Transfiguração, presente de Deus

Ouça homilia na íntegra

Deus nos faz promessas através do profeta Amós, nos fala de um futuro que tinha como medida o plano de Deus. Fala da terra que é reconquistada e de um Deus que vem caminhar no meio do povo. Sabemos que essa promessa foi cumprida, pois Ele veio no meio de nós e caminhou junto conosco.

A transfiguração é um presente de Deus e para nos transfigurarmos precisamos da figura de Deus. "Eis que faço novas todas as coisas". O Apocalipse nos faz pensar da graça do céu, da novidade, do presente de Deus para sua vida, e Ele quer plantá-la no coração de vocês.

'A Igreja está muito feliz pela ordenação destes diáconos', afirma  Dom Alberto
Foto: Robson Siqueira

Isso é um chamado para que formemos uma só família, e justamente neste acampamento está sendo realizada a ordenação diaconal. Duas lindas vocações, a de um pai de família e de um jovem para o celibato.

Quando fui chamado ao episcopado, escolhi o dia 6 de julho porque é dia de Santa Maria Gorete, ela que teve uma vida sofrida, com muito trabalho, e ao não querer se entregar a um garoto foi esfaqueada. Ela que foi encontrada toda ensangüentada, assim que chegou ao hospital, perdoou o garoto por ter feito tudo aquilo com ela. Todo o sangue que ela derramou foi para a purificação dos pecadores e o agressor se converteu e foi salvo.

Hoje quando recordamos o dia dessa santa, recordamos o sangue de uma santa jovem, a qual derramou seu sangue pela juventude, sendo um anúncio de Deus para a família.

Os pais de família têm que educar os filhos nos valores da Igreja para que os jovens tenham boas referências, para que possibilitem 'nadar' contra essa correnteza de antivalores que existem no nosso tempo.

Vale a pena educar os filhos no valor do Evangelho. Pois é um desafio para que descubram que é bom ser de Deus, como a Igreja realmente anuncia. Isso é transfigurar e mudar. Precisamos ter jovens que vejam o matrimônio com a visão de Deus. Matrimônio – homem e mulher – temos que ter essa mentalidade que valorizem o matrimônio. Não basta se juntarem, mas é necessário ser casado na Igreja e com responsabilidade. É importante e fundamental que tenhamos cristãos que falam com a vida e não só com palavras.

De outro lado, um jovem que sentiu o chamado de Deus ao celibato. Todos os sacerdotes e seminaristas que vêm aqui na Canção Nova saem com mais vontade de serem padres. Há sacerdotes neste altar que estavam assistindo, ou em um retiro, sentiram esse chamado, esse apelo forte e profundo que transformaram suas vidas para serem sacerdotes.

Hoje nestes 10 anos de PHN, vocês jovens cedam a Jesus, a este chamado que estão sentindo no coração. Você, simplesmente você, que é chamado a nadar contra a correnteza fazendo uma escolha ao celibato. Olhando o valor da castidade, da pureza e da virgindade. Precisamos deste valor.

Ando por muitos lugares e tenho proclamado a homens e mulheres do valor da virgindade, pois vale a pena. A Igreja não é desatualizada quando fala isso, estamos além do tempo que nos aponta para eternidade. Este mesmo valor, o teremos quando estivermos contemplando a face de Deus na eternidade.

Hoje celebramos com a Santa Maria Gorete, que desde os seus doze anos já servia ao Senhor, mestra na capacidade de transformar a sua vontade num ato de entrega de vida a Deus.

A Igreja está muito feliz pela ordenação destes diáconos. Aos diáconos ordenados, hoje Dom Alberto vos fala que são sinais da glória de Deus. "Vinho novo e odres novos", como está no Evangelho de hoje.

Querem viver a alegria do dia de hoje e sempre? PHN! Por hoje não vou mais pecar. Esta é a grande novidade.

Transcrição: Elziane Alves


Dom Alberto Taveira Corrêa


Arcebispo de Belém – PA

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo