Precisamos viver a misericórdia

Padre Vicente, SCJ
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com

Palavra de ordem: “Vou agora levantar-me para casa do meu pai”. É o desejo do coração do Pai do céu, que todas as vezes que estivemos na situação do menino do evangelho, a palavra de ordem é voltar, porque o Pai espera.

São Lucas era médico e atento aos detalhes, Lucas no seu evangelho ele narrou a misericórdia de Jesus, o rosto amoroso de Deus diante do sofredor. O que Lucas percebeu, somos chamados a perceber, a misericórdia do Senhor.

Diante desta parábola ficamos desconcertado. Lucas tem coragem de comparar Deus como uma mulher que perdeu um moeda. “E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma, não acende uma lâmpada, varre a casa e a procura cuidadosamente, até encontrá-la? Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a moeda que tinha perdido!’ Por isso, eu vos digo, haverá alegria entre os anjos de Deus por um só pecador que se converte”.Lc 15,9-10

Nós precisamos da certeza deste amor de Deus que não nos exclui, que cuida de nós, mesmo quando não merecemos. Mesmo quando escolhemos pelo pecado, e nos afastando de Deus.

Misericórdia é o que a casa do Pai sempre nos oferece. Como o papa Francisco diz :“Deus nunca cansa de nos perdoar.” Deus nos envolve em um perdão ilimitado.

Somos pecadores, o padre Léo dizia que precisava de “Bethânia”, porque “Bethania” é o lugar da ação da misericórdia de Deus, Deus trabalha nos filhos de “Bethânia”, mas trabalha também em mim como padre, e nos consagrados. “Bathania” é um processo constante de amor. Um processo que é a pedagogia do amor.

"Viver Bethânia é se desvencilhar da Mentira."
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com
 

O encontro com a misericórdia, é o encontro que nos restaura, e nos tira do comodismo e da nossa alto suficiência.

A misericórdia é a certeza de um Deus que acredita em nós. E em “Bethânia” quando os filhos e os consagrados permitem, Deus age, transforma, na pedagogia do amor.

Quem experimentou este amor incondicional de Deus, transborda, e só pode retribuir este amor.

O amor tem poder transformar. E é simples, um sorriso, um acolhimento, esse é caminho de “Bethania”.

Precisamos voltar para casa do Pai, deixando os vícios, as situações de mesquinhes.


Padre Vicente Gonçalves, SDB


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo