Santa faustina e João Paulo II apóstolos da misericórdia

Padre Ednilson
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Nós corremos um sério risco de ter uma vida uma agitada, mas é preciso se colocar diante do Senhor para abastecer, pois senão não teremos força para continuar o caminho, as vezes o espírito grita através das doenças do nosso corpo para nos mostrar que precisamos parar diante do Senhor. Precisamos cultivar a intimidade com Senhor. Quanto mais rezamos, mais queremos rezar, quanto menos rezamos, menos queremos rezar. Vamos assumir esse compromisso de sermos íntimos do Senhor.

Santa Faustina e João Paulo II são apóstolos da misericórdia. Temos algumas características comuns, os dois são poloneses, os dois trazem a cruz no peito, mostrando que um apóstolo da misericórdia carregam a cruz, na certeza que Jesus está com eles.

“Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo o que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.” (Jo 4,7-8). Deus é amor, e quem ama permanece em Deus. Eles permaneceram no amor de Deus por isso conseguiram ser apóstolos do amor misericordioso de nosso Pai. A marca desses apóstolos é a cruz e encontraram forças na oração.

A mesma missão que Deus deu a Santa Faustina, Ele dá a nós: de propagar a minha misericórdia para preparar a vinda de nosso Senhor.

Estamos no tempo prolongado da misericórdia assim como João Paulo II nos disse. Jesus pedia: “Que eles voltem ao meu coração misericordioso”. Se você não conseguir sair pregando assim como Santa Faustina não saiu do convento, que lá da sua casa você reze pela humanidade. Isso você pode fazer em qualquer lugar. E o Senhor que conhece seu coração te recompensará. Esse é o tempo de trazermos de volta as ovelhas desgarradas. Jesus está clamando “voltem para o meu coração”.

Se você perdoar, esqueça. Pois quando Deus perdoa, Ele esquece. Esqueça e nunca mais toque no assunto. Se você quiser salvar seu casamento, sua comunidade, perdoe e esqueça, não mexa mais no assunto. Olhe sempre para a frente, não olhe mais o lado. Se Santa Faustina olhasse para as irmãs que falavam mal dela, ela não faria completamente sua missão nesta terra. João Paulo II também não teve moleza em sua vida para dirigir esse mundo, mas eles abraçaram a cruz de Jesus para valer.

"Quem ama muito, reza muito"
Foto: Mariana Lazarin/cancaonova.com

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

E a mesma missão que Jesus tem para nós é que Ele confiou a Santa Faustina. Que cada um que se aproximar de nós sintam o amor misericordioso de Deus. Ele que tem tudo preparado, a centeia que saiu da Polônia, hoje sai daqui, que possamos levar a todos a misericórdia do Senhor.

É preciso rezar por cada um de nossos, pois os mesmo que zombam de nós quando estamos rezando, são os mesmos que quando estão passando apertando nos pede oração. E se não tivermos o amor misericordioso quando eles vierem nos pedir oração, diremos: “você que fala tanto que eu rezo muito?”. Mas precisamos responder a eles, que os colocaremos em primeiro lugar nas nossas orações.

Um apóstolo da divina misericórdia está sob a mão misericordiosa do Senhor e nenhum mal tem poder sobre ele. Mas é preciso que você tome a decisão agora de entregar sua vida ao Senhor, de ser um apóstolo da divina misericórdia.

É nossa missão levar as pessoas para o céu, se eu como padre não levar meus paroquianos para o céu, eu não cumpri minha missão, se você não levar sua família para o céu, você não cumpriu sua missão. Vamos aceitar o nosso compromisso com o Senhor e rezar pedido a Ele sua misericórdia para nós e para o mundo inteiro.

Jesus, eu confio em vós!

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo