Sede vós o coração e os braços abertos de Jesus

Ricardo Sá
Foto: Maria Andrea / cancaonova.com

Vamos meditar sobre a Jornada Mundial da Juventude e o nosso encontro com o Papa Francisco que se aproxima. Em uma de suas mensagens, o Papa nos pede que tenhamos um coração aberto como estão os braços do Cristo Redentor, por isso amemos uns aos outros assim como Deus nos ama sem distinção.

O coração de Nosso Senhor está, continuamente, aberto para nos amar sem distinção. O Papa emérito Bento XVI nos indica o que cada um de nós precisa fazer, mesmo sabendo que cada um está num processo contínuo de conversão e que, à medida em que vamos caminhando, percebemos que se trata de nos assemelharmos a Jesus Cristo.

Nada é mais importante do que exalar o perfume de Cristo, principalmente para os que estão ao nosso lado. Precisamos ser testemunhas. Eu e você precisamos dedicar a nossa vida para que a transformação aconteça. Não se angustie, mesmo diante das dificuldades. Devemos atrair todos as pessoas com as quais lidamos para Jesus Cristo; por isso, coloquemo-nos a caminho, pois este é o caminho mais seguro a seguir.

O coração de cada um de nós é mistério; e chegar ao coração de alguém requer tempo. Nós, porém, não temos paciência em esperar o tempo dos outros. A conversão se dá por primeiro em nossos corações, a partir daí, vamos adequando o nosso coração ao de Jesus Cristo. Assim, acontecerá, em nossas vidas, aquilo que Deus quer: que cada um de nós tenha um coração aberto a amar e que está disposto a perdoar sempre.

Você tem um coração aberto a amar e a perdoar? Não tenhamos medo e não percamos tempo de perdoar, pois a falta dele tira de nós a esperança. Não fixemos em nossos medos. A vida de um cristão deve ser repleta pelo perdão. A nossa vida, em alguns momentos, é repleta de momentos de falta de perdão e não entendemos por que algumas coisas não acontecem em nossas vidas. Jesus é perdão, então, abra o seu coração, porque Jesus perdoa.

"Se nesse momento você recorda de alguém que precisa perdoar, faça isso!"'
Foto: Maria Andrea / cancaonova.com


Se, nesse momento, nós nos recordarmos de alguém que precisamos perdoar, façamos isso! Busquemos nos assemelhar a Deus, mergulhemos na experiência de saber que o coração de Jesus bate de amor pode você.

Mas será que o nosso coração está no mesmo compasso do coração d'Ele? Jesus está vivo e Seu coração é fonte de misericórdia e bate por você.

Bento XVI nos faz um convite: “Seja você o coração e o braço de Jesus”. À medida que estamos com Jesus e gastamos tempo com Ele, nós nos assemelhamos ao que Ele é. O que mais precisamos é estar mais tempo com Jesus. Que a graça de Deus penetre em nosso coração e tenhamos a compreensão de que tudo deve partir d'Ele. É preciso que estejamos a sós com o Senhor!

Busquemos ter momentos de encontro com o Pai, trilhemos o caminho da confissão, da Eucaristia, pois todos eles nos levam ao Senhor!

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo