Queremos ser Famílias Sagradas!

Menandro: Sou consagrado há seis anos na Comunidade Canção Nova. Eu e Simone estamos juntos há cinco anos. Sou de Aracaju, e venho partilhar junto com ela, o quanto é importante viver como consagrado em família.

Simone: Deus tem planos para nós, mas as escolhas estão em nossas mãos. Ao contrário do Menandro, meus pais são separados, e tive muitas dificuldades, mas em todas as lutas que tive Deus sempre foi muito fiel.

Tive muitas experiências, e com isso me machuquei muito, mas eu sempre pedia a Deus um homem que fosse de Deus. Deus escolhe as pessoas para viverem umas com as outras.

Eu estava vivendo um tempo de cura na minha vida, e quando o Menandro me disse que queria me conhecer melhor eu pensei, meu Deus o que eu faço?

Ouça trecho dessa pregação

Menandro: Eu observava a Simone, e pedia para Deus que Ele abrisse todas as portas para mim. Pensava e pedia a Deus que se fosse ela a pessoa que o Senhor reservou para mim, que Ele abrisse todas as portas, mas se não fosse que o Senhor cortasse tudo pela raiz. Por causa de experiências negativas, eu tinha a preocupação por causa do preconceito, e depois percebi que ela também estava olhando para mim.

Simone: Na minha família eu vivia isso, sempre saia as piadas, o racismo também havia sido imposto na minha família. Na época em que ele foi conhecer a minha família, era natal. Como foi difícil! Eu tinha esse preconceito, na verdade tinha isso embutido em mim. Deus foi cuidando e me libertando de todos esses sentimentos. Mais uma vez se prova: num relacionamento o que vale não e a aparência, mas o caráter da pessoa.

Você pode pensar que porque moramos na comunidade, não temos problemas. Mas nós também experimentamos e passamos por sofrimentos.

Quando nos casamos, nós ganhamos nossas coisas, mas em um ano e dez meses nós já mudamos cinco vezes. Em uma das vezes que mudamos experimentamos o sofrimento, mas também experimentamos a graça de Deus.

Menandro: Nós precisávamos mudar, conseguir uma casa para mudar que fosse mais em conta. Teve um dia que nos saímos e um ia para um lado e o outro para outro, e no final não encontramos nada. Eu já estava cansado, então eu peguei a imagem de São Miguel e nos dois começamos a rezar e choramos muito, eu me sentia como São Jose.

Esta experiência que nos tivemos talvez não tenha sido como as perseguições, mas Deus nos permitiu que pudéssemos ser formados, para estarmos mais próximos do Senhor.

Ouça trecho dessa pregação

Simone:Voltamos depois de um tempo para Cachoeira e logo engravidei, mas logo comecei a sentir muita dor. A medica disse que eu estava com começo de aborto. Eu retornei sem para casa, sem saber ao certo o que tinha se passado.

Eu tive que fazer curetagem, tinha perdido o bebe. A comunidade toda nos acolheu. Mas ainda assim eu perguntava a Deus por quê? E o Senhor me respondeu que ele queria um intercessor no céu para minha família.

Menandro: Quando chegamos em casa, nós sentíamos um vazio muito grande. Fui para o banheiro e chorei muito, e pedi a força do Espírito Santo. E senti que ele mesmo veio ate mim. Eu acreditei no Senhor! Ele nos tinha prometido um filho então Ele iria nos dar, pois as promessas de Deus são irrevogáveis. Um tempo depois nos ficamos grávidos.

Simone: Mais uma vez eu sentia a presença de Nossa Senhora segurando a minha mão. Graças a Deus nós conseguimos estes momentos com o Senhor, pois em tudo temos que ter Deus no centro das nossas vidas. Em tudo eu procuro desde já ensinar e educar o nosso filho, desde o momento em que ele esta no meu ventre.

Nós vivemos muito, daquilo que o nosso fundador nos ensina. Que não se coloque o sol sobre os vossos ressentimentos. Nós acreditamos na força dos sacramentos. Assim todas as vezes que passo por momentos difíceis, eu me volto ao altar onde nós fizemos o nosso compromisso. Às vezes somos muito orgulhosos, mas graças a Deus nos não vamos dormir sem se reconciliar.

Menandro:Deus quer família com base. O pai precisa ser a coluna da casa. Eu peço sempre a graça da paciência, para que eu possa viver cada momento. Em todos os momentos Deus esta presente.

Você não é a mulher maravilha, eu não sou super-homem. Somos nada sem Deus!Para que esse orgulho? Deus todos os dias nos da uma nova chance.

Volta para a sua família. Porque os amigos passam, as bebedeiras, as mulheres e os homens bonitos vão passar. Nós acreditamos que tudo passa, mas a tua família não passa, ela te recebe, acolhe.

Esposas tenham paciência, amem muito, retomem o amor com coisas e palavras simples. Olhe um nos olhos do outro, dizendo: eu te amo muito! A partir de hoje eu quero recomeçar!

Menandro e Simone
Missionários da Comunidade Canção Nova.



Campos:
Essa e única e mais linda mulher que Deus fez na terra para mim! Tanto eu como ela viemos de famílias muito difíceis. O inimigo quer acabar com as nossas famílias. As empresas falam muito de controle de qualidade, e ta cheio de gente querendo fazer free-lance em casa. O matrimônio tem que ser santo! Sofre quem quer, quem não cuida!

Ouça trecho dessa pregação

Gilsânia: É uma alegria estar aqui com vocês, estamos ainda sendo formado por Deus. Temos três filhos, e também passamos por dificuldades. Mas não lançamos fora a graça do sacramento. E o que me faz ser fiel, é o que eu conquisto a cada dia. Quanto os nossos filhos nos ajudam a sermos fieis ao nosso marido.

Campos: Neste vai e volta temos que ser bons recepcionistas, temos que acolher bem a nossa esposa que chega em casa, lá fora esta cheio de opção, e cada um tem que segurar firme.

Eu amo voltar para minha casa, mas não foi sempre assim, como eu via meu pai voltar para casa eu queria fazer o mesmo. Minha mãe não caprichava e meu pai 'voava' na infidelidade.

Deus colocou esta santa na minha vida, eu quase perdi o compasso, eu a vi no meio dos soldados. Eu queria chegar primeiro, e ela sempre foi uma mulher de Deus. Ela me colocou no meu lugar, me perguntou se eu beijava a minha mãe, e eu nunca tinha beijado a minha mãe até os meus dezenove anos.Eu namorei seis anos.

Gilsânia: Deus queria ir muito mais longe, me usou como instrumento na vida dele e ele na minha vida.Ele é o príncipe que eu esperava, chegou todo estropiado, mas Deus foi trabalhando nele e em mim também.

Nós também sofremos, pois decidimos ser santos. Esta na moda ser cristão. O que eu faço é dobrar o meu joelho diante de Jesus Sacramentado, na vida de oração e de trabalho. Pois temos que cuidar da nossa casa sendo guerreira.

Ouça trecho dessa pregação

Campos: Enquanto você esta sozinho, ninguém da valor, mas quando o Senhor o resgatou, ai então começou os ataques no seu casamento. Peça discernimento para saber o que esta minando o seu casamento. Procurem ajuda naqueles que podem oferecer ajuda. É importante rezar! Precisamos até na hora da morte ser fieis, temos que ser homens de oração.

Mulher não é empregada, lavadeira de ninguém, você tem que ajudá-la . Você torce por um time que ninguém te conhece, mas a sua esposa te conhece.

Gilsânia: O que alimenta a fidelidade, todos os dias, é você fazer a diferença.

A nossa família é uma equipe, quando eu não posso ele faz melhor do que eu. Quando eu não posso ele sabe fazer o trabalho de casa, meu filho também sabe, isso tudo nos ajuda a sermos fiéis.

Campos e Gilsânia
Missionários da Aliança da Comunidade Canção Nova.

Transcrição: Célia Grego
Fotos: Natalino Ueda
Edição: Willieny Isaias


Missionários da Comunidade Canção Nova


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo