Reconhecer que Jesus é o Senhor

Deus nos convida a refletir o Evangelho de São Lucas 18,42: ' Vê; a tua fé te salvou'. Este capítulo conta algumas parábolas e mostra que Deus ouve as orações de quem reza com fé, pois quem exalta o Senhor é atendido.

Diácono Nelsinho Corrêa
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Jesus nos mostra os discípulos incapazes de entender todo o sofrimento que Jesus iria passar, assim eles estavam vivendo um cegueira mental e não queriam entender o processo da cruz. Quando nós demorarmos e lutamos para construir algo, ficamos felizes com a nossa conquista.

Jesus apresenta um homem rico que não deseja largar o dinheiro para conhecer Deus, mas, na mesma parábola, o Senhor nos mostra o homem cego que se apresenta a Ele e suplica Sua piedade. Ao aproximar-se do cego, Jesus o curou e o homem saiu para anunciar.

O cego fez a salvação, pois conhecia o Salvador. Mas, muitas vezes, nós não sabemos reconhecer Jesus e não temos fé n'Ele. Quantos de nós, muitas vezes, não temos fé e não somos fiéis a Deus?! Portanto, precisamos reconhecer que é Jesus é o caminho.

O Pai é aquele que veio para cumprir a profecia, pois a Sagrada Escritura dizia que o Salvador viria da família de Davi para nos salvar.

Nós católicos precisamos entregar a nossa vida nas mãos de Deus, assim como o cego fez. Devemos ter fé, principalmente, diante da dor, porque, enquanto está tudo bem, é fácil seguir Jesus Cristo, mas na hora do sofrimento corremos o risco de perder a fé.

Precisamos saber para que estamos rezando e em quem depositamos nossa confiança, porque Deus age no tempo certo. Jesus é o Senhor! Por isso, nós cristãos precisamos ter compromisso com Ele e ir, pelo menos, à Missa aos domingos.

Reconheça que Jesus é o Messias e siga o exemplo daquele homem cego, que curado saiu para seguir glorificando a Deus.

'Precisamos reconhecer que Jesus é o Senhor', disse diácono.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com


A atitude deste cego é o caminho que todas as pessoas curadas devem seguir depois da conversão ou da cura de uma enfermidade. O Espírito Santo está dentro de nós e mora em nosso coração, por isso Ele nos leva para realizar o bem.

Na hora do desespero e do sofrimento é preciso clamar primeiro por Jesus, da mesma maneira que o cego reconheceu o Senhor. Na hora da dor e do sofrimento somos cegos, porque não conseguimos enxergar e identificar que Deus está ao nosso lado.

Devemos aprender com este cego que, mesmo sem ver o amor e a misericórdia, acreditou e teve fé, porque ela é a certeza daquilo que não conseguimos ver. Nós estamos nas mãos do Senhor; portanto, se Ele quiser as coisas acontecem como planejamos. Mas caso não aconteçam, serão da forma como o Senhor planejou para cada um de nós.

Não importa o tamanho da sua fé, sempre haverá uma luz para iluminar a sua vida. Abra as portas da sua casa e do seu coração para receber as bênçãos de Deus.

Transcrição e Adaptação: Alessandra Borges

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo