Revisão de Vida

Que bom estarmos juntos, não apenas na expectativa de um ano que vem, mas também na expectativa de recebermos o Senhor que vem estar conosco, em nossas famílias. E que coisa maravilhosa é estarmos justamente no Acampamento de final de ano afirmando com convicção: Deus cuida de mim!  Não é uma interrogação é uma afirmativa. Deus cuida de mim. E  é claro, se Ele cuida de mim, cuida também da minha família, dos meus parentes.

Como foi lindo escutarmos na celebração da Missão, hoje cedo, o padre Jonas falando da postura da família, como devem proceder os pais e os filhos. Sabemos que os filhos sempre imitam os pais; é  por isso que os pais precisam ser santos. É bom que tenhamos esta oportunidade de estarmos testemunhando juntos este mistério de amor. Deus cuida de mim, Deus cuida de nós.
Recordo-me daquela frase forte que Pedro falou para Cornélio quando chegou em sua casa. Antes mesmo de pedir o Espírito Santo Pedro disse: ‘Cornélio acredita no Senhor Jesus e serás salvo tu e toda tua família’. E esta promessa é também para mim e para você, para as nossas famílias.
Portanto devemos testemunhar, porque se as palavras são importantes, mais importante ainda é o testemunho da vida entregue a Deus.
Podemos aplaudir, como um gesto de carinho, você que veio testemunhar sua fé ‘virando’ o ano aqui na Canção Nova. Você poderia estar em vários outros lugares como, por exemplo, na praia, numa montanha ou em casa simplesmente nos assistindo e descansando, mas que bom que você veio testemunhar sua fé aqui.

Este é mais do que um final de semana comum, é a celebração de tudo que você viveu durante o ano que passou. Até precisou economizar seu dinheiro, fez um esforço a mais e veio se encontrar com nosso Senhor aqui na Canção Nova.
Eu acredito que você trouxe a Sagrada Escritura, então vamos juntos meditar na palavra o que o Senhor tem a nos falar. Aliás, nestes últimos dias, vivemos celebrações importantes dentro da liturgia, e na quinta- feira, celebramos os Santos Inocentes, aqueles meninos com menos de dois anos de vida que foram eliminados pelo rei Herodes e se tornaram mártires antes mesmo de pronunciarem uma palavra. É por isso que são chamados Santos Inocentes. Vamos meditar sobre este acontecimento tomando então a Palavra em  Mt 2, 13-17: '13 Da Galiléia foi Jesus ao Jordão ter com João, a fim de ser batizado por ele. 14 João recusava-se: 14 João recusava-se: Eu devo ser batizado por ti e tu vens a mim! 15 Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois convém cumpramos a justiça completa. Então João cedeu. 16 Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus. 17 E do céu baixou uma voz: Eis meu Filho muito amado em quem ponho minha afeição'.

Esta palavra é dirigida a todas as pessoas de boa vontade, mas especialmente a nós, cristãos católicos; esta palavra é para você que me acompanha agora onde quer que esteja. Pois neste final de ano, onde sabemos que no ponto de vista econômico, social e até político é tempo de revisão, precisamos fazer uma revisão de nossa vida.
Até mesmo você que está aqui, provavelmente, antes de vir fez uma revisão no seu veículo. Na escola também foram feitas as avaliações de fim de ano, e, aliás, talvez aqui tenham alguns que não passaram de ano. No ano que vem vamos dar a volta por cima! Mas a avaliação é importante para, justamente, se perguntar o que aconteceu para você não passar de ano, no caso de quem não passou de ano.
Os pais fiquem atentos: talvez as crianças não passaram de ano porque ficaram numa Lan house. É preciso avaliar, hoje, com honestidade e, a partir de então, dar os passos concretos para acertar na vida, pois a vida é concreta e deve ser enfrentada de frente. Nós não podemos nos esquivar, é preciso fazer a reavaliação e até mesmo constatar uma coisa triste que, aliás, não vem de hoje mas desde o início do mundo e vem passando através das gerações e continua com suas conseqüências e atinge a  cada um de nós, que é o pecado.

Têm alguns que acham que não pecam, por incrível que pareça existe gente que diz: ‘Eu peco mais tem muitos outros que pecam também por aí’. Outros dizem: ‘Eu peco sim, mas e daí,  todo mundo peca!’  E ainda os que dizem: ‘Eu não tenho pecado nenhum!’
Só que não adianta viver desta maneira. Todos nós temos pecado. São João diz: ‘aquele que disser eu não tenho pecado faz de Jesus um mentiroso’.  Mas o Senhor é a Verdade, e Ele fez maravilhas por nós. Uma das coisas maravilhosas que Ele fez foi derrotar o pecado, e isso o Senhor fez no alto da cruz dando sua vida por nós.
Aquele que derrotou  o pecado e a morte nos deu a vida em Seu Nome; é por isso que somos chamados cristãos.

Eu digo a você, jovem, criança, adulto:  Nosso Senhor derrotou o pecado e por graça de Deus por nós é possível vencer o pecado!

Herodes era rei e porque se sentiu ameaçado com a vida de Jesus resolveu matá-Lo e por isso matou todas aquelas crianças como vimos na palavra. Seu coração estava duro pelo pecado. O coração humano se torna incessível com o pecado.

Meus irmãos estamos no final de mais um ano e eu lhes  pergunto: tivemos ou não um ano de 2006 com muitas dificuldades, inclusive na política? Infelizmente, quanta corrupção em nosso País!
Por causa do pecado, do egoísmo tivemos muitos transtornos. Veja o que  aconteceu a pouco com os nossos deputados querendo alimentar  seus salários em 100%, isso é ou não e um coração insensível?
O pecado nos leva a sermos egoístas.  Isso não é cristianismo, é a religião da Nova Era que proclama, “eu me salvo, eu me basto e por isso não preciso de ninguém pra nada”. É por isso que explode violência e mais violência como temos visto em São Paulo e no Rio de Janeiro nos últimos dias. No meio do terror e do egoísmo nós assistimos o testemunho daquela mãe que no Rio de Janeiro que deu a vida por seu filho:

:. padre Hamiltom relata o fato da mãe que deu a vida pelo filho, no Rio de Janeiro 

Estou citando este fato para você perceber como o pecado foi agindo duramente no meio de nós. Precisamos tomar a firme decisão de não mais pecar, meus irmãos. Talvez você me diga: ‘Mas Pe Hamilton, eu não estou promovendo o roubo nem a violência, sou até uma boa pessoa’. Mas eu digo a você que podemos rever nossa vida e perceber que provavelmente no âmbito familiar temos cometido muitos pecados. Se fossemos partilhar levaríamos muito tempo e chegaríamos a conclusão de que todos nós, de alguma forma, temos nos deixado levar, inclusive, por este mal terrível que é o adultério.

Como não temos feito revisão e tomado uma decisão concreta, o pecado continua acontecendo no nosso meio.
Somente a partir desta análise da realidade, inclusive eu como Padre, é que podemos lutar com mais firmeza contra o pecado.
Quando nós formos celebrar hoje a Missa da virada, eu desejo que tenhamos a clareza e a coragem de dizer ao Senhor:  “Me perdoe Senhor por tudo de errado que fiz no ano que passou e me dê sua graça, pois ano que vem eu quero ser diferente. É por isso que hoje eu vim fazer uma revisão de vida sincera e honesta aqui na Canção Nova.”

Precisamos tomar consciência do pecado em nossa vida, e para entendermos melhor podemos comparar nossa vida há um rio.
Quando estamos rezando podemos ver a água límpida, ver os peixinhos, e toda beleza própria do rio, no entanto, quando estamos no pecado a água fica suja como numa enxurrada e não conseguimos ouvir a Deus nem ver Deus nos acontecimentos.
Você se lembra daquela passagem onde Maria Madalena estava curvada e Jesus se aproxima dela, olhou para aquela mulher com compaixão e ela sentiu confiança? Era um olhar puro e algo mudou dentro dela. Quem está em pecado vive esta situação, está curvado pelo peso do pecado. Mas deixa eu lhes dizer: Deus de fato quer cuidar de nós, mas precisamos tomar consciência de nossa condição de pecadores e termos a coragem apesar de nossas fraquezas olharmos para o alto, como fez José na leitura que vimos hoje. Ele que era temente a Deus, obedeceu prontamente a ordem do Senhor.
Nosso Senhor está chegando também agora e dizendo a você: ‘Levanta-te, pois se Herodes está querendo matar, o Senhor está te dando a oportunidade de salvar sua vida pela obediência a palavra de Deus. Ele estava na Graça e por isso ouviu a voz do Senhor. Aquele que está em pecado, está com o coração morto.

É da vontade de Deus que, hoje, você se levante e diga para Deus: ‘eis-me aqui Senhor, eu quero uma vida nova!

Eu quero contar uma historinha que nos faz lembrar o nosso querido Pe Léo, que, aliás, pode estar nos assistindo agora. Pe Leo, nós te amamos, te aplaudimos pela sua luta, por vida! Estamos aqui na CN fazendo uma revisão de nossa vida e amamos muito o Senhor.

:. padre Hamiltom conta a história.

Vamos pedir  ao Senhor, por sua graça e pela força de seu Espírito, que nos lave, nos restaure e nos faça viver uma vida nova neste ano novo.

 

Transcrição: Djanira Silva
Edição áudio: Tatiana Gomes
Fotos: Lucilene Silva


Adquira esta palestra pelo shopping.cancaonova.com
através do telefone 12 3186 2600


.: CD: Deus cuida de mim, Salette Ferreira

 

 


Padre Hamilton Nascimento


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo