Salvai-vos desta geração perversa

Diácono Fábio Camargos
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Para iniciar esta reflexão, gostaria que, juntos, lêssemos o Atos dos Apóstolos 2,16-18;40:

"Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel: e nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos sonharão sonhos; e também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; e com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: salvai-vos desta geração perversa".

Devemos crer que a Palavra de Deus tem o poder de transformar a nossa vida. Esse trecho da Palavra nos remete ao episódio de Pentecostes quando os apóstolos receberam o Espírito Santo e saíram para pregar.

São Pedro tomou a Palavra e começou a pregar para as pessoas; ele falou para a multidão que os apóstolos estavam, ali, para cumprir as promessas do Antigo Testamento.

O apóstolo explica que, no antigo testamento, Joel escreveu o livro de sua profecia na época em que o povo de Israel vivia uma situação de calamidade. Ele começou sua história fazendo uma comparação com o tempo em que as pessoas estavam vivendo como gafanhotos, ou seja, invadiam as plantações e as casas, deixando todos na miséria. Uma praga de gafanhotos, naquela época, era tão ferrenha que era comparada à besta produzida pelo cruzamento com 10 animais diferentes. Joel usa essa comparação para falar da destruição que o Império da Babilônia causou ao povo de Jerusalém.

Deus quer nos mostrar que, hoje, é o dia de Pentecostes na nossa vida; portanto, tudo aquilo que o inimigo destruiu, o Senhor tem o poder de restaurar. Deus tem uma vida de glória e ressurreição para nós, Ele quer fazer com que sejamos pessoas restauradas.

"Só Deus é capaz de nos dar a salvação", disse o diácono.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Deixemos a glória e as bênçãos do Senhor entrar em nosso coração. Deus quer trazer para nossa vida feixes e feixes de bênçãos, de uma vida nova; logo, é preciso que sejamos pessoas renovadas.

É chegado o dia de Pentecostes na nossa vida, dia de dar glória a Deus. Pentecostes é um processo interior que acontece em nós quando olhamos para a nossa vida e vemos os vícios e as tribulações indo embora, é quando o Espírito Santo reina sobre nós. Comecemos a celebrar a vitória de Deus, abramos os olhos e percebamos a ação do Senhor em cada momento do nosso dia.

O discurso de São Pedro não termina na profecia de Joel, pois o apóstolo continua proclamando que é preciso salvar essa geração perversa, porque de pouco adianta o Senhor encher a nossa vida de bondade e de bênçãos, se nós as entregarmos às ações do mal.

Deus quer nos abençoar, mas é preciso que sejamos completamente apaixonados por Ele. Devemos sempre nos lembrar de agradecer a Jesus e proclamar que Ele é o nosso Salvador todos os dias.

Precisamos limpar, da nossa casa, tudo aquilo que nos afasta das bênçãos de Deus, pois o que nos convêm são os feixes de graças. Precisamos de pessoas e de famílias santas, pois é isso que Deus espera de nós. O Senhor quer nos acolher sobre um rocha firme e nos elevar para o alto. Devemos acreditar na Providência Divina, porque Ela nunca vai deixar faltar o necessário para a nossa vida; portanto, temos de arriscar o pouco que temos, porque o Senhor nunca vai nos desamparar.

Vivamos nosso Pentecostes e carreguemos muitas bênçãos de santidade, porque o maior feixe de bênçãos que Deus carregou foi a história de Sua salvação na cruz. Peçamos a Ele para colocar, em nossas mãos, a graça da santidade, porque só Ele é capaz de nos dar a salvação.

Transcrição e Adaptação: Alessandra Borges


Padre Fábio Camargos


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo