Por que você é discípulo de Jesus Cristo?

Poderia ser de outro. Por que de Jesus?

Eu Sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim (Evangelho segundo João 14,6).

Só por meio de Jesus se chega ao Pai

Jesus é o enviado do Pai. Ele é a concretização das promessas do Antigo Testamento. Nele já se falava desse “tal” Jesus. A própria Palavra nos ilumina, dizendo que é a Ele que devemos ir.

“O Senhor, Teu Deus, Te suscitará dentre os teus irmãos um profeta como eu: é a Ele que devereis ouvir (Livro do Deuteronômio 18,15). A Ele devemos ouvir, não a outro. Mas, como poderíamos entender que Jesus é aquele de quem o livro do Deuteronômio está falando?

No Monte Tabor, Jesus se transfigurou. Ninguém nunca ficou como Ele. Os discípulos ficaram admirados. O Pai, então, O indicou como Seu Filho amado. Só o Pai poderia mostrar de quem o Antigo Testamento fala. Foi o que aconteceu no momento da transfiguração.

A vida eterna existe apenas para aqueles que acreditarem em Jesus

No Cenáculo, perto de morrer, Jesus disse: “Agora, eles reconheceram que todas as coisas que me deste procedem de Ti” (Evangelho São João 17,7). Os discípulos não compreendiam tudo que Jesus falava, pois Ele falava em parábolas. Depois d’Ele já ter dado tantas explicações, eles começam a ter entendimento.

Jesus foi não somente confirmado pelo Pai, mas também, teve de morrer pela humanidade. O Senhor viu que a maldade dos homens era grande na terra e que todos os pensamentos de seu coração estavam continuamente voltados para o mal.
Deus se arrependeu de ter criado a humanidade. Nos tornamos, então, um motivo de tristeza para Ele. Mas Deus é tão bom que quis suscitar um profeta para nos resgatar. 

A vida eterna existe apenas para aqueles que acreditarem em Jesus. Para conseguir isso, o Filho de Deus teve de morrer por nós. Não tinha outro jeito.

Antes que Ele chegasse, enviou um profeta: João Batista. Esse o apresentou como Cordeiro de Deus. Agora, Deus é o cordeiro que morre em sacrifício pelos nossos pecados. Quem deveria morrer somos nós, mas Deus se faz cordeiro em sua infinita bondade.

Ele carregou sobre Si os pecados da humanidade. Os meus e os seus pecados foram colocados n’Ele. Ele morreu no meu lugar. Ele deu a vida por nós, morreu por nós.

Ele nos enviou como Suas testemunhas, prometendo o Espírito Santo. Morreu na Cruz e ressuscitou ao terceiro dia. Precisamos acreditar nisso piamente, mesmo que Ele não te cure do câncer, que não te tire desse problema financeiro que você esteja vivendo.

Eu creio porque Ele morreu e ressuscitou ao terceiro dia e me pediu que eu fosse sua testemunha onde estou hoje, na minha comunidade.

Precisamos ser discípulos de Jesus para as nossas famílias, para os nossos amigos, para os nossos governantes onde quer que estejamos.
Você é chamado a apresentar para a humanidade o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

A humanidade só vai ter paz quando assumirem Jesus como Senhor

 

O centro é Cristo que une todos os povos.
Faz sentido abandonar a comunidade onde Deus te colocou? Se as pessoas da sua comunidade não dão testemunho, você precisa dar, mas não force os outros a ser o que você é, seja testemunha de Jesus.

A beleza das novas comunidades é o testemunho dado por meio do Espírito Santo, por isso, façamos grupos de oração dentro das nossas casas para que possamos dar testemunho.

Todos são iguais dentro da missão que Jesus dá, cada um com seu carisma. Ninguém é melhor do que o outro, então, não deve haver disputas entre nós.

Pense nas pessoas que Jesus pediu que você evangelize: seus vizinhos, seus colegas de faculdade, sua família, as pessoas do seu trabalho… Apresente Jesus para Eles. Ninguém mais pode se perder. Todos precisam ‘correr’ para aquele que é Caminho, Verdade e Vida.

Dê primeiro a sua resposta dizendo que você crê e está disposto a segui-Lo e levar a toda humanidade a força desta Palavra: o Senhor nos resgatou.

Transcrição e adaptação: Tatiana Gomes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo