Quando eu mudo, tudo muda

Ricardo Sá: Hoje, 13 de janeiro, é aniversário da morte do meu pai. Ele se suicidou. Uma vez me perguntaram como enfrentei e superei essa dor. Respondi que nunca a superei, porque é uma dor tão grande que carregamos dentro de nós e nem sabemos o que fazer. Eu sofro em todos os momentos em que penso no meu pai. Há 14 anos, ele deu um tiro no peito. O meu pai foi um homem muito rico, mas, por falta de formação cristã, com o dinheiro vieram o poder e o sexo desregrado.

Essa minha história poderia ser contada como uma história triste, porque é uma história triste, mas eu a conto com muito amor, porque eu amava meu pai. Eu dizia a ele: “Pai, estou rezando por você”. Eu pude rezar por ele, batizá-lo no Espírito Santo. Não importava como ele conduzia a vida dele, mas o lugar de pai foi dado a ele por Deus. Eu o amei quando ele não merecia. Isso é amor de verdade.

Deus tem caminhos de amor que eu desconheço, mas a Igreja me convida a crer e, hoje, eu tenho a certeza de que, um dia, vou encontrar meu pai no céu. Eu não posso viver sem fé. A Igreja me convida a acreditar.

Quem resolveu amar meu pai fui eu, mesmo nas circustâncias em que ele estava. Humanamente falando, meu pai nos causou muita dor e muita angústia. Ele nos machucou muito. Mas também foi ele quem me ensinou o que eu tenho de mais importante: o amor. Por causa dele eu aprendi que é preciso amar sem ter razão, sem censurar. Eu amei de verdade. Posso olhar nos olhos de Nosso Senhor e dizer que eu amei como Ele pediu que eu amasse; amar o pecador, amar quem não merece. É aí que o cenário dessa história muda. O tiro que ele deu no peito foi certeiro, não só porque o matou, mas também porque me mudou. E quando eu amo, tudo muda.

 

 

Eliana: Sou testemunha do que o Ricardo viveu com o pai dele. Lembrou-me muito de quando o meu marido disse que queria colocar o nome do pai em nosso filho. Minha sogra não foi a favor, pois sofreu muito, mas foi nosso ato de amor por ele.

Devemos sempre rezar pelos agonizantes, porque é no momento entre o ato do suicídio e a morte que a Misericórdia de Deus age. Sou testemunha de que este testemunho do Ricardo é vida, é história que arranca pedaços de nós.

Ricardo:
A Palavra de Deus, para o nosso dia de hoje, está em Isaías 30, 21b: “É aqui o caminho, andai por ele”. Isso significa que o Senhor quer que você encontre o seu caminho de amor. Ele nos convida a anunciar o caminho de amor que começa em nós para mudar as circunstâncias.

Se você quer ver seus pais na Igreja, vivendo os sacramentos, precisa deixar que eles encontrem Jesus em você, porque, senão, eles não vão saber encontrar o Senhor na Igreja. Suas palavras, seu carinho, sua ajuda precisam ser um transbordamento do Jesus que está presente em você, porque Ele é o amor do Pai que cura.

Este é um caminho difícil, mas é seguro. Mas se você não muda, nada muda.

Eliana: A todo instante somos tentados a não fazer o bem, principalmente nas pequenas coisas, porque ninguém está vendo. Então, corremos o risco de rezar e não mudar; mas se isso acontece, não é oração, porque é impossível rezar e não mudar.

Ricardo
: Mulheres, vocês querem mudar? Perguntem aos seus maridos em que você precisa mudar. Tenham a coragem de perguntar qual é a mudança que eles esperam em seu comportamento. Homens, façam o mesmo com relação às suas esposas.

Eliana
: Se seus amigos nunca apontaram suas falhas, duvide dessa amizade. Será que ela está levando você para Deus?

Ricardo: Você precisa perder a mania de querer mudar os outros, porque vai se tornar uma pessoa neurótica. Você quer que seu marido mude de voz? Quer que ele seja um cantor, que se vista de tal jeito? Mas como se você nem ao menos o presenteia com uma roupa nova que respeite o jeito dele?

Eu nunca desisti da mudança do meu pai, nunca desisti da salvação dele. Não insista na mudança exterior das pessoas, mas na salvação delas. Vá além! Este é o caminho.

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso

 


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600


 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Ricardo e Eliana Sá


Casal de missionários da Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo