Salva-me, ó Deus, pelo Teu nome!

Lúcio Domício
Foto: Daniel Mafra
Deus reservou um momento para falar com você, e eu, hoje, sou um instrumento d'Ele para tocar seu coração. O Senhor nos conduz para a experiência de um encontro pessoal com Ele, pois quer se encontrar com cada um de nós.

Essa experiência pessoal com Jesus é transformadora, pois dá sentindo à nossa vida. Somos como uma montanha russa, por isso, diante das dificuldades, dos sentimentos e das frustrações, desejamos nos encontrar ainda mais com Cristo. Mas esse momento de encontro com Ele não deve ser só agora, mas em todas as circunstâncias da nossa vida. Ele está sempre ao nosso lado, recolhendo nossas lágrimas.

Quantas pessoas se encontram em uma situação difícil! Deus quer ser o degrau da nossa santidade. Agradeçamos ao Senhor pela oportunidade que Ele nos dá de O encontrar, porque devemos querer encontrá-Lo em todos os momentos.

Pegue a sua Bíblia e abra-a em Salmos, 54, 3-9: “Salva-me, ó Deus, por teu nome! Pelo teu poder, faze justiça para mim! Ouve, ó Deus, a minha prece, dá ouvido às palavras da minha boca! Os soberbos se levantam contra mim, e os violentos perseguem a minha vida: eles não colocam Deus à sua frente. Porém, Deus é o meu socorro, o Senhor é quem sustenta a minha vida. Caia o mal sobre aqueles que me espreitam! Aniquila-os, Javé, por tua fidelidade! Eu te oferecerei um sacrifício espontâneo, e agradecerei o teu nome, porque ele é bom; porque me livrou das angústias todas, e eu contemplei a derrota dos meus inimigos”.

Davi, no momento da tribulação, começou a rezar para seu Deus, pois O conhecia. Naquele momento, ele estava sofrendo, e o sofrimento era a única coisa que ele tinha para transformar em matéria-prima da sua oração. Tudo o que nos acontece é uma história para a nossa salvação. Para Davi não era difícil rezar e pedir o auxílio do Pai.

Qual é a sua experiência com Deus? Quem é Ele, de verdade, na sua vida? 

Peregrinos participam da Quinta-feira de Adoração na Canção Nova
Foto: Daniel Mafra

Nós nos perdemos nos momentos de tribulação e sofrimento, então, recorremos ao Senhor. Mas quando a vida está caminhando bem, nós não O procuramos. É preciso buscar sempre um relacionamento com Deus na oração.

Não basta saber que Deus é Pai, é preciso ter um relacionamento de intimidade e diálogo com  Ele. Muitas vezes, encontramos dificuldades em nossa vida; nesta hora, temos de sabe identificar onde está o Senhor. Por que a sua vida de oração não acontece? Esta faz toda diferença, porque é o caminho de conhecimento de Deus. Davi tinha um caminho de oração, por isso saiba a quem recorrer.

Peça a Deus para retirar da sua vida aquilo que ainda é mal e não o santifica. Diga ao Senhor que você não quer outro deus ocupando seu coração, pois Ele é o único Deus da sua vida. Davi sabia rezar quando tudo estava bem ou quando tudo estava dando errado. Por isso, ele rezava este Salmo.

Devemos aprender a rezar durante a tribulação, pois precisamos aprender a rezar com a vida, acolhendo os sofrimentos ao lado do Senhor. Devemos aprender a conviver com a nossa realidade e dizer para Deus que é diante das tribulações que buscamos degraus de santidade.

É preciso enfrentar a vida; não só querer tirar a cruz, portanto, é preciso ser amigo do tempo e enfrentar o dia a dia com coragem. Vamos aprender a viver com as tribulações!

Deus quer se encontrar com cada um de nós e nos salvar, porque Ele nos quer no Céu. Monsenhor Jonas Abib nos explica que, lá no céu, há uma morada com o nome de cada um de nós, mas se não chegarmos lá, nosso lugar ficará vazio. Devemos conquistar o Céu vivendo aqui na Terra, porque ou subimos para junto do Senhor ou descemos para junto do inimigo.

Hoje, temos de nos encontrar com Cristo e deixá-Lo ser o Deus da nossa vida.

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges


Lúcio Domício


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo