Pentecostes, festa que ilumina a Igreja

OUÇA ESTA HOMILIA NA ÍNTEGRA


Ouça: Eliana Ribeiro canta o salmo 103

Irmãos e irmãs, eu não seria capaz de dizer de onde vieram todas as pessoas que aqui se encontram, nem conseguiria apenas imaginar a quantos lares, a quantas pessoas ou a quantos países estamos chegando, agora, pelos meios de comunicação da Canção Nova. Eles fazem parte deste povo que Deus escolheu e está por toda parte da Terra.
Estamos prestando o serviço de chegar pouco a pouco a todas as pessoas neste mundo de Deus. Esta é a missão da Igreja. Reconheça a dignidade da convocação da resposta e da sua presença na Santa Missa.

Peço a você que faça comigo um caminho – vamos até a primeira página da Bíblia, quando se conta a criação do mundo. Ali o Espírito de Deus pairava sobre as águas, Deus cria o homem e sopra sobre ele; temos em nós o hálito de Deus. Você respira, você vive porque esta vida foi plantada dentro de você.

Abraão é o homem que se deixou conduzir apenas pela fé, foi o Espírito de Deus que o fez dar passos que iam além de tudo que a lógica humana pudesse oferecer. Até hoje, o Espírito também move você hoje para dizer “eu creio”.

Quando povo de Deus caminhava no deserto, aquela nuvem o conduzia. Esta mesma nuvem, que depois encontraremos de forma tão bonita no monte da Transfiguração, é a ação do Espírito Santo. Deus vai se revelando.

O profeta Isaías diz em seu texto, que depois se aplica ao Enviado do Pai: “o Espírito de Deus está sobre mim”. O profeta Ezequiel nos mostra que é o Espírito que dá carne e vida àqueles "ossos ressecados". O povo sem esperança vai ouvir de Deus ‘Pois é, este povo se parece com estes ossos. Este povo que acha que Deus não pode mais refazer tudo’.

Ouça: Dom Alberto clama o Espírito Santo

A criação, a Aliança, os profetas, a história é o sopro de Deus que vai conduzindo pessoas e acontecimentos. Vindo desde a criação, vamos chegar a Nazaré. Aquela mocinha, Maria, por obra do Espírito Santo, começa a nova criação – e o Verbo se faz carne no seio da Virgem Maria. 

Jesus Cristo, Filho eterno de Deus, o Verbo que se faz carne, é conduzido pelo Espírito e vai nos prometer o presente que é o próprio Espírito. “Quem tiver sede, venha a mim e beba”, São João observa: “Ele falava do Espírito Santo”. Naquelas palavras magníficas da Última Ceia, o Senhor diz que “o Espírito revelará todas as coisas”. Na cruz, Ele inclina a cabeça e entrega o Espírito; como na criação, Deus sopra seu Espírito para que a humanidade tenha vida.

Depois da Ressurreição não existem mais portas fechadas. Então, Ele entra, deseja a paz e sopra sobre eles, e dá-lhes o poder e a responsabilidade de perdoar os pecados.

O Espírito Santo está na criação, na encarnação do Verbo, na vida pública de Jesus, no mistério da Morte e Ressurreição d'Ele, e na graça para espalhar o perdão dos pecados. É Ele quem conduz a Igreja, quem lhe dá vida. Ouvimos hoje na leitura dos Atos dos Apóstolos a beleza da ação d'Ele [Espírito] que inaugura a Igreja e a envia em missão. Tornando-os discípulos e missionários, e como a Igreja tem insistido nestes tempos. Ele é a alma, a respiração da Igreja. Você, ao ser batizado, se tornou templo do Espírito Santo. Quando foi crismado recebeu a graça de ser apóstolo, e esta unção para testemunhar a graça do Espírito. Dia de Pentecostes, é festa na Igreja, e de todas as pessoas que se tornaram templo do Espírito Santo.

E isso tem suas conseqüências: se você é templo do Espírito Santo, o cuidado que você deve ter com sua vida é muito maior. E com tudo aquilo que o Espírito derrama na Igreja, os carismas e dons que Ele concede para a edificação da Igreja. Dia de Pentecostes é dia da nossa alegria, é festa de todos nós.

O Espírito Santo de Deus tem muito a nos dar, mais do que você possa imaginar. Dentre tantos dons, quero falar de alguns que parecem muito importantes na hora presente do mundo e da Igreja. O primeiro é o dom do arrependimento, dom da lágrima. É Ele [Espírito Santo] que pode dar esta unidade que vem dar graça a tudo que é duro, árido.

Hoje, temos o risco de viver num mundo enrijecido na maldade, endurecido, com pessoas que não são capazes mais da sensibilidade diante dos valores do Evangelho. Nós não fomos feitos assim, mas para a vida e a graça. De modo que essa dureza impede o homem de viver a própria fé ou lhe diz que esta é apenas um enfeite. Não. Nós precisamos dela [fé]. Há quinze dias, Bento XVI nos ensinava que a primeira realidade, a primeira verdade é Deus. Sem a graça d'Ele, nós voltamos ao nada.

Por isso, peço ao Espírito Santo que amoleça nosso coração, quando quisermos ficar apenas na 'superfície'. Que Ele venha com seu vento, que entre esta respiração de Deus em nosso coração, nos dando a graça do arrependimento, da descoberta de que viver em Deus é muito melhor.

O Espírito Santo – quando foi derramando – concedeu aos apóstolos um grande ardor. Se Deus quiser vai nascer desta V Conferência um novo ardor também, o dom do apostolado. É isso que eu tenho vontade de pedir a nosso Senhor no dia de hoje.

Cada dom se transforma numa responsabilidade. O que você sabe fazer? O que Deus lhe deu de presente? Será que não existem muitas coisas guardadas em seu coração? E a sua resposta a Deus? Se você já foi tocado pela graça, hoje, eu quero pedir respostas, ardor, vigor apostólico para todo povo de Deus. Só o Espírito de Deus pode fazer com que deixemos de ser acomodados, sejamos não homens e mulheres cheios de timidez, mas pessoas que receberam o Espírito de coragem e fortaleza.

O terceiro dom que eu quero pedir é o da unidade. Nós brigamos por muito pouco, já perceberam? Começando em nossas famílias. Em nossas comunidades e nossas paróquias, o mundo não é capaz de descobrir a beleza que nos une. Como é bonito valorizar a diferença. Como é bonito buscar a reconciliação e a paz. Fico impressionado como Deus fez com que a salvação do mundo dependesse da nossa unidade.

Eu recordei apenas algumas das ações do Espírito. Faça silêncio e complete esta lista com o que você quer pedir, para você, para a Igreja e para o mundo neste dia que não é apenas celebração de Pentecostes, mas é Pentecostes.


Transcrição: Tatiana Gomes
Fotos: Luciana Sitta


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Lançamento: CD "Deus vai além" – Acesse o hotsite


Dom Alberto Taveira Corrêa


Arcebispo de Belém – PA

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo