Submissão é o segredo

:. Confira as leituras da Santa Missa

:. Márcio Todeschini canta o salmo 127

Refrão: Felizes os que temem o Senhor  e trilham seus caminhos!

O segredo é a obediência!
É interessante a palavra submisso.

Padre Jonas explica o significado da palavra "submissão"

Não é um conceito humano que nós temos da palava submisso como se fôssemos escravos.
Meus irmãos, é do veneno de cobra que se tira o antídoto, justamente, para curar quem foi mordido por uma, que é o soro antiofídico.

A rebeldia e a insubmissão foram as primeiras coisas que o inimigo de Deus inoculou em nosso coração. Veja, há crianças, que mesmo quando pequenas, já começam a ser rebeldes, e quando crescem,  tornam-se pessoas adultas e rebeldes, e é isso que traz desgraças para nossas famílias. Na verdade, ninguém quer ser submisso ao outro. Quanto sofrimento de pais por causa da insubmissão dos filhos. Percebe-se que as novelas  contribuem para essa insubmissão, elas estão inoculando nas mulheres – desde as mais novas até as que já se tornaram mães – a insubmissão. Quantas famílias acabam por causa da insubmissão da esposa, que também é mãe. E quantos pais e quantas mães carregam nas costas, literalmente, os seus flhos, principalmente quando eles se desencaminham pelos caminhos mais errados.

O cérebro comanda o coração. A mulher é o coração. Os nossos lares precisam de mãe, precisam de esposa. O homem é cabeça e Deus o contituiu a cabeça do lar. Na verdade, quem suporta e carrega a família toda é o homem. É ele quem carrega toda a família, e deve ser o submisso e o suporte de toda a família. Tanto assim que na Carta aos Efésios está escrito: (essa leitura é lida em muitos casamentos)

Efésios 5,21: 'Sujeitai-vos uns aos outros no temor de Cristo'.

Como eu dizia: como os filhos precisam ser submissos aos pais, e as mulheres submissas aos maridos; e os maridos, portanto, acabam sendo submissos a todos, como suporte. Ele é o suporte, e deve ser esse suporte em tudo.
Por vezes, há uma falta total de entendimento sobre essa palavra. Com essa explicação, você está entendendo.

A mulher é o coração e o homem é a cabeça.

Eu preciso falar especialmente a nós homens, em especial a você, que é casado, e que é portanto, pai. Jesus chamava Deus de Pai, O tratava de Pai e O amava como Pai, e O obedecia como Pai, lhe era submisso como Pai. Jesus era e é a cabeça da Igreja, mas a cabeça de Jesus é o Pai, é o Pai quem comanda, mas repito: e é Jesus, o Filho de Deus Pai, a cabeça da Igreja.

Veja, você que é esposo e pai, a dignidade que Deus lhe deu, você é a cabeça da família. O Pai verdadeiro (Deus) deu a você também o nome de pai, porque Ele conta com você.

Nessa pregação, Deus não está condenado você, nem eu estou lhe dando um 'puxão de orelha', estou o alertando quanto à dignidade que Deus lhe deu, tendo o mesmo nome que Ele tem: pai. Você, casado, há muito ou pouco tempo, ou você jovem que quer se casar, precisa pensar assim. Você precisa usar da sua autoridade, e usar de autoridade não é ser autoritário. Você é o pai da sua casa, e precisa, portanto, usar de autoridade senão a sua casa  vira uma desordem.

Eu sei que muitas vezes são as mães que usam da autoridade, mas não é para ser assim. Elas assumem a autoridade da casa para ajudar, mas a autoridade da casa é do pai.

Autoridade vem de autor. Você é autor da sua família. Se você não tivesse casado com a sua esposa não seria o autor, mas você se casou com ela, houve fecundação no seu casamento. Você  é o autor. O óvulo da mulher, o bebê, e depois adulto nunca se tornaria o que é se você , homem, não a tivesse fecundado. Portanto, embora depois de fecundados sejamos gerados pelas nossas mães,  o autor verdadeiro é o pai.
O filho é o resultado de pai e mãe, é justamente no filho e na filha que marido e mulher se tornam uma só carne. Os filhos podem dizer: eu sou uma só carne: do meu pai e da minha mãe.

Você, pai, está vendo a sua importância, por isso lhe revelo algo importante: sendo você o autor, você detém a autoridade, e toda autoridade vêm de Deus, assim como foi Ele próprio quem deu a autoridade de Pilatos, diante disso você precisa usar dessa autortidade, o que não é autoritarismo; faço questão em repetir isso. E porque você tem essa autoridade que vem de Deus, o inimigo de Deus faz de tudo para acabar com você. É por isso que nós homens somos os mais tentados. Eu sei que muitas vezes, nós homens, somos fracos. Sim, muitas vezes, os homens caem no adultério e acabam abandonando o lar, justamente por ele ser mais tentado, ele que é o suporte da família.

Padre Jonas explica a autoridade de Pilatos

Para ficar mais claro vou usar uma metáfora: Já fez a experiência de tirar a bateria do seu relógio, talvez por não gostar dele? O que acontece?… ele pára, claro! Hoje, 99% dos nossos relógios são digitais e dependem de baterias, mas até mesmo os relógios de pilha, se lhes tiramos a pilha eles param…. É exatamente isso que o inimigo faz, ele não gosta desse "relógio" que é você e tira a sua "bateria", sua "pilha"…
O demônio "arma" para você, meu irmão, para que você caia em tentação.

O demônio estuda você, o seu ponto fraco, seu tipo de perfume feminino preferido, o tipo de decote que as mulheres usam e mais mexe com você… e as novelas têm nos "ensinado" muito isso.

Quanta mocinha e quanta mulher realmente "armam" para você, homem, e você cai, me desculpe: como um rato na ratoeira, pensando que é o "bom", o "gostoso" e, por isso, é capaz de atrair e seduzir até mesmo uma mocinha; tira isso da cabeça! Tolice! Ela está interessada em muitas outras coisas, mas quem realmente ama você é a sua família, mesmo que a sua esposa seja uma chata… Até mesmo se você tem casos, tem vida dupla e até abandonou o seu lar hoje é um dia de conversão!

Pense, quando você percebe que está na estrada errada, você logo busca fazer conversão, não é assim? Busca o retorno… Não é verdade que 90% dos casados ( maridos) que ficaram doentes, que perderam tudo… quem é que cuida deles? É a amante, é a mocinha? Para onde eles voltam? Para casa, junto à sua família, sua esposa. Seja inteligente, homem! Eu sei que devem ter acontecido muitos desentendimentos entre vocês, ainda mais quando vêm os filhos.

Gente, a vida familiar é "lapidação", os casais são muitos diferentes, a partir do fato de ser homem e mulher. Cada um teve uma educação, tem um temperamento…

Padre Jonas explica quando um é complemento para o outro nas diferenças e dá como exemplo os seus pais que eram muitos diferentes entre si.

Somos diamantes da lapidação do nosso pai e da nossa mãe. Eu também sou um "diamante da lapidação" do meu pai e da minha mãe.

Existe a incompatibilidade de gênios. Nas brigas entre os meus pais saíam 'faíscas'. Até isso meu pai dizia quando brigava com ela: "Vá lamber sabão!" ( risos ). Mas, meus pais nunca foram dormir sem a reconciliação.

 Padre Jonas conta como era a reconciliação dos seus pais quando eles se desentendiam.

Por isso, não sou eu, mas é Deus, hoje, pedindo ao maridos: Façam essa conversão, se você está num caminho errado, ou no caminho mais ou menos errado. Ame o que você tem de mais precioso. Assuma a sua autoridade, o que não é ser autoritário, e seja submisso a sua família, e suporte, usando da autoridade que Deus lhe deu. Afinal, você é homem ou não? Seja o homem da casa! E ame muito, mesmo que o seu gênio seja diferente do gênio da sua esposa, ou do seu cunhado(a), de todos os parentes… seja a base!

Marido e mulher, lapidem-se, vai sair 'faísca' disso, mas se perdoem! Façam como meu pai e minha mãe, quando estavam zangados um com o outro e se reconciliavam. Eu sei que eu posso dar esse exemplo, como eu já expliquei acima. Será o amor de vocês, renascido entre vocês, que a Sagrada Família está nos ensinando hoje!

Padre Jonas reza pedindo o Espírito Santo sobre as famílias

 

Transcrição: Tatiane Bastos
Edição áudio: Tatiana Gomes
Fotos: Lucilene Silva


Adquira esta palestra
através do telefone 12 3186 2600


.: CD: Deus cuida de mim, Salette Ferreira


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo