com Ele.

Eu não sei até que ponto você já se encontrou com Jesus, mas eu o convido a fazer uma nova experiência de se encontrar com Ele.

Está com problemas no seu relacionamento? Faça a experiência de ser amado por Ele.

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso


Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600



Veja mais:


:: "No labirinto, jovens refletem sobre as escolhas feitas na vida'
:: "Sempre tive vontade de ter uma foto de família"
:: Trilha no Acampamento Revolução Jesus

:: Meu pai não é quadrado – pregação da Magda
:: Quero um amor maior- pregação padre Paulo Ricardo

:: Quero pegar, mas Cristo me pegou- pregação Emanuel
:: Modulo "Anazopiren"

 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Padre Fabrício Andrade


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo