Pare de fugir de Deus!

Dunga
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

A Palavra de Deus, no livro dos Hebreus 4, 10-14, nos diz: “Quem entrar nesse repouso descansará das suas obras, assim como descansou Deus das suas. Assim, apressemo-nos a entrar neste descanso para não cairmos por nossa vez na mesma incredulidade. Porque a palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes e atinge até a divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração. Nenhuma criatura lhe é invisível. Tudo é nu e descoberto aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas. Temos, portanto, um grande Sumo Sacerdote que penetrou nos céus, Jesus, Filho de Deus. Conservemos firme a nossa fé.”

Irmãos, nós precisávamos ouvir estas palavras no dia de hoje. Devemos nos aproximar, com fé, d'Aquele que compreende as nossas fraquezas. Jesus foi tentado, mas não caiu em tentação. A vontade de Cristo era de desistir e, em um certo momento, até mesmo gritou: “Pai, se possível, afasta de mim este cálice!” Por todos os sofrimentos que Cristo viveu, Ele sabe e compreende as nossas fraquezas muito mais do que qualquer outra pessoa. Ele entende você!

Ele sabe que você tem lutado e, por conhecer a sua história, sabe das lutas que travou no passado. E o resultado de muitas dessas lutas está em, muitas vezes, transmitir aos outros as dores e angústias que viveu. Por causa disso, muitos pais agridem os filhos, eles fazem isso porque foi o que viveram no passado, quando ainda eram crianças. Esses traumas nos marcam muito. Eu, por exemplo, tive duas namoradas. Quando uma terminou comigo, num baile, me deixou muito triste, me marcou muito aquele fato! Lembro-me de que fui dormir chorando naquela noite. Anos depois, aprendi que devemos respeitar nossas dores, que eu precisava viver intensamente aquilo, para que, através dessa dor, eu pudesse aprender muitas coisas.  

 

Imagine o quanto Deus o compreende! Amado, chegue mais perto de Deus! Pare de fugir d'Ele, pois se continuar a se afastar do Senhor você irá cair em muitas situações de pecado, as quais poderão levá-lo até mesmo à morte. Pare de ser fugitivo, acredite que é possível mudar!

Depois de saber das mudanças que existem em nós, devemos tentar ver como podemos ajudar os nossos irmãos para que eles também mudem de vida. Precisamos, para isso, falar a linguagem daquele que vive essa situação. Pare de complicar as coisas, facilite a vida daqueles que vivem com você! Fale a respeito do seu passado, partilhe a vida e a história com aqueles que são sua família! Eles o amam e vão entendê-lo, assim como Deus o entende! Promova, em sua casa, um ambiente de paz e não de guerra!

Alguns dias atrás, em uma conversa com a Néia, minha esposa, conversávamos a respeito do nosso futuro, sobre o que queremos viver daqui para frente. Eu e ela temos a mesma idade, cinquenta anos, e chegamos à conclusão de que devemos buscar a nossa felicidade! E é isso que desejo também para você: seja feliz e faça também os outros felizes!

"Pare de fugir e mude de vida!", exorta Dunga
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Mesmo que você esteja vivendo situações difíceis, as coisas vão continuar só piorando ainda mais se você não tentar mudar! O seu problema só vai ser resolvido se você se achegar mais perto de Deus. É tendo intimidade com Aquele, que é misericordioso, que seremos também misericordiosos com nós mesmos e com aqueles que estão à nossa volta. O dia de hoje é o dia de dizermos “sim” a Deus e “não” ao diabo! 

A intervenção de Deus só vai acontecer a partir do momento em que você Lhe der a liberdade para que Ele possa agir. O Senhor exerce conosco a misericórdia, mesmo em meio aos pecados, Ele nos assume, pois é rico em misericórdia! Pegue seu pecado crônico e entregue-o para Deus, Ele é o seu auxílio oportuno.

Não queira comprar o amor de Deus, pois Ele não está à venda! Somos fruto do amor de Deus, que se deu por meio de duas pessoas [pais], ou seja, o Senhor pensou em você! Pare de fugir!

O nosso Deus o compreende, leve suas misérias até Aquele que é rico em misericórdia!

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo