Quanto mais entregamos a vida a Deus mais a temos

Há três dias acontece o "Doe de Coração", que é um legado da Jornada Mundial da Juventude, no qual estamos revivendo aquilo que foi a Jornada Rio 2013. Colocamos esse evento no altar do Senhor para que cada vez mais nos unamos em projetos comuns para fazermos discípulos entre as nações. Se desta vez tantas pessoas se uniram, é possível que isso aconteça em outras ocasiões. Fiquei surpreso em ver quantas pessoas partilharam suas experiências durante o encontro mundial.

Já no início da Quaresma somos chamados ao êxodo, é uma ocasião para nos refazermos e nos deixarmos "re-evangelizar". Esse meio, o tempo quaresmal, pode nos ajudar a renovar nossa vida cristã para, no Domingo de Páscoa, podermos ressuscitar com o Senhor não só da boca para fora, mas efetivamente.

Dom Orani
Foto: Wesley/CN

(Clique aque e faça a sua doação)

Aqui no Brasil, durante essa caminhada quaresmal, a Campanha da Fraternidade nos apresenta o tráfico humano como tema a ser refletido; a que ponto chega a ganância do ser humano! No mundo o tráfico de pessoas acontece de diversas formas e também no nosso país. Muitas vezes não enxergamos que isso está ao nosso redor.

Nesse aspecto começamos a Quaresma falando da nossa realidade de pecado, por isso abrimos o coração para acolhermos a salvação pela reconciliação e, assim, somos lavados no Sangue de Cristo. A Palavra de hoje coloca-nos duas maneiras de enxergarmos o pecado: Em Gênesis, o enganador, o maligno, nos apresenta a mentirosa figura de um Deus que não nos quer bem. E essa mesma questão ouvimos sempre, ouvimos que o homem é livre e não deve se deixar levar pelos planos de Deus. E como Adão e Eva podemos andar errantes e distantes da vontade do Senhor. Existe, portanto, uma grande crise do homem que pensa que será mais feliz se não andar nos caminhos do Senhor. Acaba trazendo para a humanidade um clima de tensão porque está distante do seu Senhor.

Por outro lado há outro tipo de tentação. O enganador que incentiva a pessoa a tentar contra Deus. Essas duas formas de tentação também estão em nossas vidas. O bem e o mal estão sempre à nossa frente e somos nós quem devemos escolher. Quanto mais entregamos a vida a Deus tanto mais a temos.

Cabe a nós atualizarmos a nossa obediência ao Senhor. O mundo nos coloca diante de diversas opções, mas devemos escolher o caminho de Deus, o melhor é a obediência. Pensamos que a obediência a Deus pode nos tolher, masi isso não é verdade! Na obediência, na vontade de Deus, somos mais felizes. E podemos mostrar que não temos medo de nos deixar conduzir pela vontade de Deus, pelo Espírito Santo.

A Quaresma é um grande retiro, tempo para entrarmos na obediência, para nos abandonarmos na vontade de Deus e trilhar um caminho de conversão rumo à Páscoa. O Papa Francisco nos tem convidado a sermos sinais de misericórdia e a vivermos esse tempo de oração, penitência e silêncio para estarmos mais perto de Deus. É o tempo também de retomarmos. Eis o tempo favorável, eis o tempo de conversão.

O intuito do "Doe de Coração" de angariar fundos para quitar os custos da JMJ Rio 2013, que foram muito além do esperado. Uniu cantores, emissoras de rádio e TV, uniu pessoas mostrando que a Igreja é unida. Portanto, entremos nesse tempo favorável para que o Senhor nos encontre renovados em nossa vida, no nosso modo de ser, pensar e agir.

 

 

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair

 


Cardeal Dom Orani João Tempesta


Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo