Testemunhas do Deus de amor

Nesta festa de São João, muito mais do que ficarmos olhando para trás, queremos caminhar avante, ir para frente, olhar para frente, para o que há de vir. Muito mais do que ficar remoendo o passado, queremos colocar nossa cabeça e coração para frente, para o alto, para as coisas de Deus. E João é esse apóstolo que nos ensina a viver desta maneira. Por isso ele é atual.

E é assim que deve ser a nossa vida, é assim que devemos, com a graça de Deus, viver e caminhar. Não ficar presos ao passado. Do passado, nós fazemos memória. Mas não podemos ficar vivendo como aquelas pessoas, que em muitos momentos da vida, ficam com a cabeça no passado. E esse passado já passou.

Só se ama aquilo que se conhece. E nós precisamos amar mais, precisamos conhecer melhor para amar mais. A mulher só vai dar a vida pelo seu esposo se ela o conhecer melhor; da mesma forma, o pai em relação ao filho. Muitos pais acreditam mais nas palavras dos “de fora”. Antes de me levar por alguém, devo verificar, entender, escutar. Procurar esclarecer.

Realmente, nós só amamos se conhecemos! E conhecer, na Bíblia, é ter uma experiência de fé. Uma experiência tão forte, que diante dela, sou capaz de dar a vida. E foi o que aconteceu com São João. Ele, Pedro e Tiago foram os apóstolos que estiveram mais perto de Nosso Senhor. Eles foram testemunhas dos maiores milagres de Nosso Senhor Jesus Cristo. São Paulo diz que Pedro, Tiago e João são as colunas da Igreja. E São João é conhecido como “o grande teólogo”. E teólogo é aquele que consegue falar das coisas de Deus de maneira profunda e clara. E São João apresenta o Cordeiro de Deus que tira o pecado o mundo, o Pão da vida que vem nos alimentar e nos salvar.

O amor fez João correr mais rápido, mas quem entrou no túmulo foi Pedro, porque ele é o chefe da Igreja. Quem ama vai à frente, vai mais rápido, chega primeiro. Por isso João chegou primeiro no sepulcro; mas Pedro entrou primeiro porque João respeita a autoridade dele.

João definiu o que Deus é: “Deus é luz”. E o que Deus é na sua essência? Deus é amor. Porque ele [João] experimentou o amor.
E com São João queremos proclamar hoje que Deus é amor. Impulsionando-nos, com esperança, para aquilo que há de vir, porque o Senhor vai à nossa frente. E o amor, que impulsionou São João, deve nos impulsionar também.

Ouça trecho desta pregação

Quando não temos a coragem de amar, nossa vida não tem sentido. E amar, segundo a Bíblia, é viver conforme Deus nos ensinou a viver.

Você quer ser amigo de Jesus? Tem de fazer o que Ele manda. Não adianta querer ser amigo de Jesus e viver no ódio, não ter coragem de testemunhá-Lo ou ficar com a cabeça no passado, nas coisas velhas, naquilo que já não volta. Se quero ser amigo de Jesus, devo fazer o que Ele manda. E o que Ele manda é: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. O critério para amarmos é amar como Deus nos amou, e Ele nos amou dando a vida por nós. Dê a vida. Saia de si mesmo, abandone o comodismo, ame como Jesus amou!
Aí está a alegria da nossa vida, a verdadeira felicidade, o sentido da nossa vida. Se assim o fizermos, seremos felizes e viveremos aqui na terra o que vamos viver no céu.

Amar com a graça e a presença do Espírito de Deus. O mesmo que agiu no Senhor, e agiu em São João, quer agir em nós também. Pedro e João encontraram o sepulcro vazio, porque Jesus está vivo e no meio de nós. E o Senhor tem o poder de fazer com que amemos como Ele amou.

Dá-nos, Senhor, a Tua graça, dá-nos, Senhor, o Teu auxílio!


Padre Hamilton Nascimento


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo