Precisamos dar passos dentro da vontade de Deus

Padre Dalmário
Foto: Natalino Ueda/Fotos CN

De São José nós não temos nenhum registro de suas palavras na Sagrada Escritura, isso nos faz mergulhar em seu silêncio e foi esse homem que Deus escolheu como pai adotivo de seu filho.

Antes de tudo, eu vos provoco a uma atitude de escuta, por isso estejamos atentos as virtudes deste santo.

Em Mt 2,13-23 vimos a participação de José na história de Salvação.

Estamos no ano da Fé e inspirados palavras de Bento XVI somos convocados a nos aprofundar na leitura do CIC. O Magistério nos chama atenção a piedade. É um dom do Espírito Santo, e esse é a primeira virtude que temos. Às vezes, confundimos a piedade com pietismo, ou seja, é rezar o tempo todo, isso são atitudes que nos ajudam, mas fazem parte do tesouro da salvação, para termos atitudes de filhos de Deus.

Meus amados irmãos, a devoção é como as fotografias que temos nas paredes de nossas casas, em cidades do interior, isso é muito comum. Quando entramos em uma Igreja, vimos as imagens de muitos santos, ao olharmos para essas imagens, estamos reconhecendo todo uma vida cristã que soube viver as virtudes, ou seja, a Igreja que celebra a vida de homens e mulheres que nos convoca a todo o temo um vida de santidade. Somos então convidados a nos configurar a estes santos.

Na Igreja temos vários santos que nos levam crer que a santidade é possível e a partir daí chegarmos ao autor de toda a santidade que é Deus.

Nós queremos estar sempre debaixo do manto de Nossa Senhora, assim como uma criança nos braços de sua mãe. Na Sagrada Escritura, o manto é sinal da autoridade que Deus cobriu àquela pessoa. No Antigo Testamento, o maior de todos os profetas foi Elias, e temos na passagem que ele foi arrebatado pelo carro de fogo ao Céu, deixou para Eliseu o seu manto, ou seja o dom profeta de Elias estava agora sobre Eliseu.

Estamos começando o mês de Maria, tendo a Solenidade de São José. Somos então cuidados por eles, sobre os dois Deus derramou graças e virtudes, e quanto mais perto deles estamos, temos que crescer nessas mesmas virtudes.

Quanto mais perto de São José, mais silenciosos temos que ser. Hoje, vivemos num mundo barulhento, mas devemos conversar o silêncio interior, assim como Elias que foi ao monte se encontrar com o Senhor e silenciar. É no silêncio que Deus nos dirige sua Palavra. Na Santa Missa, depois da comunhão, temos o Sagrado Silêncio, ou seja, o momento que temos Jesus perto de nós. Quando pecamos, ao dormir o silêncio nos acusa, mas hoje em dia, o homem perdeu a consciência, está inconsciente.

Estamos agitados, somos superficiais, para percebermos Deus e a nós mesmo, quando nos silenciamos ficamos nus diante de Deus. Quando crescemos nessa dimensão, o próprio Deus nos ajuda a silenciar.

Uma outra virtude de São José que salvou o mundo, foi a obediência. Jesus, era também submisso a José e a Maria. Um filho obediente, é aquele que escuta seus pais. Tudo o que Maria e José viveram foram frutos da obediência a Deus.

"Precisamos dar passos dentro da vontade de Deus" Padre Dalmário
Foto: Natalino Ueda/Fotos CN

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

Santidade, não deixar de fazer errado para fazer o certo, santidade ou conversão muitas vezes, é deixar o que é certo, para fazer a vontade de Deus. O que o Senhor quer que sejamos santos e felizes!

Humildade é considera o outro mais importante que você, enquanto isso não acontece, estamos apenas brincando de ser humildes. São José e Nossa Senhora, foram humildes diante da vontade de Deus. A dinâmica da família de Nazaré era ser humilde diante de Deus.

A filha da humildade é a pobreza, Jesus que era rico, se fez pobre para nos ensinas a viver na humildade. Confundimos por pobreza, viver à margem da sociedade, sem ter o que comer. Irmãos, tem tanto pobre que é rico e tem rico que é pobre. Quando morrermos não levaremos nada. E por mais que você tenha muitas coisas, a sua vida está nas mãos de Deus. Ser pobre é estar nas mãos de Deus e confiar exclusivamente nele.

Deus nos consiste uma graça, quando essa graça nos edifica, nos servindo de santidade. O cristão precisa prosperar para o Céu. Que um dia subamos ao Céu, pela partilha que temos aos outros.

Aprendamos com São José, ele só dava um passa adiante, quando deus lhe ordenava. Precisamos dar passos dentro da vontade de Deus

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Padre Dalmário


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo