Quer ser curado? Renuncie ao pecado

Padre Reinaldo
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Muitas pessoas não sabem o que significa o pecado. E, ao contrário do que muitas pensam, este é muito mais do que praticar atos, pois ele somente é sinal do rompimento da nossa relação com Deus.

A condição de pecador sempre nos acompanhará, pois somos limitados e imperfeitos, mas somos, sim, capazes de evitar os atos pecaminosos.

Ao assumirmos nossa pequenez e, a partir desse ponto, buscarmos Aquele que tem condições de nos tirar desse estado [pecado], estaremos trilhando pelo caminho certo.

O mundo perdeu o sentido do pecado, as pessoas pecam, ficam longe de Deus e fazem de conta que nada está errado. E, ao fazermos isso, estamos confrontando os planos de Deus em nossa vida, negando nossa origem a ponto de não acreditarmos mais no Senhor ou querendo nos transformar n'Ele.

Todas as vezes em que tentamos mascarar nosso pecado, estamos dizendo para Deus que não queremos sair da condição que nos encontramos. Temos a chance de nos redimir com a confissão e voltar aos braços do Pai.

Deus nos ama independentemente da forma como estamos, Ele ama o pecador, mas não o pecado. Por isso, para corresponder a esse amor, devemos mudar, porque aquele que realmente ama é capaz de ir ao limite pela pessoa amada.


O pecado faz com que criemos um projeto pessoal, rasgando tudo que é projeto de Deus para nós. Não podemos nos deixar guiar pelo ato pecaminoso, pela vida errada longe do Pai. Quando levamos alguém a pecar, demonstramos claramente que temos amor por essa pessoa, mas que a utilizamos como um simples objeto para ir ao encontro do que queremos.

Diante do nosso estado de pecadores, o pecado se apresenta de inúmeras formas. Como um pecado social, ato consciente da pessoa cometer algo contra a vida do próximo, mesmo que de forma indireta. Existe também o pecado mortal, que é aquele praticado de forma consciente contra os Dez Mandamentos da lei de Deus, quando rompendo totalmente nossa relação com Deus Pai. Além disso, há os pecados veniais, que são aqueles praticados por descuido no nosso dia a dia; eles podem ser absolvidos durante o Ato Penitencial da Santa Missa. Por fim, há os pecados capitais, que, geralmente, são os responsáveis por nos levar a praticar inúmeros outros pecados.

"Volte para os braços do Pai!" exorta Padre Reinaldo
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
A perda do estado de graça faz com que percamos a sensibilidade. Com isso, caímos em uma vida de tibieza, perdendo os valores morais e nos acomodando com a prática do pecado. Nessa hora, precisamos voltar a buscar a conversão, lutando para deixar os hábitos do "homem velho" e vislumbrar o "homem novo", capaz de viver na graça do Pai, respondendo ao Seu amor incondicional.

Deixe o "homem novo" prevalecer em sua vida, pois a vitória na nossa vida só virá com ele. Busque a confissão hoje, permita que Nosso Senhor Jesus Cristo derrame toda a misericórdia sobre você. Não deixe que a casa onde Deus habita fique suja. Assim como você limpa o seu lar sempre, o templo do Senhor, que é você, também merece o mesmo cuidado. E essa limpeza só será capaz com seu arrependimento, constatando seu estado de pecador e buscando restaurar novamente seu relacionamento com Deus.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Padre Reinaldo Cazumbá


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo