Proteção e combate espiritual

Padre Marlon Múncio, mss
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

Mas, se te casares, não pecas; e, se a virgem se casar, não peca. Todavia os tais terão tribulações na carne, e eu quereria poupar-vos. E os que choram, como se não chorassem; e os que folgam, como se não folgassem; e os que compram, como se não possuíssem; E os que usam deste mundo, como se dele não abusassem, porque a aparência deste mundo passa” (1Coríntios 7, 29-31).

Existe um grande combate, a todo instante, dentro e fora de nós. As nossas realidades são infinitamente espirituais e materiais. Quando somos batizados, Jesus nos alista no Seu campo de batalha e com isso temos de lutar, pois Ele reserva as melhoras batalhas para seus melhores soldados.

Na vida, precisamos combater dia após dia. O Senhor permite batalhas na nossa vida, porque sabe que damos conta delas, e também porque Ele as combate conosco. Somente com Ele venceremos!

O Santo Papa Francisco nos disse: "É importante saber, compreender a estratégia do espírito mau para nos ajudar no discernimento. Não se trata de expulsar demônios, mas conhecer as suas estratégias para que possamos combater o bom combate na fé".

Peçamos a Deus a graça da prudência e a lucidez na luta contra o mal. Vamos pedir também a intercessão de Santa Teresinha, uma menina que foi treinada no bom combate. Espiritualidade nem sempre é brisa; às vezes, é uma tempestade. Precisamos saber como nos comportar diante das dificuldades, para isso temos de buscar o alicerce na Igreja e nos santos.

Não podemos deixar que as dificuldades, as doenças da alma e do corpo nos desanimem. Temos de enfrentar essas enfermidades com a espada do Espírito. Mesmo frustrado, não podemos desistir.

"Deus reserva as melhoras batalhas para seus melhores soldados!", afima o sacerdote.
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com


Se quisermos seguir Jesus, vamos ter perseguições. Às vezes, elas ocorrerão dentro da nossa casa, mas entenda que isso não acorrerá porque nossa família é ruim, mas porque o inimigo está nos provocando. Há vários demônios que patrocinam as rebeldias da vida como as drogas, os adultérios e os filhos revoltados com os pais. Mas para cada coisa existe um anjo bom cuidando e abençoando aquilo que vem do Senhor.

Somos templos do Espírito Santo. Temos de pedir a Deus que nos proteja. Nascemos para a santidade; temos de lutar pelos nossos familiares, pois o nosso lugar é o céu.

Tenhamos a coragem de combater sem reclamar. Afinal, o Senhor reserva os melhores combates para seus melhores guerreiros.

Os filhos da luz precisam ser mais espertos que os filhos das trevas. Temos de fugir do pecado.

Vamos seguir o que Santa Teresinha nos diz: "É preciso que combatamos pelo estandarte da cruz e com a Virgem Maria”. Quando não estamos dando conta dos problemas, temos de confiar em Deus, pedir a ajuda d'Ele. Essa é a nossa força.

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Padre Márlon Múcio


Sacerdote da Comunidade Missão Sede Santos

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo