Sinais da presença de Jesus em nossa casa

Padre Chrystian Shankar
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Pelo dom do livre-arbítrio somos livres para fazer nossas escolhas, inclusive em nossa família. Porém, as escolhas feitas por nós são essenciais para que todos em nosso lar recebem as graças de Deus.

Na Palavra de Deus, vemos Pedro transformando a sua casa em local de cura, pois não se preocupa somente consigo, mas também com todos de sua casa. E é isso que você precisa fazer hoje, olhar ao seu redor e ser capaz de compreender a necessidade daqueles a quem você quer bem.

Não podemos nos iludir com a realidade da nossa família, é preciso reconhecer os problemas, mas entender que é possível melhorar. O primeiro passo: você precisa identificar se dentro da sua casa existe um lar, se todos estão em harmonia. Você precisa saber se, no seu lar, realmente existe uma família ou uma “fami – ilha”. E o primeiro sinal para identificar isso é ver se existe a ocupação com o outro, se estão unidos nas dificuldades, nas orações e também nas alegrias.

Dê o primeiro passo para a fé, pois o primeiro passo é seu e o segundo é de Deus. Assim como os amigos que carregaram o paralítico até a presença de Jesus para que ele fosse curado. Será que você é capaz de se sacrificar da mesma forma para que sua família seja agraciada como ocorre na Palavra?

"Você tem dado para sua família as suas qualidades ou seus defeitos?" pergunta-nos padre Chrystian Shankar
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Muitas pessoas não vão até Cristo, porque estão paralisadas pelo pecado. Por isso, seja você o canal de Deus no seu lar e leve Cristo para eles. Para sua casa ser um local de cura, assim como nas passagens bíblicas, é preciso que ali esteja Jesus Cristo. E cabe a você saber escolher se a sua casa será morada de Deus ou local de divisão.

E o primeiro sinal de que Jesus está em sua casa é o clima do seu lar, pois este vai refletir o que ali é semeado. Se as pessoas sentem prazer em estar na sua casa, se seus filhos gostam de estar na sua presença, isso é sinal de que você está cultivando a harmonia.

Nós somos humanos e a nossa beleza é ser dependentes de Deus. Qual é o pedaço da sua vida que você tem dado a sua família? Você tem dado para eles as suas qualidades ou seus defeitos? Para os melhores amigos, devemos dar o que há de melhor em nós. E não existe maiores amigos do que aqueles que cultivamos em nosso lar.

Muitas vezes, preparamos nossa casa para receber os de fora, mas nos esquecemos daqueles que estão no nosso convívio diário. E, por isso, o diálogo acaba não existindo, o que afasta as pessoas uma das outras.

"Bem-vindos a este hospício! Aqui somos todos loucos uns pelos outros!"
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

E, nos dias de hoje, o diálogo é o maior responsável pelas discussões e problemas que acontecem em nossos lares. Mas eu pergunto a vocês: Alguém que não tem tempo para conversar com Deus terá tempo para conversar com sua família? O relacionamento que você cultiva com sua família é o mesmo que está cultivando com Deus.

O que muda nossas famílias não são as palavras, mas as nossas ações e orações. Por isso, não feche em sua casa a porta do perdão, pois quem ama perdoa, mesmo diante das maiores dificuldades.

Nas minhas orações eu devo me lembrar da minha família para que quando eu estiver com ela eu possa me lembrar das minhas orações.

Mudemos nossas relações, começando pela nossa família, tratando os outros como queremos ser tratados por Deus. Dê o primeiro passo levando todos de sua família ao Senhor, e mesmo que eles não queiram isso, leve então Deus até eles.

Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo