Somos do time de Jesus

Padre Aluísio
Foto: Carlos Eduardo/CN

Somos do time de Jesus. Na nossa vida, Jesus foi chamando a cada um de nós para começar um treinamento conosco. Ele escolheu os doze discípulos e escolheu você e eu. Quando Ele nos chamou, Ele também nos treinou a fazer gols. Somos chamados a fazer um gol diferente, não cansados e nem tristes, porque com tristeza time nenhum ganha. Por isso Jesus quer formar o seu grupo e Ele chama, pescadores, cobrador de impostos, chamou um que tinha a mentalidade revolucionária, chamou pessoas diferentes, e os foi formando e treinando.

Como acontece esse treinamento? Primeiro Ele ensina as regras. E que regras são essas? Primeiro: Amar uns aos outros, dentro do campo é preciso amor. Segundo: Perdoar sempre, ou do contrário o time se divide e não pode ganhar. Terceira regra: Ser simples. Para estar no time de Jesus não pode ser orgulhoso, porque o que torna o time forte é a simplicidade.

Aqui começa um treinamento muito sério, e nesse treino Ele vai nos fortalecendo para a vitória. Jesus foi treinando os seus discípulos, deu a eles um campo. No campo Ele também dá alguns papeis importantes: Primeiro vem o zagueiro, que tem uma importante função, ele precisa estar atento aos ataques. Nós precisamos estar atentos aos ataques contra a vida.

Um outro papel importante dentro do time é o atacante. Que é aquele que está preparado para ir fazer o gol no território diferente. Nós discípulos somos preparados para levar o Evangelho em espaços diferentes, somos preparados para anunciar o Evangelho.

Outro papel é o do lateral, esse é aquele que fica ao lado, porque ninguém pode ir sozinho, o lateral é aquele que vai atrás da bola, coloca no meio do campo, ele sabe a hora de pegar a bola e dar para o time fazer o gol.

O meio campo é aquele que ajuda, passa a bola para que outros peguem e façam o gol. No meio do campo da nossa vida, Deus nos dá pessoas que nos ajudam, para que possamos fazer o gol.

Você que é discípulo de Jesus é chamado a estar no mundo, não somente dentro da Igreja, mas ser discípulo e missionário, para entrar no meio campo do nosso país e anunciar Jesus, não ficar acomodado, é preciso assumir o treinamento e levar a sério a vitória.

O goleiro segura a bola, trabalha para que o time contrário não faça gol, por isso somos chamados a defender a bola da nossa fé, somos chamados a defender quando vem o pecado, quando vem as ideias e as situações são contrárias ao que cremos. No time de Jesus somos chamados a defender a nossa fé, ou a perdemos.

Unidos os discípulos levantam a cruz de Jesus que está vivo e ressuscitado
Foto: Carlos Eduardo/CN

Jesus quer dar-nos um troféu. Ele chamou doze discípulos e hoje nos chama para no fim celebrarmos a vitória. Existem também os reservas que ficam esperando a hora de ajudar aqueles que estão cansados. Por isso os doze e mais os reservas são um time forte.

Depois do treinamento, Jesus já os coloca na copa do mundo, para irem e anunciem ao mundo Jesus Cristo para que muitas pessoas experimentem o amor de Deus.

No final o nosso troféu é a cruz. Unidos os discípulos levantam a cruz de Jesus que está vivo e ressuscitado. E todos se alegram porque em Jesus está a nossa vitória!

O mundo não vai nos dar o troféu, é preciso trabalhar, conquistar e mostrar, apresentar ao mundo a nossa vitória. A evangelização a que somos chamados a realizar tem um grande papel, fazer com que as pessoas entendam que lá no céu está o nosso troféu definitivo.

 

Transcrição e adaptação: Célia Grego

 

 
 

:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Padre Aluísio Aleixo de Souza


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo