Sete dicas enquanto o Senhor não vem

Ricardo Sá
Foto: Elcka Torres

É preciso apressar nossa conversão, nos colocar no ritmo de Nosso Senhor Jesus. Nosso Senhor tem pressa e a pressa maior é a nossa mudança de vida. É tempo de conversão para mim, o tempo de conversão é hoje, eu preciso me converter e cada vez mais.

Tudo é uma questão de conversão, se nós nos determinamos a ficar mais parecidos com Nosso Senhor, podem vir os problemas que vierem que os enfrentamos, porque está enraizado em nós um desejo de conversão.

De quem este mundo precisa? De Jesus. Eu apresento a você sete dicas enquanto o Senhor não vem.

Primeira dica: espírito de sacrifício. Eu me refiro às coisas que você no dia a dia diz: “Eu não aguento mais aquela pessoa, aquela doença, esta vida…”. Esse linguajar precisa sair da nossa boca. O que é para nós cristãos um espírito de sacrifício? Tem espírito de sacrífico quem sabe ver mais além, por detrás do problema, por detrás daquela pessoa. Por mais difícil que seja o problema, a pessoa acredita que Deus pode intervir. A pessoa aguenta firme sem reclamar. Aguentamos firmes porque temos a tendência de fazer o mal. Aguentamos por espírito de sacrifício e oferecemos. Vida penitencial: isso significa jejum, a penitência que você há muito tempo não faz. Por isso, enquanto o Senhor não vem, tenha uma vida penitencial. Nada de reclamação da vida e das pessoas!

Segunda dica: colocar em dia a vida de oração. Você diz que não tem tempo, mas você tem tempo, sim! Nossa vida de oração precisa nos conduzir à intimidade com Deus. Nós precisamos ser guerreiros na vida de oração, rezar todos os dias, a fim de treinarmos nosso coração para ouvir o Senhor. Minha vida pessoal como Nosso Senhor é uma vida muito feliz, mas é uma vida de cruz ao mesmo tempo; mas feliz. Ser cristão não é fácil. Se você não cultiva o bem que você recebeu na vida de oração, virá o mal para arrancá-lo [bem] de seu coração. Quanto tempo você gasta com Jesus Cristo diariamente? Seja um orante teimoso e diga muitas vezes: “Jesus, me ensina a chegar até o Teu coração”. Treine a alma na oração.

Terceira dica: Santidade provada. O tempo é tão urgente que a nossa santidade está em tempo de prova. Não existe santidade sem passar pela prova. Prova de santidade a gente não escolhe, Deus nos dá. Ela serve para fazê-lo melhor, fazê-lo mais de Deus. Qual é a porta estreita para sua vida? Não reclame mais. É a sua doença? Aproveite para ser santo. Submeta-se à prova pela qual você está passando, identifique a prova que Deus hoje o faz passar. É tempo de santidade provada enquanto o Senhor não vem.

"É preciso dar a vida, senão não é amor"
Foto: Elcka Torres/CN

Quarta dica: Fuja do mal. Com o mal nós não dialogamos, mas sim, fugimos dele. Revistas, filmes, novelas… de que você precisa fugir? Ou a gente transforma os acontecimentos da vida a fim de irmos para o céu ou iremos para o inferno. Eu não aguento mais a minha superficialidade. “Senhor, livra-me do mal que me faz pecar”. Você precisa identificar as pessoas que o conduzem ao mal, fuja dessas pessoas! Você precisa dizer a elas: "Assim eu não aguento! O problema não é com você, é comigo". Chega de escrúpulos e fuja para longe das pessoas que não o levam para Deus.

Quinta dica: Vida apostólica. O que você tem feito por Cristo e Sua Igreja? Há quanto tempo você não faz nada por Cristo e Sua Igreja? Por que você está "dodói"? Talvez seu problema de saúde seja curado à medida que você trabalhe para Nosso Senhor. O Reino de Deus cresce em mim cada vez que dou de mim para os outros. A Igreja precisa de você com as capacidade que você tem. Vá à sua paróquia, eu duvido que você não encontre o que fazer nela.

Sexta dica: Ame concretamente. Viva para os outros, tire os olhos de seu umbigo, tire os olhos de seus objetivos e ame! É preciso dar a vida, senão não é amor. Quais são as pessoas que o fazem deparar com o que há de pior em você? Viver para os outros é dar uma atenção contínua a quem está ao nosso redor.

Sétima dica: Perdoar. Você precisa perdoar. Perdoe-me se você me viu de cara feia, nervoso. Eu preciso do perdão de vocês porque sou muito orgulhoso, arrogante e preciso do perdão de vocês. Perdoe-me em nome de Jesus.

Transcrição e adaptação: Willieny Isaias


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo