Tocados pela potência da Palavra de Jesus

.: Ouça
essa pregação na íntegra

Deus hoje quer dizer para você coisas maravilhosas…

Lc 13,10-17
Esse texto é impressionante no que quer dizer, pois, Jesus fala sempre de modo novo. Sinto particularmente que a Palavra fala violentamente comigo. Eu, nos anos 70, tinha carro, tinha um namoro santo, com a mulher mais bonita de todas as mulheres. Eu servia ao Senhor, cantava na igreja, mas Jesus dizia: \”Meu filho, por que você não deixa tudo para servir a Deus?\” Eu explodia e, então, dizia-Lhe: \”Eu quero ser Teu, inteiramente Teu!\”. Porém, quando via minha namorada, queria me casar com ela.

Um dia, quando estava indo trabalhar, já não agüentava mais, pois, por um lado, queria ser missionário; por outro, queria me casar. Então, resolvi parar na igreja. Lembro-me que eram 9h e fiquei lá, chateado comigo mesmo e com Jesus, porque, não sabia aonde ir e não tinha ninguém para me orientar. Por isso, disse a Jesus: \”Se o Senhor quiser que eu me case, eu quero também. Se o Senhor quiser que eu seja padre, eu o serei!\”

Ali mesmo abri a Palavra de Deus que veio como um raio. Abri no livro de Jeremias: \”Vocação de Profeta\”, e a segunda Palavra estava no Evangelho segundo Lucas, que narra quando o anjo fala com Maria, e Ela respondeu: \”Eis-me aqui\”. A Palavra de Deus entrou como uma espada no meu coração e ali eu também disse: \”Eis-me aqui.\” A seguir, saí alegre e decidido e nunca voltei atrás.

A Palavra de Deus tem esta graça e poder, e quem a está pregando não sabe o que Deus está realizando no momento. Deus age maravilhosa e profundamente. Jesus é potente, é grande e nós temos de entender que a Palavra de Deus realmente faz efeito.

Dez dias atrás, um rapaz veio testemunhar-me que eu estava pregando na Canção Nova e ele estava lá. Era alcoólatra, e naquele dia, viu um velhinho cantando a música do “homem torto”, e a partir de então, resolveu que já não queria mais ser um homem torto e se converteu.

Filhos e filhas, devemos entender que a Palavra de Deus tem valor sempre!

Em Manaus, um casal me testemunhou que estava se separando, e me ouviram falando do valor casamento e do perdão em uma pregação. Naquele momento, em que ele assistia a TV Canção Nova, ele se reconciliou com a sua esposa.

Um abraço se marca na eternidade da minha vida, quando morrer vou encontrar este abraço, e cada ato de amor que realizar agora permanecerá na eternidade.

Cada elemento da minha vida, cada tempo que tenho que viver com Jesus, a cada hora Jesus quer dizer algo através de um fato, de uma palavra eterna. E hoje, Jesus quer me ensinar algo fundamental: O meu ser deve ficar acordado porque Jesus nos ensina sempre.

Alguns dias antes de me tornar padre, o Reitor do seminário me ensinou como pegar o pão, o vinho e outras coisas, e é algo que nunca esqueci, nesses 24 anos de sacerdócio.

Jesus estava ensinando em um sábado. Mas, no sábado, os israelitas não poderiam fazer muitas coisas, como trabalhar. Isso havia se transformado em uma lei, e quem não a obedecia era considerado “impuro”.

Assim como a Eucaristia é para nós, assim é para os israelitas o sábado; era fundamental. Porém, era uma lei que destruía; agora, pense em quantas leis nós temos!

Graças a Deus, o Concílio Vaticano II mudou muitas leis da Santa Igreja, pois, as missas eram celebradas em latim e o padre ficava de costas para a assembléia.

Nós somos cheios de leis que apenas escravizam nossas vidas. Precisamos mudar, para ser livres, para fazer as coisas do bem pelo Espírito Santo, para ser obedientes à Igreja.

Filhos, eu quero gritar: Deus é livre, mas devemos ser obedientes à Igreja!

Um dia, eu estava com uma dúvida no meu coração, porque veio uma prostituta e se confessou comigo, falando tudo o que fazia nas noites. Mas, quando estava dando-lhe a absolvição, ela me pediu que eu fosse rápido, porque ela tinha que ir fazer um programa. Fui ao bispo e partilhei isso com ele, e na sabedoria da Igreja, ele me respondeu: \”Fique tranqüilo porque você está colocando a semente no coração dela\”. A Igreja agiu de forma livre, e utilizando a caridade e não na lei.

Certa vez, caminhei com o Santíssimo em uma rua onde havia muitas prostitutas e tráfico. Sabe o que aconteceu? Elas se aproximaram e pediram uma bênção. Deveria eu não lhes dar a bênção? Claro que sim, pois precisamos ter sempre um olhar de caridade para com todos.

Transcrição: Elcka Torres
Áudios: Tatiana Gomes
Fotos e edição: Manoela Almeida e Leandro Brombini

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo