Se somos fiéis no pouco, Deus nos confia mais

Independentemente se você acredita ou não em Deus, você sofrerá as conseqüências do que está plantando. Se você plantar reconciliação, amor e alegria, mais tarde você colherá os frutos.

Myrian Rios
Foto: Wesley Almeida

Somos levados pelas trevas desde a nossa infância, e muitas vezes, se não estamos fortalecidos pela fé, caímos no mundo das trevas, no mundo do inimigo de Deus, como, às vezes, indo a cartomantes, entre outras coisas.

O seu dinheiro vem do alto ou vem de baixo? Como que você o tem gastado?

A palavra tem poder, tudo o que pronunciamos tem poder; cada vez que nossa boca proclama algo, isso fica gravado em nosso consciente e até passamos a viver segundo o nosso íntimo. Renunciemos tudo aquilo de mau que proclamamos sobre nossas vidas.
Desde o ventre materno, já somos sensíveis a tudo o que nos rodeia e, muitas vezes, trazemos feridas por conta de palavras e atitudes que tiveram contra nós; e feridas dos nossos antepassados também. Por isso vamos ao Sangue de Jesus.

Vivemos em um mundo cruel, quando vejo a menina Isabela, que morreu ao ser lançada na janela, e outra criança que morreu no parque de diversão… As pessoas que não estão preparadas dizem: "Por que Deus permitiu isso?" Na verdade, nada disso é culpa de Deus. Ele nos criou para a felicidade.

Nós estamos sofrendo e nossa Igreja sofre porque não temos postura de verdadeiros cristãos. Claro que somos fracos e Deus sabe disso, mas precisamos dar o melhor a Deus. Vá adorá-Lo, porque quem não adora o Senhor, não vai agüentar. Passe 15 minutos na frente de Jesus Sacramentado. Precisamos nos decidir por Jesus. Será que estamos preocupados só com o nosso querer? E não nos preocupamos com os outros; não nos preocupamos nem mesmo com o meio ambiente?

Nós devemos ser católicos que amam a nossa Igreja. A Igreja ama tantos seus filhos que favorece o melhor para seus filhos. Ela é sabia. Os meios de comunicação passam uma imagem, muitas vezes, de uma Igreja atrasada, quadrada… Quando, na verdade, ela quer nos levar para o céu, enquanto muitas vezes as mídias são como um "tobogã" para nos levar para o inferno.

Há 5 anos, eu estava desempregada, não tinha um real. Em janeiro de 2003 estava assistindo à TV Canção Nova, e nessa época, tudo o que eu ganhava, que eram 250 reais, tirei 15 reais para [contribuir] a Canção Nova; foi uma atitude de fé.


Myrian Rios


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo