'Sua Palavra me ilumina e iluminará a minha família'

Padre Ivan Paixão
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
“Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus” (Mateus 5,13-16).

Meus irmãos, esse texto bíblico vai ao encontro do tema de hoje: “Vossa Palavra me ilumina e iluminará a minha família”. Nessa parábola do Evangelho de São Mateus, Jesus nos diz que somos a luz do mundo, para que possamos iluminar a nossa casa, a nossa família.

Reze: "Senhor, eu preciso ser luz para levar a Sua luz à minha casa e para que ela possa ser liberta da escuridão, da falta de perdão. Mas eu preciso ser iluminado também pela Sua Palavra para que ela harmonize a minha vida e dissipe de meu coração a mágoa. Eu preciso ser iluminado para que, com Sua Palavra, eu possa ser um candeeiro”.

O Senhor quer nos iluminar para que voltemos à nossa origem. Isso significa que, com o tempo, vamos nos desgastando. A primeira coisa percebida nessa Palavra é que ela está na origem da nossa existência, na origem da nossa família.

A base de nossa existência está no amor. Em Gênesis 1,26, Deus nos diz: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança”. A origem do homem e da mulher está na Palavra de Deus. A partir dela vamos nos tornando filhos amados do Senhor, à Sua semelhança. É por isso que precisamos iluminar a nossa casa, amando os nossos.

"Deus nos restaura para que sejamos o amor em nossa casa."
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

O Senhor é belo, e a coisa mais bela verificada n'Ele é que Ele nos ama apesar de nossas misérias, de nossos pecados. Ele nos ama tanto a ponto de nos dar Seu Filho para morrer por nós.

Irmão (a), quantas vezes você, em seu relacionamento, evitou discutir com seu (a) amado (a) pelo tamanho do seu amor por ele (a)? Nossa identidade é sermos a imagem e semelhança do Senhor.

“Iluminará a minha família”. Deus nos restaura para que sejamos o amor em nossa casa. Para isso, o casal precisa acolher um ao outro, porque, assim, um vai equilibrando o outro. Não é preciso brigar para chamar a atenção, apenas é necessário que haja o equilíbrio entre o casal. Para isso precisamos ter consciência do que somos: filhos amados de Deus. No entanto, muitos, em vez de ser expressão de amor, são expressão da morte, porque não entendem que a base de suas vidas está na Palavra do Senhor, não nas palavras desumanas que o mundo ensina. “Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne” (Gênesis 2,24). Daqui seguirá a constituição da família e os filhos crescerão em harmonia, sem dúvida do que eles são diante de Deus. Da união do homem e da mulher a família nasce e o Senhor se faz presente.

Precisamos restaurar nossa escuta a partir da leitura da Palavra dentro de casa e orar com ela a partir da comunidade eclesial. Qual a sua paróquia? Essa é sua comunidade eclesial. O Papa nos diz que a escuta da Palavra deve começar não apenas dentro de casa, mas na comunidade da Igreja. Quando você se une à escuta da Palavra na Igreja, escutando a liturgia, Deus o está formando como uma potência do amor, da misericórdia.

"Da união do homem e da mulher a família nasce e Deus se faz presente."
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Mães e pais, aquilo que vocês não podem fazer por sua família, peçam a Deus, orem, unam-se a Ele e verão a transformação da sua casa, a começar pelo coração de vocês. Estudem a Palavra e deixem-na iluminar a sua vida. Fale com Deus todos os dias e a sua família será transformada. Desafio você a fazer o estudo da Palavra; mergulhe nela e a depressão não vai ter espaço na sua vida. A Palavra de Deus é viva, Ele fala conosco.

Para que possamos gerar uma sociedade eficaz, eduque seu filhos na fé, seja o catequista dele. Não espere para levá-lo à igreja quando ele já tiver 8 anos. Deixe que ele conheça a catequese da Igreja antes, dentro da sua casa, pelo testemunho vivo que deve ser a sua vida. Ensine-o a buscar Cristo; ele precisa ver a prática da oração em você. Apresente para o Senhor aquilo que é treva e escuridão no seu coração. Fale com Deus. Se você está vivenciando, em sua casa, brigas e ressentimentos, peça que o Senhor faça aquilo que você não pode fazer.

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso


Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Veja também:

 
 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Padre Ivan Paixão


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo