Resgatados para resgatar

Monsenhor Jonas Abib
Foto: Renan Félix

Ouça Salmo 144 cantado pelo missionário Francisco

Meus irmãos, para finalizar esse Acampamento tão simples e tão maravilhoso, parece que o Senhor escolheu as leituras (Isaías 55,6-9; Filipenses 1,20c-24.27a; Salmos 144; Mateus 20,1-16a), e na verdade Ele escolheu, pois Ele sabia desse Acampamento e já dispôs essas leituras.

Veja o que foi dito na primeira leitura: “Buscai o Senhor, enquanto pode ser achado; invocai-o, enquanto ele está perto” (Is 55,6). Graças a Deus quantos vieram buscar o Senhor e o encontraram. Eu posso dizer a você que veio buscando o Senhor e o encontrou pela primeira vez de maneira nova, parabéns! Deus abençoe você! Deixa calar em seu coração essa palavra do Senhor: “Buscai o Senhor, enquanto pode ser achado; invocai-o, enquanto ele está perto”.

Nós estamos graças a Deus no tempo da misericórdia, tempo que o Senhor se põe de braços abertos para acolher a todos que vêem a Ele. Você sabe que todo tempo dura por um tempo. Tempo de manga, goiaba… e terminado aquele tempo, terminou. Deus é sempre misericordioso, mas o Deus que é misericordioso também é justo, vai ter um momento que Ele vai precisar usar da sua justiça, então volte agora para o Senhor. Ele está esperando por você e pelos seus. Não é uma coisa egoísta, não é apenas nós nos voltarmos para o Senhor, mas querer que os nossos também se voltem a Ele.

A gente fica estranhando a conclusão do Evangelho, aquele pai de família vai de madrugada buscar operários para sua vinha; a plantação está pronta para ser colhida, e a uva tem que ser colhida no tempo exato, por essa razão ele vai de madrugada procurar trabalhadores, mas volta ás 9h, ao meio dia, às 15 e às 17h. Por que ele volta tantas vezes? Porque ele é o dono da vinha e os cachos de uva têm que ser colhidos, pois não podem se perder. É por essa razão que ele vai buscar operários também às 17h. Por que ele faz o pagamento daquele jeito, começando pelos das 17h que trabalharam apenas uma hora? Ele não igualou o pagamento, na verdade ele era grato aos que trabalharam o dia inteiro, mas grato a todos que trabalharam, principalmente aos que foram às 17h porque senão as uvas teriam se perdido. E o Pai de família que é o Senhor não quer perder nenhum "cacho de uva" que se trata de você e dos seus, e de muita gente que o Senhor não quer que se perca.

Nós não somos da primeira hora e nem da segunda, somos da última hora, fomos colhidos agora e precisamos ser muitos gratos ao Senhor porque esses operários nos levaram para o Senhor e hoje nós precisamos permanecer no Senhor. Eu e você precisamos ser firmes, fortes e lutadores.

Há um outro aspecto muito importante neste Evangelho, vou falar de nós operários que Ele manda buscar porque não quer perder suas "uvas". Você é operário do Senhor até mesmo em gratidão por ter sido colhido e trazido de volta a Ele. Você é chamado a ser evangelizador e entrar no trabalho do Senhor. Na Igreja há lugar para todos, mas na evangelização, vocês leigos podem ir onde os bispos e nós padres não podemos ir; em primeiro lugar na sua família, você é o primeiro apóstolo da sua família; você pai, mãe, filho.

"Meu irmão, é preciso trabalhar e querer a salvação de nossos entes queridos"
Foto: Renan Félix

Tem muitos filhos que ainda precisam ser colhidos pelo Senhor. Você é o apóstolo da sua casa, você é o evangelizador. Dizemos que santo de casa não faz milagres, mas a grande arma não está na boca, você ficar falando com a pessoa, mas a grande arma está nos joelhos, reze, reze, reze. Chegue até a cama de seu filho quando ele estiver dormindo e reze por ele. Queira realmente que seu filho seja resgatado pelo Senhor, queira e não desanime, busque todas as ocasiões. Facilite para que ele se encontre com outros jovens em tantos movimentos que o Senhor tem suscitado em sua Igreja, você verá o efeito que fará. É preciso que você queira a salvação de seus filhos.

Quanto filho, quanta filha precisa resgatar seu pai e sua mãe. Infelizmente há muitos pais que na nossa cultura são durões e não vão à igreja, e precisam ser resgatados pelo Senhor; eles não podem se perder, e é claro que você não quer que eles se percam, e não basta que eles sejam bonzinhos, eles precisam voltar a Deus, aos sacramentos. Se nós rezarmos ao Senhor pelos nossos pais e avós, o Senhor buscará o momento para salvá-los, nem que seja o último dia.

Meu irmão, é preciso trabalhar e querer a salvação de nossos entes queridos, você está em lugares onde nós padres não podemos chegar, e você onde trabalha precisa ser o evangelizador, os que trabalham com você, as pessoas que Deus coloca em seu caminho, precisamos querer a salvação deles, lá você está perto e pode falar e agir. Primeiro a sua própria presença como alguém do Senhor incomoda, você não pode ser uma pessoa chata, mas só de não se comportar como os outros, você acaba sendo um estranho no "ninho" e isso incomoda. Nós não somos carolas como eles dizem, mas reconhecem que nós fazemos a diferença e é assim que precisamos ser, pois quando a coisa aperta eles buscam a nós. Reze e não perca a ocasião, pois você é apóstolo da última hora, realize a sua missão.

Meu irmão, isso é muito sério e lindo. Não perca tempo! O que eu vou falar é muito sério, os nossos irmãos evangélicos, e há verdadeiros evangélicos, que não perdem tempo, e graças a Deus eles tem pegado muita gente. Nós queríamos que eles estivessem aqui, mas acabaram conhecendo o Evangelho e indo para outra igreja, mas talvez lhes faltem coisas preciosas como a Eucaristia, e tantas outras coisas que temos, mas nós não temos feitos aquilo que eles tem feito, e quanta gente está se salvando porque encontrou um evangélico que os levou para sua igreja. Meus irmãos, está na hora de acordarmos e darmos tudo, pois o Senhor nos dará o pagamento daquele que trabalhou o dia todo. O Senhor quer dar esse pagamento a você, comece onde puder começar, se você ainda não tem o aprendizado como levar o Evangelho, fale daquilo que você é hoje, e daquilo que você conseguiu, a vida fala mais que mil palavras.

São Paulo fala: “Irmãos: Cristo vai ser glorificado no meu corpo, seja pela minha vida, seja pela minha morte. Pois, para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro”(Filipenses 1,20c-24.27a). Paulo foi como um bom operário que não deixou nenhum “cacho de uva” se perder. E ainda diz: Só uma coisa importa: vivei à altura do Evangelho de Cristo. Diga ao Senhor: “Senhor, é isso que eu quero ser pela sua graça. Amém”!

Transcrição: Willieny Isaias

 


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo