Preciso ouvir Tua voz

Marcio Todeschini
Foto: Regiane Calixto

Peça ao Senhor que fale ao teu coração e que cale todas as vozes que não vem de Deus. “Foi-me dirigida nestes termos a palavra do Senhor: Antes que no seio fosses formado, eu já te conhecia; antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado, e te havia designado profeta das nações. E eu respondi: Ah! Senhor JAVÉ, eu nem sei falar, pois que sou apenas uma criança. Replicou porém o Senhor: Não digas: Sou apenas uma criança: porquanto irás procurar todos aqueles aos quais te enviar, e a eles dirás o que eu te ordenar. Não deverás temê-los porque estarei contigo para livrar-te – oráculo do Senhor. E o Senhor, estendendo em seguida a sua mão, tocou-me na boca. E assim me falou: Eis que coloco minhas palavras nos teus lábios. Vê: dou-te hoje poder sobre as nações e sobre os reinos para arrancares e demolires, para arruinares e destruíres, para edificares e plantares” (Jeremias 1,4-10).

Houve um momento na minha história na Canção Nova que me colocando diante do Senhor para saber o que Ele queria de mim na música na Canção Nova, eu fui para capela e peguei o violão e comecei a rezar, parecia uma criança, eu tinha medo de fazer essa pergunta, mas eu perguntei ao Senhor o que Ele queria de mim. Eu ouvi uma voz dizendo que era para abrir a Palavra e a palavra que Deus me deu foi Jeremias 1,4-10. O sentimento que eu tinha era esse: eu não sei falar Senhor, sou uma criança. E naquele instante eu tive a certeza do que Deus queria de mim e escrevi para monsenhor Jonas que era vontade de Deus e minha que eu gravasse e cantasse perante as nações, fiz esse questionamento a Deus a pedido do monsenhor Jonas, pois foi ele quem pediu para que eu escrevesse. Monsenhor Jonas leu a carta e respondeu dizendo que tinha a bênção dele.

Por que eu quis contar essa experiência? Porque nessa experiência eu tive um encontro pessoal com o Senhor, as outras coisas eu fiz por obediência ao meu fundador.

Eu conversei com minha formadora e ela disse que o que é de Deus permanece e eu coloquei tudo nas mãos de Nossa Senhora. Eu não me preocupei em gravar, mas Deus foi me dando as inspirações para as canções, e na ousadia consciente de quão pequeno sou eu tomei posse dessa Palavra.

Um ano e meio depois desse fato eu estava trabalhando na internet e tive que viajar para a França, Terra Santa e Alemanha, trabalhei muito durante a viagem. E quando cheguei em casa de volta, estava muito cansado e conversei com meus irmãos à mesa, quando era para lavar a louça que tinha sujado eu não queria, e naquele instante eu falei: “esse não sou eu, acho que Deus está querendo falar comigo”.

"É com a nossa verdade que Deus estabelece esse diálogo conosco", afirma Márcio Todeschini
Foto: Regiane Calixto

Até quando não queremos rezar, nos momentos de mais dificuldades na vida, o Senhor está presente, mesmo quando não conseguimos mover um braço. “Do coração atribulado está perto o Senhor”. E eu fiz o exercício de lavar aquela louça e depois fui para o quarto e comecei a rezar e a cantar: “Deus quer falar comigo, nas coisas tão pequenas, nas coisas simples e eu quero ouvir a sua voz”. E na parte a “todo movimento do céu” eu começava a chorar não conseguia cantar essa parte, e veio o grito de libertação: “Fala Senhor, preciso ouvir tua voz”.

Eu me lembrei de uma pregação do Dom Alberto que dizia que Deus fala através do irmão, da Palavra, em várias situações…

A experiência que fiz com essa canção, é um canto de libertação porque toda aquela vontade de desistir por causa do cansaço passou. Se alimentarmos somente nossa carne o espírito fica fraco por isso temos que rezar ao Senhor com a nossa verdade.

Em que situações concretas da sua vida você precisa ouvir a voz de Deus? O primeiro passo é ouvir. O Senhor está perto diga para Ele falar com você. É com a nossa verdade que Deus estabelece esse diálogo conosco. Foi assim que nasceu essa canção, que não é só uma música, mas um canto de libertação foi isso que Deus fez comigo e que faz com muitas pessoas ao ouvirem essa música, pois os testemunhos chegam até mim.

Deus nos fala através dos irmãos, da sua Palavra e não somente quando estamos trancados num quarto. Quantas experiências ao abrir a Palavra de Deus, ela penetra a nossa alma. Quantas decisões você tomou sem tomar consciência do que Deus queria? Quando temos a coragem de chegar diante de Deus e falar: “eu tenho esses caminhos para onde ir? Fala comigo”. Deus fala, pois sabe o que é o melhor para nós.

Quando vamos diante de Deus para sabermos d’Ele, a Igreja nos ensina algo precioso que está no Catecismo da Igreja Católica 2567: “Mas é Deus que primeiro chama o homem. Muito embora o homem se esqueça do seu Criador ou se esconda da sua face, corra atrás dos ídolos ou acuse a divindade de o ter abandonado, o Deus vivo e verdadeiro chama incansavelmente cada pessoa ao misterioso encontro da oração. Na oração, é sempre o amor do Deus fiel a dar o primeiro passo; o passo do homem é sempre uma resposta. A medida que Deus Se revela e revela o homem a si mesmo, a oração surge como um apelo recíproco, um drama de aliança. Através das palavras e dos atos, este drama compromete o coração e manifesta-se ao longo de toda a história da salvação”.

O amor de Deus é fiel e não desiste de nós. Você não pode buscar a Deus antes d’Ele, Ele sempre vai estar a sua frente de te esperando de braços abertos.

Quando fazemos as opções erradas sofremos as consequências por causa da nossa liberdade. Se você plantar pimenta não vai colher amora doce. Deus fala em nosso coração porque o Espírito Santo que está em nós comunica o que Deus quer falar em nós. Para ouvir a Deus que fala no nosso coração é preciso ter intimidade com Ele. Deus quer se revelar a você hoje.

Transcrição: Willieny Isaias

Veja também:
:: Blog do Márcio Todeschini
:: Divulgue sua paróquia na Canção Nova
:: Conheça o conteúdo Canção Nova disponível no iPhone

:: Faça parte do grupo "Eu acesso o cancaonova.com"
:: Escolha um canal e acompanhe a CN on line


 

Acompanhe as pregações pelo twitter @cancaonova e
retuite a mensagem que mais falar ao seu coração


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186 2600

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo